/

Greta Thunberg não vai à COP26 em protesto por distribuição desigual de vacinas

1

gwf_water / Flickr

Greta Thunberg

Greta Thunberg, a jovem sueca ativista pelo clima, afirmou esta sexta-feira que não irá à Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, também conhecida como COP26, que irá decorrer em novembro, na Escócia.

A ativista sueca Greta Thunberg não vai participar na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, em Glasgow, em protesto contra a distribuição desigual das vacinas contra a covid-19.

Segundo o The Guardian, a jovem ativista, de 18 anos, explicou que, até novembro, os países mais ricos vão vacinar jovens saudáveis “muitas vezes às custas de pessoas em grupos de risco noutras partes do mundo”.

“Com a distribuição de vacinas extremamente desigual, não participarei na conferência COP26 se o desenvolvimento continuar como está agora”, escreveu numa thread no Twitter.

 

Thunberg acrescentou que a conferência, originalmente planeada para 2020, deveria ser adiada novamente se o acesso desigual às vacinas entre os diferentes países não permitir uma presença equilibrada de participantes e militantes.

A ativista não descarta reverter a sua decisão se o acesso à vacina contra a covid-19 melhorar. Ainda assim, pediu aos países ricos para partilharem as suas doses com pessoas que vivem em lugares com maior risco e menos recursos.

“Se isso não for possível, sugiro adiar (a COP26) para que todos possam participar nas mesmas condições”, afirmou Greta Thunberg.

A COP26 será realizada entre 1 e 12 de novembro em Glasgow, na Escócia.

  Liliana Malainho, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.