Grécia já pagou ao FMI os 450 milhões que tinha que devolver até hoje

altraeuropa / Flickr

Alexis Tsipras, Primeiro-ministro da Grécia

Alexis Tsipras, Primeiro-ministro da Grécia

A Grécia já pagou ao Fundo Monetário Internacional (FMI) os 450 milhões de euros, que tinha de entregar até esta quinta-feira, avançou uma fonte oficial do Ministério das Finanças grego à agência Bloomberg.

A agência de informação financeira Bloomberg acrescenta que tentou por diversas vezes contactar o FMI, mas tal não foi possível até ao momento.

Estava previsto para esta quinta-feira, 9 de abril, o pagamento de 450 milhões de euros pela Grécia ao FMI. A próxima tranche é de 746 milhões de euros e terá de ser paga até 12 de maio.

A agência noticiosa espanhola EFE adianta ainda que o pagamento será efetivo às 16h (14h em Lisboa), quando abrem os bancos em Nova Iorque.

Atenas tem estado em negociações com o chamado Grupo de Bruxelas (Comissão Europeia, Banco Central Europeu, Fundo Monetário Internacional e Mecanismo Europeu de Estabilidade) e garante ter verbas nos cofres públicos para pagar as despesas de abril, que incluíam o reembolso de 450 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI) até ao dia de hoje.

A nova lista com reformas fiscais, administrativas e de políticas do Governo de Atenas tem o primeiro propósito de levar o Estado a aceder a financiamento no curto prazo que permita fazer face às obrigações imediatas, assim como criar as condições para que o BCE permita novamente que os bancos gregos usem dívida grega como garantia no acesso a financiamento.

O novo pacote, prevê o Governo grego, vai permitir aumentar receitas em 6,1 mil milhões de euros, contra os cerca de três mil milhões de euros previstos no documento anterior, mas também inclui despesas adicionais de 1,1 mil milhões. É ainda estimado terminar o ano com um excedente orçamental primário (sem juros da dívida) que pode atingir 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB), acima da meta de 3% inscrita no programa de resgate.

/Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. A Grécia (berço da democracia) negoceia com um que manda ‘calar’ quem não lhe convém na vida. No primeiro discurso Tsirpas denuncia as sanções do ocidente ao invasor da Ucrância! Enquanto, reparem, é o Russo que anuncia para a Europa o acordo “gasoduto pela Grécia!)

  2. Também, o que são 450 milhões? Mais que isso perdoou o tonecas ao alberto joão maluco de dívidas que ele tinha para com os cubanos do contnente. Dos buracos que andou a fazer na madeira. Foi em 2001, no tempo das vacas gordas. Estes “trocos” não chegam a uma milésima que eses tripas têm que paga a FMI. Eles pensarão que andam a enganar quem???

    • Fez-me lembrar “serviços da mesma cor”, a compra pelos Açores do barco Atlântida aos estaleiros de Viana sugerido pelo 2º dono disto tudo, para ‘salvar’ os estaleiros… Os ditos estaleiros devolveram 31 milhões aos Açores por incumprimento de prazos… Os Açores não brincaram às cores e desistiram da compra! Uma andorinha não faz a primavera. “Amigos” desavindos!

  3. Boa Tripas mostra a estes europeus como se faz uma canoa se é guerra que eles querem é guerra que vao ter só tenho pena é que nós não pensamos da mesma maneira quem me dera ser GREGO OU RUSSO para acabar com esta Alemanha.

    • O bloco de esqª grego (em termos comparativos) vem depois da troica e de faltar aos acordos celebrados, tal como connosco, a diferença é que cumprimos o acordado e recuperámos em 3 anos, consistemente, a credibilidade dos mercados.
      Cada um escolhe os amigos que entende mas se a predisposição é lixar um, talvez se deva preparar para ficar isolado com dracmas ou rublos como moeda e até com o gasoduto pela Grécia e o gás ninguém o querer. Talvez venham a preferir o gás do norte de áfrica! Não sei!
      Mas ter como parceiro quem na vida cala os que lhe são inconvenientes… Va la Vai!

RESPONDER

Francisco Rodrigues dos Santos admite que tem sido "difícil" juntar o CDS (mas "não por falta de iniciativa")

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, afirmou, numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF que tem sido "difícil" conquistar a coesão do partido. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, o líder …

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …