Grávidas que vão para o hospital devem deixar comida feita para os maridos. Diretrizes de Seul geram críticas

As novas diretrizes do governo da cidade de Seul, na Coreia do Sul, estão a gerar polémica. As orientações aconselham as grávidas a deixarem roupas limpas e comida já feita para os maridos e filhos e detalham formas peculiares para regressar ao peso que tinham antes da gravidez.

As diretrizes do governo de Seul, que foram entretanto eliminadas, foram publicadas online pelo centro de informação sobre gravidez e nascimentos. De acordo com o Korea Herald, citado pelo britânico The Guardian, o conteúdo terá sido supervisionado pela Sociedade Coreana de Obstetrícia e Ginecologia.

As orientações incluíam dicas para diferentes fases da gravidez. Na fase inicial, por exemplo, era sugerido que as grávidas evitassem adiar as tarefas domésticas, já que executá-las poderia contribuir para a manutenção de um peso saudável.

“Pendure as roupas que usava antes de engravidar num lugar onde sejam fáceis de ver. Isso irá motivá-la a manter o seu peso sob controlo e a voltar ao mesmo peso que tinha antes de dar à luz”, lia-se.

Era também sugerido que, à medida que o dia do parto se iria aproximando, as mulheres fizessem uma revisão ao frigorífico e deitassem ao lixo a comida que estivesse a entrar no limite do prazo de validade. As grávidas deviam também preparar três ou quatro refeições, como caril ou sopa, para que os maridos “que não estão habituados a cozinhar” pudessem aquecer a comida já preparada.

Na nota do governo da cidade sul-coreana lia-se ainda que as grávidas deviam comprar “uma fita para o cabelo para que não fiquem despenteadas depois de terem o bebé”.

A nota aconselhava também a deixarem preparadas mudas de roupa para o marido e filhos. “Como estará no hospital cerca de três a sete dias, deve deixar preparada roupa interior limpa, meias, camisas, lenços e agasalhos na gaveta, para que o seu marido e filhos possam mudar.”

A agência de notícias sul-coreana Yonhap adianta que o público feminino não ficou contente com as diretrizes e questionou se o governo ainda acha “que as mulheres casadas são as governantas dos maridos“.

“É difícil respirar até ao final da gravidez, e eles ainda esperam que preparemos roupas íntimas e comida para os nossos maridos?!”, questionou uma utilizadora, numa rede social.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

André Ventura - Chega

Autárquicas serão "início do fim do reinado" de Costa. Em Moura, Ventura é apelidado de "fascista"

Esta sexta-feira à noite, em Moura, um grupo de pessoas juntou-se perto do comício de André Ventura, em protesto, apelidando o líder do Chega de "fascista". O líder do Chega, André Ventura, apresentava esta sexta-feira os …

Incêndios na Turquia chegam a zonas turísticas. Há suspeitas de mão criminosa

Os devastadores incêndios que se estão a fazer sentir na zona sul da costa da Turquia já fizeram pelo menos quatro mortes. Depois das ondas de calor mortais nas Américas, inundações na Europa e China e …

Sonae vende 24,99% da empresa que detém o Continente por 528 milhões de euros

O grupo Sonae acordou vender uma participação de 24,99% na Sonae MC, a proprietária dos supermercados Continente, por 528 milhões de euros, informou em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A alienação de …

Supertaça. Sporting e Sp. Braga defrontam-se 39 anos depois (e adeptos regressam aos estádios)

Sporting e Sp. Braga lutam este sábado pelo primeiro título da época (e os adeptos já vão estar na bancada). O encontro da 43.ª edição da supertaça Cândido de Oliveira está marcado para este sábado, …

Vacinação de crianças divide peritos. Mas sem a inoculação dos mais novos a imunidade pode não chegar

Na sexta-feira, a Direção-Geral de Saúde anunciou que recomenda que a vacinação contra a covid-19 de jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades. No entanto, o tema está a gerar controvérsia e divide opiniões …

Governo com margem política para abdicar de 15% do Novo Banco

Em 2022, o Governo tem margem política para abdicar do direito de entrar como acionista no Novo Banco (NB), inicial­mente com uma participação de mais de 2%, mas que pode subir a 15%. Para já, nem …

Tóquio2020. Biles renuncia também às finais de salto e barras assimétricas

A ginasta norte-americana Simone Biles, que renunciou à final do concurso geral individual dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, também não vai participar das finais de domingo de salto e barras assimétricas, informou esta sexta-feira a Federação …

Governo não pediu parecer à CNPD sobre as "bodycams" em polícias. Método vai "aumentar a transparência"

A proposta da nova lei da videovigilância, que vai permitir que os polícias passem a usar câmaras nos uniformes, já foi aprovada em Conselho de Ministros, mas ainda não chegou ao Parlamento. Também não foi …

Marcelo reuniu com Lula, mas não revela o teor da conversa. Presidente diz que visita é apenas de cariz cultural

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse sexta-feira à chegada a São Paulo que a cultura tem um "papel fundamental" na convergência entre Portugal e o Brasil, rejeitando que a agenda alargada de …

PSP abre processos disciplinares por uso indevido de farda em manifestação

A PSP abriu processos disciplinares, por uso indevido e incorreto do uniforme, a agentes que participaram em 21 de junho, em Lisboa, numa manifestação organizada pelo Movimento Zero, confirmou esta sexta-feira à Lusa o porta-voz, …