Grávidas com covid-19 podem ter um maior risco de lesões na placenta

As mulheres que contraem a covid-19 durante a gravidez podem correr um maior risco de sofrer lesões na placenta, concluiu uma nova investigação.

Comparativamente com as mulheres não infetadas com o novo coronavírus, as mulheres infetadas parecem ter uma maior probabilidade de contraírem lesões na placenta, sugere o novo estudo, cujos resultados foram publicados no American Journal of Clinical Pathology.

Para chegar a esta conclusão, os cientistas analisaram as placentas de 16 mulheres diagnosticadas com o novo coronavírus oriundo da China, comparando-as depois com placentas examinadas anteriormente de mulheres que deram à luz antes de 2019.

 

De acordo com o portal Gizmodo, uma das mulheres analisadas no novo estudo sofreu um abordo espontâneo à 16.ª semana de gestação, havendo ainda registo de uma outra mulher que acabou por ter um parto prematuro (34.ª semana).

Nos restantes casos, não houve registo de problemas de saúde nos bebés após o nascimento. Contudo, foram observadas evidências de lesões de fluxo sanguíneo na placenta em 12 das 15 grávidas. Seis mulheres tiveram coágulo sanguíneos na placenta e cinco tinham uma placenta menor do que era esperado.

Outras investigações publicadas em revistas científicas defendem que a covid-19 não está a causar um maior risco de complicações em mulheres grávidas. Agora, o novo estudo, frisa que o risco não é igual a zero.

“[Os bebés que nasceram] eram saudáveis (…) mas os nosso resultados indicando que muito do fluxo sanguíneo foi bloqueado e muitas das placentas eram menores do que deveriam ser “, explicou Emily Miller, autora do estudo e professora de assistente de obstetrícia e ginecologia da Northwestern University, em Chicago, nos Estados Unidos, citada em comunicado da instituição de ensino.

“As placentas são construídas com uma enorme quantidade de redundâncias. Mesmo que apenas metade [da placenta] funcione, os bebés costumam ficar bem. Ainda assim, com a maioria dos bebés de boa saúde, existe os risco de algumas gestações ficarem comprometida”, continuou a especialista.

Jeffrey Goldstein, professor de patologia na mesma universidade norte-americana, acrescentou na mesma nota de imprensa: “A maioria destes bebés nasceu após gestações normais. Por isso, não esperámos encontrar nada de errado com as placentas, mas este vírus parece estar a induzir algum tipo de lesão“.

“Não parece induzir resultados negativos em bebés que nascem com vida, com base nos nosso dados limitados, mas [esta investigação] valida a ideia de que mulheres infetadas com a covid-19 devem ser acompanhas de perto”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …

Defesa de Salgado alega diagnóstico preliminar de Alzheimer do ex-banqueiro

A defesa do antigo presidente do BES, que está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança no âmbito da Operação Marquês, pediu ao tribunal uma perícia médica devido ao seu diagnóstico preliminar …

Três norte-americanos emitem carbono suficiente para matar uma pessoa, revela estudo

O estilo de vida de três norte-americanos leva a uma emissão de carbono suficiente para matar uma pessoa, revelou um novo artigo, concluindo ainda que as emissões de uma única usina a carvão podem causar …

Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta "fortemente" a proteção contra a variante Delta

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas. Depois de …

Estabelecimentos abertos até às 02h00. Máscaras na rua acabam em setembro

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a partir do Palácio Nacional da Ajuda, as novas medidas de desconfinamento decididas no Conselho de Ministros. António Costa começou por referir que, graças às medidas restritivas dos últimos tempos, é …

Surpresa na Liga dos Campeões: Celtic é uma equipa de "terceira divisão"

Críticas à qualidade do plantel do gigante escocês, que nem passou da segunda pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Midtjylland fez a festa. Há uns tempos seria uma surpresa mas, nos anos mais recentes, …