A Grande Muralha (Verde) do Sahara. Parede viva de 8.000 quilómetros vai combater os efeitos da desertificação

A iniciativa Grande Muralha Verde espera restaurar 100 milhões de hectares de terra no norte da África até 2030.

No último século, o deserto do Sahara expandiu em mais de 10%: cobre agora uma área superior a 8,6 milhões de quilómetros quadrados e abrange 11 países do Norte de África.

A região do Sahel é a mais afetada – a água é cada vez mais escassa; a qualidade do solo está a deteriorar-se a cada segundo que passa; e a falta de vegetação está a causar preocupações relacionadas com a insegurança alimentar. De acordo com a ONU, cerca de 135 milhões de pessoas estão em risco.

Em 2007, a União Africana lançou um plano ambicioso para proteger as comunidades do Sahel. A iniciativa Grande Muralha Verde tem como objetivo restaurar, na próxima década, 100 milhões de hectares de terra entre o Senegal e o Djibouti, com a criação de uma espécie de “parede viva” – uma área de 15 quilómetros de largura e 8 mil quilómetros de comprimento de árvores, vegetação, pastagens e plantas.

Segundo a CNN, até agora, foram restaurados cerca de 4 milhões de hectares, apenas 4% da meta final. Os países não baixaram os braços e já impuseram várias medidas de conservação, como sistema agroflorestais, reflorestação e ainda uma técnica que impede o movimento da areia durante um período de tempo para permitir que a vegetação natural cresça e se estabeleça.

A Etiópia foi o país que mais restaurou até agora, tendo plantado mais de 150 mil hectares de terras reflorestadas e 700 mil hectares de socalcos – que juntos formam uma área com mais de cinco vezes o tamanho de Londres.

Elvis Paul Tangem, coordenador da iniciativa Grande Muralha Verde na Comissão da União Africana, disse ao matutino que entre as maiores lições aprendidas até agora está a colaboração entre a comunidade. Aliás, o projeto é tão ambicioso que só se torna possível realizá-lo com a ajuda dos residentes locais.

Em áreas áridas, é fácil plantar uma árvore, mas é difícil e caro cultivar uma. Envolver a comunidade na iniciativa pode ser vital para a sustentabilidade do projeto.

Além da meta da Grande Muralha Verde para a restauração de terras, há também a ambição de criar 10 milhões de empregos no meio rural. Até agora, foram criados 335 mil e o cultivo de frutas e produtos florestais já rendeu cerca de 90 milhões de dólares, segundo os dados da ONU.

Ao envolver 11 países, esta iniciativa pode também ajudar a unir os líderes africanos. A Grande Muralha Verde pode mesmo ser uma solução baseada na natureza, mas com impacto global.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A Lilium testou o seu táxi voador de quinta geração — com direito a vídeo e som

Empresa alemã quer tornar-se uma referência do transporte aéreo de nova geração, pelo que se tem esforçado por responder a todos os pedidos e solicitações de melhorias enviadas por possíveis compradores. O modelo eVTOL da empresa …

Irão disponível para negociações sobre acordo nuclear nas próximas semanas

O Irão retornará às negociações sobre a retomada do acordo nuclear de 2015 nas próximas semanas, avançou o Ministério dos Negócios Estrangeiros esta terça-feira, apesar das suspeitas das potências ocidentais sobre a estratégia de Teerão …

Depois do Loon, nasce o Taara. Projeto usou lasers para transmitir 700TB de dados

Depois da morte do Projeto Loon, no início do ano, nasceu o Projeto Taara, que utilizou lasers para transmitir 700TB de dados através do rio Congo. O projeto muda, o nome é diferente, mas a missão …

Vizela - Paços de Ferreira bateu recorde de assistência na I Liga

Maior número de adeptos do campeonato também foi registado nesta jornada, no Benfica-Boavista; mas em termos de ocupação do estádio, o Vizela deixou longe toda a concorrência. Desde os anos 80 do século passado que não …

150 anos antes da viagem histórica de Colombo, um frade italiano escrevia sobre a America

Por volta do ano 1340, Galvano Fiamma registou, na sua Cronica universalis, a existência de terras a oeste da Gronelândia habitadas "por gigantes". Trata-se da primeira menção documentada do continente americano no Mediterrâneo, cerca de …

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …