Governo vai injectar 4 mil milhões de euros na Caixa

Tiago Petinga / Lusa

António Costa e Mário Centeno

António Costa e Mário Centeno

O governo já aprovou a recapitalização pública da Caixa Geral de Depósitos em 4 mil milhões de euros, garante o jornal Expresso deste sábado, notando que António Costa já começou a lançar “charme” às instâncias europeias para viabilizar o processo.

O jornal Expresso adianta que a injecção de capital público no Banco foi uma das condições impostas a António Costa por António Domingues, o actual vice-presidente do BPI que o governo quer colocar à frente da Caixa.

E, perante o aval à recapitalização, o futuro presidente da CGD já estará a trabalhar com António Costa no sentido de definir um plano estratégico para proceder a esta injecção que o governo terá que negociar com a Comissão Europeia.

O primeiro-ministro já terá falado do assunto com a presidente do Conselho de Supervisão do Banco Central Europeu, Danièle Nouy, e com a líder do Conselho Único de Resolução, Elke König, de acordo com o mesmo jornal, que sublinha que houve boa receptividade destas autoridades europeias para a recapitalização.

Mas segundo realça o Expresso, o Estado pode optar por injectar estes 4 mil milhões na CGD como “um investimento com retorno prometido” e não como uma mera ajuda pública, cenário em que não seria necessária a autorização da Direcção Geral da Concorrência da CE.

Esta semana, a Caixa apresentou prejuízos da ordem dos 74 milhões de euros, no primeiro trimestre do ano, valor em contraponto com os 2,1 milhões de euros de lucros obtidos no mesmo período do ano passado.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Olhe sr. engenheiro costa, primeiro ministro em exercício em Portugal, acho muito bem que injecte quatro mil milhões de dinheiro de contribuintes na Caixa. Mas não se esqueça a seguir de nomear como administrador-mor o sr. vara e quejandos, porque assim vamos tendo sempre dinheiro «fresco» na dita Caixa. E é bom levantar uma notinhas novas que ainda cheiram a fábrica…

  2. Afinal injectar dinheiro do Estado na falida CGD já não é problema para a esquerda porque evidentemente trata-se de um banco público que como infelizmente quase todas as empresas públicas estão falidas e descapitalizadas, como mudam de opinião tão facilmente!

  3. O Governo em vez de INJETAR o dinheiro dos portugueses que INJETE os bens do crédito e os bens dos responsáveis pelo pedido de crédito e dos MAUS GESTORES que autorizaram tal BURRICE, para garantir que isto não se volta a repetir.

Grécia vai fechar os três maiores campos de refugiados nas ilhas do Mar Egeu

A Grécia anunciou, esta quarta-feira, que os três maiores campos de migrantes nas ilhas de Lesbos, Samos e Quios, no Mar Egeu, serão fechados e substituídos por estruturas fechadas que triplicarão a sua capacidade. "Descongestionar as …

Preços dos passes da Área Metropolitana do Porto devem manter-se em 2020

A Área Metropolitana do Porto (AMP) revelou esta quarta-feira que pretende manter inalterados os preços das assinaturas mensais Andante, em 2020, apesar da Taxa de Atualização Tarifária (TAT) de 0,38%. Em resposta à Lusa, aquela entidade …

Diplomata suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico detido

A PSP conseguiu deter, esta quarta-feira, o diplomata guineense suspeito de ter atacado o companheiro da ex-namorada com ácido sulfúrico. Depois do incidente, em Sintra, as autoridades não tinham conseguido prender por causa do seu …

TAP baptiza avião em homenagem a Raul Solnado

Raul Solnado, um dos maiores nomes do humor português, vai dar nome, a partir desta quinta-feira, a um avião da TAP. A homenagem acontece no Dia Mundial da Televisão. O batismo do "Avião Raul Solnado" acontecerá …

Fisco quer devolução de 3,5 milhões de euros por erro em declarações de IRS de 2015

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou um erro na liquidação de declarações de IRS relativas a 2015, que implicou um novo apuramento do imposto em cerca de dez mil declarações no valor de 3,5 …

Afeganistão declara derrota do Daesh no principal bastião no país

O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, anunciou esta terça-feira a derrota do grupo extremista Daesh na província de Nangarhar, no leste, considerado um dos principais bastiões do grupo 'jihadista' no país. "Quem poderia imaginar há um …

Parlamento vota Orçamento do Estado a 10 de janeiro

O Orçamento do Estado para 2020 será discutido na generalidade em 9 e 10 de janeiro, na Assembleia da República, com votação final global marcada para 7 de fevereiro. Segundo o jornal Público, as duas primeiras …

Legionella. Fase de instrução do surto de Vila Franca de Xira começa hoje

O início desta fase facultativa, em que o Tribunal de Instrução Criminal de Loures vai decidir se o processo segue e em que termos para julgamento, está agendado para as 09h30 e decorrerá à porta …

Um dos mais influentes empresários de Malta foi detido no caso da morte de jornalista

Foi detido no seu iate o magnata Yorgen Fenech, um relevante empresário de Malta, no âmbito das investigações à morte da jornalista Daphne Caruana Galizia que estava a investigar pessoas influentes do país pelo alegado …

Presidente argentino diz que vai pagar dívida ao FMI, mas recusa mais ajustes fiscais

O Presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, assegurou na terça-feira ao Fundo Monetário Internacional (FMI) que o país vai cumprir com os compromissos em matéria de dívida, mas rejeitou aplicar mais ajustes fiscais. "Desenvolvemos um plano …