Governo vai dar bónus salarial aos funcionários dos serviços públicos mais poupados

Mário Cruz / Lusa

-

Os funcionários públicos que conseguirem implementar medidas de poupança nos serviços, sem perder a qualidade dos mesmos, vão ser recompensados pelo governo com um bónus salarial. A medida está ainda a ser ultimada, mas deverá avançar até ao final de Maio.

O Jornal de Negócios nota que, no âmbito do Programa Nacional de Reformas, que foi aprovado este mês, o Governo quer implementar um sistema de recompensas salariais aos funcionários da Administração Pública que sejam capazes de concretizar medidas de poupança nos serviços, sem pôr em causa a respectiva qualidade.

Os modelos de retribuição a implantar deverão ser definidos até ao final de Maio, adianta o Negócios. Esse bónus salarial deverá ser atribuído em função da percentagem da redução da despesa concretizada e deverá ter um tecto máximo.

O pagamento deverá ser feito juntamente com o vencimento dos funcionários públicos ou, em contrapartida, como investimento na respectiva formação profissional, de acordo com a mesma fonte.

Estes detalhes estão ainda, a ser ultimados pelo Governo que também ainda não terá definido se o esquema de retribuição será aplicado em todos os serviços da Função Pública ou se apenas em alguns.

Certo é que o Executivo tem também que ponderar ainda, os impactos orçamentais da medida, já que, mesmo que esteja em causa a promoção da poupança, também implicará o pagamento de rendimentos adicionais. Assim, a despesa pública continua a ser afectada.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Isso é perfeitamente possivel. A maioria das chefias não preste, não sabe nada e não faz nada. Acabe-se com elas. Tambem podemos poupar nos prémios a quem nada faz. Podemos eliminar varios lugares de representação, tais como na protação civil aqueles que andam de carro para casa e para o trabalho, enquanto outros tem de ir no seu meio de transporte, o que é o mais correto. Os politicos anderem nos seus carros. MAS TODOS. Mas tambem penso que alguns devia puxar o seu próprio transporte. Fico por aqui, mas há mais.

  2. Esta pouca vergonha ninguém reforma, nem com a bancarrota e com a geringonça já estão a distribuir os nossos impostos por estes porcos que nada fazem e passam uma vida inteira a espera do salario no fim do mês que é sempre garantido. Salario medio bem acima do privado. Escumalha os que lá estão e os que os puseram lá (governos incluídos). Quantos funcionários abandonaram a f publica por causa dos cortes? Pois… há muito para cortar.

  3. E eu a vê-los passar, ele é da câmara a casa, da câmara para a escola dos filhos, da câmara para o café, ou gabinete de arquitectura particular, hipermercados e vice versa, todos dias, em viaturas das câmaras “e outros serviços” depois a despesa aumenta e a massa nunca chega então aumenta-se o imi e outros impostos e ninguém vê nada, já denunciei a situação há longo tempo, a quem de direito, e nada até hoje.

  4. Parece que ninguém sabe bem como tudo isto funciona. Há inúmeros organismos públicos que dão por si a “rebentar” dinheiro, pura e simplesmente para não ficar com orçamento sem gastar no final do ano, o que traria a consequência da diminuição do orçamento no ano seguinte. Assim, e para não diminuir o orçamento, gasta-se só por se gastar. Isto é tudo um escândalo e pago com o dinheiro dos impostos de quem trabalha. Ladrões!

  5. mais uma vez os senhores pulhíticos querem apanhar “macacos” com uns amendoinzitos!!!! eleições aproximam-se!!!!

RESPONDER

PJ investiga ameaças a 3 deputadas, à SOS Racismo e aos familiares. “Têm 48 horas para sair de Portugal”

A Polícia Judiciária está a investigar um e-mail enviado a um grupo de dez pessoas em que é dado um prazo de 24 horas para que as mesmas abandonem "território nacional" em 48 horas e …

Área Metropolitana de Lisboa em contingência até ao fim de agosto

O Governo vai manter a Área Metropolitana de Lisboa (AML) em situação de contingência até ao final de agosto, apurou o jornal Observador junto do Executivo socialista liderado por António Costa. De acordo com o …

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …