Governo quer cortar num ano em pensões quase o que cortou nos últimos 4

portugal.gov.pt

Ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque

Ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque

As medidas de austeridade impostas aos pensionistas permitiram uma poupança de 762 milhões de euros nos últimos quatro anos – um valor quase ultrapassado pela poupança de 600 milhões de euros que o Governo pretende, apenas em 2016, com a reforma prevista do sistema de pensões. 

Segundo dados da execução orçamental, a que o Diário de Notícias teve acesso, a despesa com pensões da Segurança Social começou a cair este ano, algo que nunca tinha acontecido nas séries longas do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, que remontam a 2001, publicadas pelo Banco de Portugal.

Em abril, de acordo com os dados da execução orçamental que permitem atualizar essas séries, pagaram-se ao todo 4,8 mil milhões de euros em pensões, uma queda de 2,1% (menos 104 milhões de euros) face a abril de 2014 – e 762 milhões abaixo do nível registado em abril de 2011, quando Portugal pediu a intervenção da Troika.

Esta poupança, descreve o DN, foi conseguida graças às medidas tomadas nos últimos anos, nomeadamente com o adiamento da idade efetiva de reforma, o congelamento da atualização das pensões, a suspensão parcial das reformas antecipadas e a contribuição especial de solidariedade (CES) sobre as pensões de maior valor.

Por comparação, os valores da poupança relativamente a 2011 sublinham a dureza da reforma do sistema de pensões, prevista no Programa de Estabilidade 2015-2019, através da qual o Governo prevê poupar 600 milhões de euros apenas em 2016.

O anúncio de Maria Luís Albuquerque sobre o novo corte nas pensões já ameaça causar fissuras na coligação.

ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Apenas dizer a senhora ministra, M.L.A. ela e o seu governo têm os dias contados,
    mais será que também esta a espera de um tacho lá para os lados de Bruxelas!
    porquê tanta INSENSIBILIDADE deste governo? A senhora já visitou muitos destes pensionistas? Faça uma visita, dispa o traje de rigor e olhe bem para o seu povo e ouça-os.

  2. É de facto escandaloso. expliquem-me, por favor, ilustres membros do governo, porque é que devemos continuar a descontar balúrdios todos os meses, quando o esforço desenvolvido durante anos não vai dar em nada. Sou partidário de começar a pensar em ser eu a poupar para mim e deixar de ser espoliado por um estado caduco e que nos continua a enganar.

  3. Mas quando é que esta marilu está calada? Desde que , de deslumbrada passou a convencer-se, por subserviência , ao reino alemão, que lhe deu elogios, só passou a dizer asneiras.
    Será que já alguém lhe disse , que Portugal é um dos países mais pobre da OCDE?
    Será que alguém lhe disse que temos um dos índices mais elevados de níveis de pobreza da União Europeia?
    Então , acha que se deve continuar a cortar salários e pensões?
    Eu sou do tempo do governo de Salazar e Marcelo Caetano, e posso garantir que estas decisões deste governo, em particular da marilu, são cópias desse tempo.

  4. Ainda não vi nenhum membro do governo ou deputado dizer que prescindiam das mordomias que lhes são atribuidas, redução de salários, retirada de viaturas, cartões de credito, subsidios de deslocação, subsidios de deslocalização, etc, etc, etc.. Assim faziam ver ao povo que realmente estão interessados em combater os excessos. De outro modo, é a mesma m….., sempre.

  5. Lá vamos nós outra vez, pelo menos agora tirem só metade a quem ganha mais de 5000 de reforma e que nunca descontaram para tal reforma durante uns dois anitos não mexam é nas pensões dos velhitos que mal tem para comer e por vezes se não fossem os filhos a morar com eles e ajuda-los já muitos tinham morrido de fome, novamente a nossa vergonha de politica e políticos.

  6. Neste desgoverno que o Povo maioritária mente não escolheu, ( 63% de abstenções com 6% de votos nulos e brancos ) e que não se revêm nesta democracia de 5 partidos que tudo sugam, tudo comem à sua volta ( para eles e partidos não falta ) foi como uma tragédia politica que caiu em Portugal, após o 25 de Abril de 1974. As máfias politicas e maçónicas estão instaladas e sugam com impostos as famílias e cidadãos em geral instaurando o caos e o medo do amanhã. Lamentável o não cumprimento da Constituição da República e leis do País e que o presidente da republica não olhe para os interesses do País e seus cidadãos, mas sim para o interior do partido.

  7. Ninguém tem culpa da profissão que a mãe teve. A família não se escolhe, é aquela que nos calha. Mas escolher os “amigos” já tem muito que se lhe diga…

  8. Ninguém havia de aparecer nas urnas para votar, nem sequer dar o nome. Porque não há nenhum politico que se aproveite no parlamento.Hoje um voto nulo significa para eles isto (concordamos com o sistema,mas não sabemos em qual politico a votar ). Assim o dinheiro dos votos nulos é repartido por todos os partidos.

  9. Nao ha direito desconta-se toda uma vida e depois roubam-nos o dinheiro esses bandidos ao menos deem o que nos obrigam a pagar.Filhos de uma “pega” essa albuquerque porque nao experimenta um ano pagar so ordenados e ficar com os subsidios vai ver que ganha mais do que estar a roubar quem precisa. Pessoalmente descontei 41 e um anos mais de metade como trabalhador independente deram uma reforma roubando-me 50% e dizem esses bandidos que ao abrigo do decreto nao sei quantos e assim fico todos os meses sem o meu dinheiro que descontei , odeio estes facinoras que se governam com o nosso sofrimento . tenho a conviccao que um dia paguem tudo quanto estao a fazer a alguns portugueses nem que seja tira-los ao mundo.

Totti deixa Roma. "Chegou o dia que eu esperava que nunca chegasse"

O diretor técnico da Roma anunciou que vai deixar o cargo, por as suas opiniões não terem sido consideradas na escolha do novo treinador da equipa de futebol, o português Paulo Fonseca. "Chegou o dia que …

Bruges limita turismo "para não se tornar uma Disneylândia"

Burges, na Bélgica, é a mais recente cidade europeia a impor limites ao turismo para que "não se torne a Disneylândia". Dirk De Fauw, presidente da câmara local, anunciou em declarações ao jornal Het Nieuwsblad que …

Hospital Santa Maria abre inquérito a morte de Ruben Carvalho

A administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte decidiu abrir um processo de inquérito na sequência de notícias sobre eventual negligência hospitalar no internamento do histórico dirigente do PCP. Fonte oficial do Centro Hospitalar, que integra o …

Nós, Cidadãos! convida Aliança para coligação. Partido de Santana ainda está "a examinar"

O partido Nós, Cidadãos! desafiou a Aliança para uma coligação eleitoral “ao centro”, mas fonte oficial da força política liderada por Santana Lopes esclareceu que ainda está “a examinar”. O presidente do Nós, Cidadãos!, Mendo Castro Henriques, confirmou à …

Benfica desmente negociações com Atlético de Madrid por João Félix

O Benfica desmentiu, em nota divulgada esta segunda-feira, todas as notícias que dão conta de uma transferência iminente de João Félix para o Atlético de Madrid. João Félix tem feito capa em vários jornais espanhóis, que insistem …

Não havia tantos pré-avisos de greve desde o tempo da troika

Nas próximas semanas, são poucos os dias úteis que não têm pelo menos uma greve. Se o ritmo se mantiver, este será o ano da legislatura com mais pré-avisos. Dos hospitais aos tribunais, passando pelos transportes …

“Maré vermelha” interdita banhos em várias praias do Algarve

As praias entre a Ilha do Farol e Vilamoura, no Algarve, estão interditadas a banhos devido a uma concentração de uma alga marinha que pode ser perigosa para a saúde. As praias algarvias entre a Ilha …

Gulbenkian vende petrolífera Partex por 555 milhões de euros

A Fundação Gulbenkian assinou, esta segunda-feira, um acordo para a venda da Partex com a PTT Exploration and Production por 555 milhões de euros. Em comunicado hoje divulgado, a Fundação Gulbenkian informou que "a operação terá um …

Ex-diretor revela carta que desmente Berardo sobre créditos na CGD

O ex-diretor de grandes empresas da CGD afirmou que José Berardo enviou uma carta dirigida a Carlos Santos Ferreira, ex presidente do banco, a solicitar a abertura do crédito de 350 milhões de euros para …

Suecos burlaram multinacionais em 1,7 milhões de euros a partir de Setúbal

Um casal de suecos burlou várias empresas multinacionais com um esquema de roubo de emails praticado a partir de Setúbal. Estas empresas chegaram a transferir 1,7 milhões de euros até à detenção do casal. Michel M., …