Governo quer manter pontes com a esquerda, mas só as constrói com o PCP. Bloco e PAN queixam-se

António Cotrim / Lusa

O Bloco de Esquerda defende a necessidade de um Orçamento Retificativo, o PCP diz que não há necessidade e a esquerda vai desalinhando aos poucos. O Executivo vai mantendo conversas com os comunistas, enquanto BE e PAN se queixam das portas fechadas.

O Expresso avança, esta sexta-feira, que há divisões à esquerda no que respeita ao Orçamento Retificativo e quanto à velocidade da aplicação dos apoios sociais e económicos. Apesar do desalinho, o PCP tem sido informado sobre as medidas incluídas no Orçamento, ao contrário do BE e do PAN, que se queixam da falta de contacto com o Governo.

O Bloco de Esquerda considera óbvia a necessidade de recorrer a um Retificativo, uma vez que “é evidente que o Orçamento não tem estrutura para enfrentar o que está à nossa frente”, segundo explicou ao semanário um dirigente do partido.

Segundo o BE, a necessidade torna-se ainda mais clara depois das correções já feitas pelo Governo (nos apoios a desempregados ou a pais em teletrabalho), que “confirmam a razão” do partido ao votar contra o último Orçamento do Estado.

Ao Expresso, vários dirigentes disseram não haver quaisquer conversações a decorrer, uma tese que é contrariada pelo Governo. Ao mesmo semanário, um governante explicou que o Bloco já foi chamado pelo Executivo para reuniões, uma delas na semana passada. Da parte do Bloco, sustentou, não tem havido “nenhuma solicitação” para que tal aconteça.

O PCP não concorda com o partido de Catarina Martins e descarta a necessidade de recorrer a um Retificativo. Segundo João Oliveira, líder parlamentar, é preciso que o Governo “recorra à base” que já tem prevista no OE2021.

Sobre o Orçamento Retificativo, “não abordámos o Executivo nem fomos abordados”, confessou ao Expresso, adiantando que o partido questiona o Governo quinzenalmente sobre o andamento das medidas e apoios previstos, usufruindo de um ponto de situação sempre atualizado.

O PAN queixa-se de não ter a atenção do Executivo, com quem procura reunir-se para apresentar propostas de alteração no âmbito das apreciações parlamentares. Segundo o matutino, o partido aponta uma falta de abertura do Governo.

Tanto André Silva como Inês Sousa Real têm insistido na necessidade de os apoios chegarem às famílias e às empresas e de se reforçar a área da Saúde Mental face aos impactos da covid-19. O PAN tem também apresentado várias propostas nas áreas da Educação, Saúde e contexto laboral.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …

Após terramotos e deslizamentos, a "cidade moribunda" de Itália ainda resiste no topo de uma montanha

Chamar-se a si mesmo de "Cidade Moribunda" pode não parecer a melhor forma de atrair turistas, mas Civita, em Itália, aprendeu a viver com o facto de estar a morrer. Há vários séculos, a cidade …

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …