Governo já pagou o arranjo dos Kamov, mas estes não vão voar

Nuno André Ferreira / Lusa

Aos Kamov falta uma peça importante para a segurança da aeronave, que pode custar cerca de “75 mil euros”. O contrato manda que seja a Everjets a pagar esta fatura.

O Público avança hoje que os três Kamov do Estado estão parados há três meses no hangar de Ponte de Sor e não deverão voltar às pistas a tempo da época de incêndios, apesar de já terem sido inscritos, pelo ministro da Administração Interna, na lista das aeronaves que vão combater os incêndios este verão pelo Governo.

Em janeiro, o Estado terá pago à Everjets o valor das peças em falta para a reparação, mas agora surge um novo problema, para o qual nem a Proteção Civil conseguiu arranjar solução.

Aos três helicópteros pesados do Estado falta uma peça que compromete a segurança da aeronave, o System Control PC-60, que custa, de acordo com a Everjets, “cerca de 75 mil euros”, mas que pode chegar aos 300 mil euros.

O contrato assinado entre a Everjets, empresa responsável pela manutenção dos helicópteros, e o Estado dita que a fatura destas peças fique toda do lado da empresa. No entanto, sobre a Everjets, os concorrentes dizem que está em dificuldades financeiras e que vendeu, no último mês, alguns helicópteros para fazer face aos problemas.

O presidente da empresa, Ricardo Dias, nega as dificuldades.

De acordo com o Público, desde a assinatura do contrato entre o Estado e a Everjets, em 2015, a empresa é responsável por todas as fases da cadeia, ou seja: é responsável por operar os aparelhos, por assegurar a sua manutenção e ainda tem de garantir as condições totais de aeronavegabilidade, sem as quais a ANAC não atribui licenças de voo.

“Ao contrário do anterior contrato, em que o Estado pagava mais por hora de voo do que paga agora pela operação e manutenção, neste contrato as peças também estão incluídas”, admite a empresa.

A peça que está no centro da discórdia é, para o regulador da aviação civil, uma peça importante em termos de segurança e o facto de o seu prazo de validade ter expirado não dá garantias aos técnicos nem à administração do regulador de que os riscos de segurança/acidentes estejam completamente afastados.

A Autoridade Nacional de Aviação Civil confirma que, para dar a licença de voo aos três helicópteros pesados do Estado, precisa de uma de duas soluções. Ou os helicópteros recebem as peças novas, ou a sua congénere russa assume responsabilidade pela utilização das peças atuais e fora do prazo de validade

Em relação a este ponto, a Everjets justifica que a “autoridade russa já esclareceu há alguns meses que a autorização para o prolongamento de vida das peças é da responsabilidade da KAMOV JSC”, ou seja, do fabricante.

De acordo com a Everjets, os representantes da KAMOV estiveram em Portugal para validar a manutenção dos helicópteros, mas foram expulsos no dia 28 de março, quando a ANPC decidiu selar as instalações de Ponte de Sor alegando que estavam a ser desviadas peças.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Quanto a mim o melhor caminho a dar-lhes é um museu com a devida informação ao público do melhor negócio feito pelo Estado Português em que toca a helicópteros.

  2. nao sei porquê mas ja vi que no fim disto tudo as empresas de manutençao tiram o “cavalinho” da chuva e vao ser os contribuintes a pagar a factura
    sendo assim, devemos ter os helicopteros la para o invermo do ano que vem (quando nao fazem falta). mas o melhor é manda-los para a sucata.
    será que nao ficaria mais barato equipar os c130 com os kit e po-los a apagar os fogos?
    pelo que ja ouvi, sao os pilotos da força aerea com formaçao em fogos que andam a pilotar os avioes civis.
    porque nao juntam o utl ao agradavel e assim poupava-se algum dinheiro, a nao ser que haja interesses monetarios por tras destes negocios

Um "palhaço" que vai apunhalar os iranianos nas costas. Líder supremo do Irão arrasa Trump

O líder supremo do Irão classificou esta sexta-feira o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como "um palhaço" que finge querer ajudar os iranianos, mas vai atacá-los pelas costas com "um punhal envenenado". As declarações do …

"Lava que se farta". Justiça dá razão a Ana Gomes no processo movido por Isabel dos Santos

A ex-eurodeputada Ana Gomes venceu um dos processos que foi movido contra ela por Isabel dos Santos. Em causa estão publicações no Twitter, onde a diplomata acusava a empresária angolana de estar a usar Portugal …

Secretário da Cultura brasileiro vai ser demitido depois de se inspirar em discurso nazi de Goebbels

Roberto Alvim, secretário da Cultura brasileiro, fez um discurso esta quinta-feira copiando um discurso muito conhecido do ministro da propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels. O secretário da Cultura do Brasil, Roberto Alvim, divulgou um vídeo …

Presidente da Guatemala anuncia corte de relações com Venezuela

O novo Presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, anunciou na quinta-feira que ordenou o corte de relações com a Venezuela e o encerramento da embaixada neste país. Alejandro Giammattei, médico e ex-diretor do Sistema Penitenciário da Guatemala, …

Bolsonaro vai manter secretário acusado de irregularidades no Governo

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, defendeu hoje o titular da Secretaria Especial da Comunicação Social (Secom, órgão da Presidência), Fabio Wajngarten, acusado de alegadas irregularidades em contratos, garantindo que o manterá no cargo. “Pelo que eu …

FC Porto empresta Waris ao Estrasburgo com opção de compra obrigatória

O avançado ganês foi emprestado pelo FC Porto ao Estrasburgo até ao final da temporada, num negócio que inclui uma cláusula de opção de compra obrigatória. No final do empréstimo, o Estrasburgo fica obrigado a contratar …

Miguel Guimarães reeleito bastonário da Ordem dos Médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, foi eleito esta quinta-feira para um segundo mandato, com 93% dos votos. De acordo com os resultados provisórios avançados pela Ordem, estando contados 16.723 votos, Miguel Guimarães foi …

Governante sugere "chazinhos e bolos" para acabar com agressões nas salas de espera dos hospitais

"Salas de espera com bom aspecto, com televisão, revistas" e com "chazinhos e bolos" podem ajudar a reduzir o "clima de tensão" que se vive em alguns hospitais, contribuindo para acabar com as agressões a …

Detidos cinco suspeitos da morte de jovem cabo-verdiano em Bragança

A Polícia Judiciária anunciou, esta sexta-feira, que foram detidos cinco homens, suspeitos de estarem envolvidos na morte do estudante cabo-verdiano, em Bragança. A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, em comunicado, que procedeu, esta quinta-feira, a "buscas domiciliárias, …

Cláudio Monteiro renuncia a cargo de juiz do Tribunal Constitucional

O juiz renunciou ao mandato do Tribunal Constitucional por ter sido, entretanto, nomeado Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal. O juiz Cláudio Monteiro renunciou, esta quinta-feira, ao mandato de juiz do Tribunal Constitucional (TC), de acordo com …