Governo não vai mesmo pagar indemnizações por concessões revertidas

matthijs / Flickr

-

O ministro do Ambiente afirmou que não foram apenas razões políticas que estiveram por trás da reversão das concessões de transportes urbanos em Lisboa e Porto, reafirmando a existência de ilegalidades nos processos de subconcessão.

De acordo com o Observador, João Pedro Matos Fernandes afirmou esta terça-feira no Parlamento que havia também razões legais, financeiras e ambientais para travar o processo que foi posto em marcha pelo anterior Governo, já na fase final da legislatura.

Na audição sobre a proposta de Orçamento do Estado para 2016, o ministro do Ambiente garantiu que apesar do esforço do atual Governo para encontrar poupanças com estes processos, “o risco financeiro era brutal e nem sequer a poupança poderia estar garantida”.

O Jornal de Negócios relata que Matos Fernandes disse que da análise que foi feita aos processos de subconcessão foram encontradas auditorias externas “que revelam a destruição na ordem dos 30% dos ativos destas empresas”.

O ministro explicou algumas regras que não foram cumpridas, por exemplo, a prever-se a possibilidade de se poderem adquirir veículos em segunda mão e exclusivamente veículos a gasolina, contrariando o plano de alterações climáticas.

Por outro lado, o ministro considera de que as concessões não teriam luz verde do Tribunal de Contas porque, sendo classificados como operadores internos, a lei só permite subconcessionar um terço da operação e não a quase totalidade da atividade das empresas em causa – Metro de Lisboa, Carris, STCP (o Metro do Porto sempre foi uma concessão).

Matos Fernandes reafirmou que a expectativa do Governo é que “não exista qualquer indemnização a ser paga às empresas que concorreram”. “Tenho imenso respeito pelas empresas que concorreram, mas concorreram a um concurso com ilegalidades”, frisou o responsável.

As concessões são um dos temas da audição do ministro do Ambiente, que se realiza no quadro da discussão do Orçamento do Estado 2016.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Como é evidente não sei qual será o desfecho deste processo mas o mesmo enferma desde o inicio, tal como o da TAP, de graves problemas de ordem legal devido á pressa do governo do Coelho e do irrevogável de privatizarem tudo e mais alguma coisa antes das eleições.

  2. Duas coisas parecem certas, a primeira voltarmos a ter os transportes quando a CGTP muito bem entender e continuarmos a pagar todos caro um mau serviço que quando serve é apenas alguns e a segunda parece ser um bom incentivo a novos investimentos por parte dos empresários estrangeiros em Portugal.

  3. Depois choram que nos apertam as carteiras.
    Não entendo, porque raio de carga de água, quer o povo ficar com empresas que nos custam milhões. Quem é que pensam que paga os prejuízos e a mama dos diretores, que ganham ordenados chorudos e ainda têm regalias de fazer inveja?? Somos nós todos!
    Vendam mas é essa porcaria toda.

RESPONDER

Já são conhecidos os jogos da final a oito da Liga dos Campeões

O sorteio dos jogos da 'final eight' da Liga dos Campeões realizou-se na manhã desta sexta-feira, em Nyon, na Suíça. Todos os encontros da competição disputam-se em Lisboa, entre 12 e 23 de agosto, sem …

Governo estuda regime de lay-off específico para setor do turismo

O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reuniram-se na quinta-feira com a Confederação do Turismo de Portugal para estudar um regime de lay-off específico para esse setor. Devido ao grande impacto …

"Vou apertar com Rangel para ver se ele resolve aquela merda". Escutas comprometem Vieira na Operação Lex

Novas escutas reveladas comprometem o presidente benfiquista na Operação Lex. "Vou apertar com Rangel para ver se ele resolve aquela merda", disse Luís Filipe Vieira. A revista Visão relevou as conversas telefónicas, ouvidas durante quase um …

Beneficiários da ADSE vão pagar mais pelas consultas

Os beneficiários da ADSE passarão a pagar mais pelas consultas, escreve esta sexta-feira o Jornal de Negócios e o semanário Expresso, que citam a proposta da nova tabela de preços do sistema de saúde dos …

"Classe distinta". Bruno Fernandes já fez aquilo que nunca ninguém tinha feito na Premier League

O internacional português Bruno Fernandes esteve diretamente envolvido em 13 golos nos primeiros dez jogos que disputou com a camisola do Manchester United. É uma marca que nunca nenhum outro jogador da Premier League conseguiu …

OMS: Portugal não foi escolhido por acaso para acolher a Champions. Foi dos que melhor lidou com a covid-19

Portugal “não foi escolhido por acaso” para acolher a final da Liga dos Campeões de futebol, mas porque “foi um dos países que melhor lidou” com a covid-19, assinala um conselheiro da Organização Mundial da …

Há quatro anos, Ronaldo saiu em lágrimas e Paris foi surpreendida pelo "patinho feio"

Foi precisamente há quatro anos que Portugal sagrou-se campeão europeu de futebol. Na final da competição, a Seleção derrotou a anfitriã França, por 1-0. Portugal começou o Euro 2016 com o pé esquerdo. Num grupo com …

China alerta para pneumonia "mais mortal" do que a covid-19. Informações "incorretas", garante Cazaquistão

A Embaixada da China no Cazaquistão alertou esta quinta-feira os cidadãos chineses para uma pneumonia desconhecida, cuja mortalidade é "muito maior" do que a covid-19. De acordo com o jornal chinês Global Times, que cita um …

Cláusula "secreta" permite nacionalização encapotada do Novo Banco

Na eventualidade de um cenário adverso, um mecanismo exigido por Bruxelas prevê a intervenção direta do Estado no Novo Banco. Isto pode levar a uma espécie de nacionalização encapotada. A venda do Novo Banco ao fundo …

Descoberta uma mina de ocre pré-histórica nas cavernas subaquáticas do México

As cavernas subaquáticas ao longo da península de Yucatán, no México, contêm um vasto labirinto de relíquias arqueológicas. A vasta rede de cavernas submersas guardam segredos dos Maias. Porém, uma nova descoberta remonta a episódios …