Governo indiano pede que Twitter elimine críticas à sua gestão da pandemia

Jagadeesh Nv / EPA

O governo indiano pediu ao Twitter que elimine dezenas ‘tweets’ críticos da sua gestão da pandemia, incluindo alguns escritos por deputados. Alguns foram mesmo eliminados.

O pedido foi feito na última sexta-feira e divulgado pelo Twitter na plataforma Lumen, um projeto de transparência da Universidade de Harvard que é uma base de dados que inclui pedidos oficiais de eliminação de publicações na Internet, avançou a Reuters.

Entre esses ‘tweets’ está um feito por um ministro estadual indiano, Moloy Ghatak, que alegava que o primeiro-ministro, Narendra Modi, “desvalorizou” a situação pandémica no país, exportou vacinas para outros países e “entreteve-se a dar comícios eleitorais”.

Este é um dos ‘tweets’ que constam no pedido de eliminação feito ao abrigo da lei criada na Índia em 2000. Em alguns casos, esclareceu o Twitter, as publicações são totalmente eliminadas mas noutros apenas ficaram indisponíveis na jurisdição em causa.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.