Governo garante que aumentos no IMI serão em média só de 10%

portugal.gov.pt

Paulo Núncio, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, nega a subida abrupta nos valores do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). Após o anúncio de que a factura podia ter aumentos de 500%, o elemento do governo assegura que os valores são “muito mais baixos”.

Em entrevista à Rádio Renascença, Paulo Núncio refere que os anunciados aumentos de 500% são “claramente desproporcionados”, frisando que os valores rondarão em média um acréscimo de 10%.

“Os números que têm sido apresentados na comunicação social não fazem nenhum sentido”, atira o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, realçando que os valores são “muitíssimo diferentes e muito mais baixos dos que têm sido referidos”.

Paulo Núncio destaca também nesta entrevista que a isenção do IMI abrange “350 mil famílias de menores recursos deixarão de pagar este imposto de forma permanente”. “Estão abrangidas famílias do primeiro escalão do IRS [rendimentos até sete mil euros] e que tenham casas avaliadas até 66 mil euros”, explica o governante na Renascença.

O secretário de Estado afiança também que “há ainda um milhão de famílias com baixos rendimentos – enquadradas no 1º escalão do IRS, ou seja, com rendimentos até sete mil euros – que beneficiam de uma cláusula de salvaguarda especial, não podendo ver o imposto crescer mais de 75 euros por ano”.

Para calcular o valor que terá que pagar, consulte o Valor Patrimonial Tributário do seu imóvel na secção “Dados de Avaliação” presente na caderneta predial através do Portal das Finanças (Património > Imóveis > Património Predial > Caderneta) e multiplique-o pela taxa de IMI no seu concelho.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Eu particularmente não posso acreditar neste sujeito pois enviei-lhe uma carta à cerca de 2 anos e ele até agora não me respondeu. Anda muito ocupada a pensar como nos há-de roubar. É isso que eles sabem fazer. Veja-se: todos os ministérios funcionam mal, excepto o das finanças pois como cobradores eles são exímios. Vivemos num tempo em que os nossos des (governantes) são uma casta de medíocres.

  2. há certos governantes que deviam ter vergonha, mas não tem; um cidadão comum desvia porque tem um salário de miséria!. Porque é obrigado para poder face á vida.
    Mas o verdadeiro ladrão usa colarinho branco e faz parte da lista vipe do fisco, como o resto da sua comandita do governo começando pelo seus superiores.
    Este secretário de Estado que está ligado ás finanças devia estar na prisão, este senhor anda a roubar os portugueses até não poder mais, é ele que dá ordem da lista vipe; tem toda colaboração da ministra das finanças do Primeiro ministro e ainda do Aníbal Cavaco.
    Isto é um Governo de Palhaços e de corruptos.

RESPONDER

Palavra “mulher” já tem nova definição

O dicionário online Priberam e o canal de televisão FOX Life uniram-se para desafiar os portugueses a participar na revisão do significado da palavra "mulher". Três semanas depois, apresentam-nos o resultado. Esta terça-feira, o dicionário online …

EUA emitem alerta sobre "ataques sónicos" na China

Esta quarta-feira, a embaixada norte-americana na China emitiu uma alerta após um funcionário do Governo ter sofrido uma lesão cerebral. A embaixada norte-americana na China emitiu um alerta depois de um funcionário ter sofrido uma lesão …

Descobertas 481 moedas romanas dos séculos I ao III em Braga

Um museu em Braga descobriu 481 moedas romanas datadas do século I ao século III que permitem perceber o circuito de comércio no Mediterrâneo na época do Império Romano. Esta quarta-feira, o Museu Pio XII, em …

José Manuel Coelho condenado a ano e meio de prisão domiciliária

O deputado do PTP/Madeira foi, esta quarta-feira, condenado a um ano e seis meses de prisão domiciliária pela prática de vários crimes de difamação e de divulgação de fotografias ilícitas. José Manuel Coelho foi julgado na …

Maternidade só deixa mãe ver as filhas recém-nascidas depois de pagarem a conta

Uma mãe esperou cinco dias para ver as suas filhas recém-nascidas porque não tinha dinheiro para pagar as despesas médicas. Juliana Logbo esperou cinco dias depois do parto para ver as suas filhas gémeas e recém-nascidas …

Novo escândalo de abusos sexuais no Chile leva à suspensão de 14 sacerdotes

A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou, esta terça-feira, a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. "Estes padres cometeram atos que podem constituir crimes nos domínios …

94% das universitárias de Coimbra já foram alvo de assédio sexual

Um estudo realizado pela UMAR Coimbra sobre a violência sexual em contexto académico revela que 94,1% das mulheres inquiridas já foram alvo de assédio sexual, 21,7% de coerção sexual e 12,3% reportaram já terem sido …

Israel admite: o famigerado F-35 já se estreou em combate

A força aérea israelita admitiu ter usado, pela primeira vez, o poderoso caça bombardeiro numa ação de combate contra dois tanques, numa missão recente. Um dos aviões de combate mais avançados do mundo, o novo caça-bombardeiro …

Proposta do PS sobre a habitação suspende despejos já em curso

O PS avançou com uma proposta de alteração ao seu próprio projeto. A medida abrange inquilinos com mais de 65 anos ou com grau de incapacidade igual ou superior a 60% desde que residam há …

Função Pública vai ter aumentos em 2019 (mas não nos salários)

O ministro das Finanças referiu, esta quarta-feira, no Parlamento, que os funcionários públicos vão ter aumentos em 2019, através da "via do descongelamento de carreiras". Mas sobre um eventual aumento dos salários não se pronunciou. "Todos …