Governo em “estado de alerta” com “Coletes Amarelos” portugueses

Sebastien Nogier / EPA

Protesto dos “Coletes Amarelos” no sul de França

O Governo está em “estado de alerta” com a manifestação da próxima sexta-feira, sob o lema “Vamos Parar Portugal” e inspirada nos “Coletes Amarelos” franceses.

Ao Público, um membro do Governo admitiu a sua preocupação com a possibilidade de os protestos desta sexta-feira virem a ter uma adesão significativa, nomeadamente na sequência dos protestos dos “Coletes Amarelos” franceses e com a consequente resposta de Emmanuel Macron.

Na prática, o Governo português receia que o facto de o Presidente francês ter cedido a algumas reivindicações dos manifestantes, como aumentar em 100 euros o salário mínimo, possa, eventualmente, levar os portugueses a acharem que vale a pena sair à rua e protestarem, devido ao exemplo do Governo francês que cedeu sob pressão.

Além disso, o Governo teme que a manifestação (independente dos partidos) seja infiltrada por movimentos extremistas e por criminosos comuns e que estes provoquem desacatos, destruição e pilhagens.

As forças policiais têm revelado nos últimos dias algumas informações sobre medidas de segurança que serão adotadas na próxima sexta-feira, um dia de manifestações que a PSP acredita ser “de grande dimensão”.

Paulo Rodrigues, presidente da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP/PSP), adiantou que todas as folgas e créditos horários dos agentes foram suspensos no dia 21, de forma a conseguir ter espalhado por todo país um efetivo de cerca de 20 mil agentes.

“Vamos ter manifestações de grande dimensão em todo o país e mandam as regras do bom senso ter pessoal operacional”, disse à Lusa o porta-voz da Direção Nacional da PSP, intendente Alexandre Coimbra, na passada sexta-feira.

Esta segunda-feira, a direção nacional da PSP emitiu um comunicado em que adianta estar a preparar um “dispositivo adequado” para sexta-feira, e no qual apela ao respeito pela lei. Além disso, lembra aos promotores das manifestações que “têm de comunicar aos presidentes das câmaras municipais, por escrito e com a antecedência mínima de dois dias úteis, a intenção de realizar a manifestação”.

A PSP apela ainda “a todos os cidadãos que decidam exercer o seu direito de manifestação, que o façam de forma pacífica e em respeito pela lei”.

No apelo inicial do protesto “Vamos Parar Portugal”, os promotores pedem manifestações sem violência, “de forma humana e civilizada” e com “respeito, sem xenofobia e racismo”.

“Somos um dos países que recebe menos e paga mais imposto etc, etc e ficamos caladinhos como sempre. Temos países a receber o dobro de nós, assim que existe algo que não agrade, reclamam, exigem, protestam até serem ouvidos. E nós portugueses? Chega, vamos dizer basta ao aumento de combustíveis, portagens e tudo o resto que está mal”, refere a convocatória inicial.

“Percebam uma coisa, isto não é nenhuma manifestação. Isso já se fazem 200 por ano e nada. Isto é um bloqueio! Protesto! Revolta do povo unido até o povo ser ouvido! Não somos nenhum partido político, nem algo do género. Apenas somos o povo português, que quer um país mais justo”, acrescenta.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Espero que seja seja um sucesso; Portugal bem precisa de um abanão nesta sórdida oligarquia de interesses que se encontra instalada de forma sistémica.
    E pelo menos 20 mil vão estar na rua, os gajos do cassetete lolololol

    • Ummm, estive a colher mais informação sobre o assunto e parece que quem está por detrás disto são grupelhos de extrema-direita, totalmente o oposto do movimento iniciado em França. Numa das páginas do evento, entretanto apagada, teciam elogios a Bolsonaro, Salazar, propunham o aumento do IVA para a cultura (estilo general sul-americano que assim que ouvia falar em cultura ia logo buscar a espingarda), assim como outras coisas sem sentido e irrealizáveis. Cuidado portanto, não nos deixemos ser instrumentalizados por algo que não é bem aquilo que parece.

  2. O governo que não ganhou eleições com ministros do governo socialista que levou o pais a banca rota.. Governa.se…nós povo continuamos a pagar ainda impostos maiores do que no tempo da troika…Exemplo. Iva na eletricidade 6% para 23% Quando é revertido..a troika já não CA está…. Ha muitos motivos para protestar

RESPONDER

Um laboratório vivo. Há residentes "superimunes" à covid-19 numa pequena cidade italiana

A pequena cidade de Vo, no norte de Itália, tornou-se um dos primeiros locais com um surto de covid-19 da Europa em fevereiro de 2020. Agora, os cientistas descobriram que a cidade abriga um número …

Portugal com duas mortes e 406 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje duas mortes atribuídas à covid-19, 406 novos casos de infeção pelo coronavírus e nova descida no número de internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …

Portugal "tem nível de rendimentos baixíssimo". Muitos municípios que perdem população desde o final II Guerra

Portugal tem municípios que perdem população desde o final da II Guerra Mundial e dificilmente fenómenos como o teletrabalho irão alterar esta paisagem, na opinião do geógrafo Álvaro Domingues, da Universidade do Porto. Em entrevista à …

Gestora em teletrabalho esqueceu-se da filha no carro. Bebé encontrada sem vida sete horas depois

Maria Pilar, uma bebé de dois anos, morreu esta sexta-feira, depois de ter ficado esquecida dentro do carro durante cerca de sete horas. A menina de dois anos esteve cerca de sete horas dentro do carro, …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Cimeira Social cheia de boas intenções deixa factura de um milhão de euros (e "erro" na comida da PSP)

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia comprometeram-se, na Cimeira Social do Porto, a "trabalhar em prol de uma Europa social". Mas o evento deixa uma polémica com as refeições distribuídas aos …

Alfredo Casimiro contrata Banco Nomura para vender 50,1% da Groundforce

O principal acionista da Groundforce anunciou este sábado, em comunicado, ter contratado o banco Nomura para assessorar a venda da participação de 50,1% da Pasogal na empresa de handling Groundforce, e pediu "especial atenção" ao …

Transferência para o Wolves. Diogo Jota recorda palavras de Jorge Mendes: "Vês como eu tinha razão?"

Diogo Jota, atual avançado do Liverpool, recuou no tempo e enfatizou a importância de Jorge Mendes na progressão da sua carreira. O avançado internacional português, que se transferiu esta temporada para o Liverpool, trocou o Atlético …

Um total de 19.359 agregados pagaram adicional de solidariedade do IRS

Entre o Continente e as regiões autónomas dos Açores e da Madeira são 19.359 os agregados com rendimento coletável acima dos 80 mil euros e que, por esse motivo, foram chamados a pagar taxa adicional …

Resort Zmar

Imigrantes já começaram a ser retirados do Zmar (e os donos de casas podem ter de as desmontar)

Os primeiros imigrantes realojados no empreendimento turístico Zmar, em Odemira (Beja), já começaram a ser retirados do local, após a decisão do tribunal contra a requisição civil do Governo. E enquanto se pede a demissão …

Índia ultrapassa quatro mil mortos num só dia. Cuba vai imunizar população com vacinas nacionais

A Índia registou mais de quatro mil mortes associadas à covid-19 num só dia e o Brasil contabilizou 2.165 óbitos nas últimas 24 horas. Em contraste, Cuba vai começar a vacinar a população contra a …