Buraco de 50 milhões na electricidade pode fazer aumentar conta da luz

O governo PSD-CDS reteve nas Finanças 50 milhões de euros relativos à contribuição extraordinária do sector energético, que deveriam ter sido usados para travar os aumentos das tarifas de electricidade. Um “buraco” que pode aumentar a conta da luz das famílias portuguesas.  

Foi o presidente da ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, Vítor Santos, quem anunciou no Parlamento, no âmbito da Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, que estava “estabelecido” que dos 150 milhões de euros da receita da contribuição extraordinária do sector energético (CESE), 50 milhões seriam transferidos para o Fundo para a Sustentabilidade do Sistema Eléctrico (FSSE).

“De acordo com a informação que temos, esse depósito não aconteceu”, salientou Vítor Santos no Parlamento, citado pelo Jornal de Negócios.

O presidente da ERSE aponta ainda, que esses 50 milhões foram tidos como certos quando foram definidas as tarifas de electricidade para este ano, assumindo assim, que a falta da verba pode acabar por sair cara às famílias portuguesas, com o aumento do preço da luz.

“Estamos na expectativa de que os consumidores não sejam onerados em 50 milhões que decorreram do não depósito”, acrescentou Vítor Santos no Parlamento, notando que cabe ao governo resolver o que fazer em relação a este “desvio”.

Há dias, Mário Centeno, ministro das Finanças, denunciou que o governo de Passos Coelho deixou um desvio de 3 mil milhões de euros na Caixa Geral de Depósitos, justificando assim, a necessidade de injecção de dinheiro do estado no banco público.

Governo diz que está a tentar “regularizar” a situação

Uma fonte da Secretaria de Estado da Energia afirmou ao Correio da Manhã que o governo está a trabalhar para que a “situação seja regularizada”, notando porém, que “os anos de 2014 e 2015 são da responsabilidade do anterior Governo” e que há outros dados que podem ainda “aumentar o valor da dívida tarifária em cerca de 20 milhões/ano”.

Entretanto, o antigo ministro do Ambiente e vice-presidente do PSD, Jorge Moreira da Silva, disse à Agência Lusa que os tais 50 milhões deveriam ter sido transferidos para o FSSE até ao final de Dezembro de 2015, lembrando que o Executivo de António Costa está em funções desde Novembro.

A CESE foi criado pelo governo PSD-CDS, obrigando as empresas de energia a pagar uma taxa de 0,85% sobre o valor dos seus activos em Portugal. A EDP, a Galp e a REN foram as que mais pagaram, conforme aponta o Expresso.

Além da primeira parte da parcela da CESE destinada ao FSSE, relativa a 2014, há ainda a parcela de 2015, de mais 50 milhões de euros, que deverá ser transferida até ao final de 2017, conforme revelou o presidente da ERSE no Parlamento.

ZAP / Lusa

17 COMENTÁRIOS

    • da Direita da Esquerda amigo é TUDO IGUAL. Estes politicos andam nitidamente a GOZAR com o povo. Não querem saber do país nem dos portugueses só querem saber de meter p/ o bolso deles e dos compinchas. Não tenham ilusões. São TODOS IGUAIS. Queremos governantes não queremos politicos.

  1. Presentes a merd…. estes f…. da P….. é só negociatas sejam do governo ou da E.D.P ,cambada de chulos que só lixam o Pais e as pessoas, onde estão agora os 11 milhões, enquanto não os 11 mas os 11 milhões não decidirem agir não vamos a lado nenhum.

  2. Estes politicos ( que NUNCA foram ou serão governantes de coisa nenhuma) so fazem M—-. Estes srs não governam DESGOVERNAM. Para isto não necessitamos de ninguém á frente deste quintal á beira mar plantado, e muito menos de politicos. Queremos quem governe e não quem ande c/ guerrinhas a brincar c/ os portugueses que é o q estes politicos andam a fazer. DEIXEM-se de brincadeiras que saem caras ao povo. Se querem ficar c/ o país só p/ vós (como está a fazer o Maduro na Venezuela) digam, porque neste caso quem abandona o barco somos nós e passamos a querer ser novamente ESpanhois.

  3. Também no fim do ano íamos receber a sobretaxa mas no fim não havia guito…
    Mas com certeza que a EDP há-de aumentar a tarifa, depois recebe os milhões e ficam todos contentes. Esta CESE é um espectáculo, uma espécie quase de PPP, pagam 150 e levam 50.
    Mais um buraco do coelho, coisa normal quando um coelho é caçado é só buracos de chumbo só que este está vivo e há-de continuar a fazer caca, sem entrar para uma gaiola.

  4. É aqui que gosta de ver comentadores que por aqui postam muito a defender esquerda ou direita que deviam começar a não defender ninguém mas sim os interesses do povo, quero lá saber se são de esquerda ou direita deviam era defender os interesses do Pais e isso nunca acontece.
    Enquanto houver toda esta chulice de questões partidárias e amigalhaços nunca este pais vai a lado nenhum, estavam mesmo a precisar era de outro 25 abril mas desta vez com tacos de basebol. É como digo onde param os tais 11 milhões, culpa nossa povo que nunca mais metemos ordem nesta geringonça.

    • É a conclusão a que eu chego também.
      Sempre que há uma noticiazeca qualquer, não faltam “pessoas” a defender uns e a atacar outros. A culpa nunca é de ninguém e no fim quem paga é o contribuinte!
      Como disse uma vez o outro, é atirá-los aos tubarões, aos políticos e às hostes que gravitam à volta deles, sempre contentes em chular mais um pouco o contribuinte.
      Interesse nacional? Moral? Ética? Conceitos maleáveis conforme que dita as leis, e como quem dita as leis são as raposas, como é que o galinheiro há-de estar seguro?

  5. O presidente da EDP deverá assim, passar a ter um salário anual de 800 mil euros, ao invés dos 600 mil euros ganhos no ano passado.

    Aumento do salário do presidente da EDP para 6.800 euros por dia gera indignação
    18 Março, 2016

    No entanto, se os objectivos definidos para a empresa forem cumpridos, no final do ano, Mexia pode amealhar um total de 2,5 milhões de euros – uma média de 6.850 euros por dia -, o que constitui um aumento de 31% em relação à globalidade dos rendimentos que obteve em 2015, que se situaram nos 1,9 milhões, de acordo com o Jornal de Negócios.
    A Comissão de Vencimentos da EDP também propõe o aumento dos salários do director-financeiro Nuno Alves e do presidente executivo da EDP Renováveis, João Manso Neto, dos 480 mil euros anuais para os 560 mil euros cada um.

    • Pois é… o mal está aí. Pagamos a eletricidade mais cara, para que o Mexia e Compª possam ganhar salários absurdos. É normal o Mexia ganhar por dia 6850 euros, qdo há tanta gente a passar fome? Como ´qu não havemos de receber as faturas da eletricidade com tantas taxas e taxinhas? Até para os audiovisuais são um balurdio todos os meses, para que possam pagar aos apresentadores da RTP1 e RTP2 salários altíssimos? Pq temos de pagar a taxa de audiovisuais, se já pagamos o pacote completo mensal… até pq raramente vejo qualquer um dos 2 canais.

  6. A eletricidade está barata. As tarifas estão mesmo apetitosas! Lá pelo meio da fatura aparecem tantas taxas…hum que maravilha. Deixo aqui um alerta à edp: é tempo de começar a contratar sapateiros, bons sapateiros, para acabar com essas taxas.

  7. E se cortassem nos salários do Mexia, que devia mas era pôr-se a mexer daqui para fora? E dado que a EDP dá mais de mil milhões de lucro por ano, se fossem os chinocas a prescindir dessas migalhas dos 50 milhões? O nosso governo não se impõe com eles? Que raio de governo temos?

  8. Num diálogo que tive com a minha esposa de nacionalidade Russa ela disse-me que enquanto solteira(há cerca de 3 anos atrás) a viver em Moscovo, nunca pagou mais de +-5 eur/mês pela electricidade, ora…eu enquanto solteiro (a viver sozinho) nunca paguei menos de +-20 eur, que bela diferença meus caros, só para verem…

  9. tá certo… se era para pagar até final de dezembro, devia ter sido pago no ultimo dia. Dia este que seria o mais vantajoso para os contribuintes porque 50M€ um ou dois meses a render deve dar uma boa quantia. Quem estava em funções no ultimo dia? Esse é que é o culpado…

  10. Concordo com todos. Onde há trafulhice, onde há pessoal a meter dinheiro ao bolço. Teremos de alterar as leis e é simples, a Caixa a EDP o Banif, o BES o BPN e muitos outros que nos fazem pagar por aquilo que não temos proveito. Primeiro vão todos de cana e depois apura-se os culpados. Não dá direito a esconder provas nem factos. Tenho a certeza que não haveria tantos ladrões descarados.

  11. A grandiosidade de um país deve passar pelo respeito e boas acções em relação ao mesmo.Todos devem defender o país com um “H” .Não é benéfico tratar assuntos sérios levianamente. Espero que o Presidente do país mostre mais uma vez,que continuamos a não defender os interesses mais importantes.

RESPONDER

Violência doméstica: 18 mulheres assassinadas este ano

18 mulheres foram assassinadas e 23 foram vítimas de tentativa de homicídio em 2017, ano que apresenta a taxa mais baixa de incidência dos últimos 14 anos registada pelo Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA). "É o …

Mais de um mês depois dos incêndios, dois homens continuam desaparecidos

Os incêndios de 15 de outubro fizeram mais de 40 mortos e, mais de um mês depois da tragédia, duas pessoas continuam desaparecidas. A PJ está a cargo das investigações, com o auxílio do Laboratório …

Decisão de mudar Infarmed para o Porto é ilegal

A decisão do Governo de mudar a sede do Infarmed de Lisboa é ilegal porque os trabalhadores não foram consultados sobre este processo. Um dado avançado pelo jornal i quando é certo que mais de …

Caso de legionella identificado em Coimbra

Um homem está internado no Hospital Geral (Covões) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra com o vírus da legionella, disse à agência Lusa fonte da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Segundo a mesma …

O fim do corte no subsídio de desemprego é meu!

Esta quarta-feira, foi aprovado o fim do corte de 10% no subsídio de desemprego, mas o que animou o debate foi a discussão entre PCP e Bloco de Esquerda sobre a proposta que deveria ser …

Governo admite que o preço da água pode subir

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, admitiu esta quinta-feira que o preço da água pode vir a subir, mas garante que as tarifas se vão manter no próximo ano, porque "já estão aprovadas". À …

Puigdemont renuncia à pensão de ex-presidente catalão e não aceita destituição

Carles Puigdemont renunciou à pensão a que tem direito como ex-presidente do governo catalão, não aceitando a sua destituição e considerando que ainda dirige o executivo "legitimo" daquela região espanhola. "O Estado continua a ser uma …

Árbitros “adiam” pedido de dispensa por 20 dias

Os árbitros de futebol, assistentes e estagiários decidiram, esta quarta-feira, entregar os pedidos de dispensa, mas dentro do prazo regulamentar de 20 dias, viabilizando assim a realização da próxima jornada. Em comunicado enviado à agência Lusa …

José Sócrates acusa o Ministério Público de manipulação

De novo no Youtube, o ex-primeiro ministro tem usado a plataforma para falar sobre as acusações de que é alvo. No mais recente vídeo, José Sócrates "desvenda" os truques da acusação. O mais recente vídeo de …

Ninguém consegue explicar os 64 misteriosos estrondos que se ouviram no céu este ano

No dia 14 de novembro, um forte estrondo foi ouvido em toda a região norte do estado do Alabama, nos Estados Unidos. Mas, só este ano, já se registaram 64 episódios semelhantes nos EUA, Reino …