Governo chega a acordo com Madrid para alargar restrições a toda a comunidade

Alberto Morante / EPA

O Governo espanhol anunciou, esta quarta-feira, um acordo que estende medidas para combater a covid-19, já em vigor em partes da Comunidade Autónoma de Madrid, a toda a capital e várias localidades da periferia onde a situação epidemiológica é “preocupante”.

Chegámos a um acordo (…) aprovado por uma larga maioria” das regiões, competentes em matéria de saúde, declarou o ministro da Saúde espanhol, Salvador Illa, numa conferência de imprensa esta quarta-feira.

As regras são alargadas, além de a toda a capital, às localidades de Alcalá de Henares, Alcobendas, Alcorcón, Fuenlabrada, Getade, Leganés, Torréjon de Ardoz, Móstoles e Parla, que superam a taxa de 500 contágios de coronavírus por 100 mil habitantes num período de 14 dias, taxa de casos positivos superior a 10% e ocupação das unidades de cuidados intensivos superior a 35%.

As medidas preveem, em particular, uma interdição à entrada ou saída da capital espanhola salvo por razões específicas, como deslocações para trabalhar ou para levar crianças à escola.

O acordo não contou com o apoio das comunidades de Madrid, Catalunha, Galiza, Múrcia e Ceuta, e surgiu depois de o ministro da Saúde e os responsáveis do setor nas comunidades autónomas não terem conseguido chegar a acordo sobre o aumento das restrições em todos os municípios com uma maior incidência de covid-19.

Segundo a EFE, fontes da Comunidade de Madrid revelaram que o documento será agora tratado no Comité de Alerta de Saúde Pública para estudo técnico.

Em Espanha, as autoridades regionais têm competência exclusiva em matéria de saúde e o Governo central não tem o poder de lhes determinar as suas decisões.

O Governo central e o Executivo regional da capital espanhola, a mais atingida pela pandemia, têm estado num braço de ferro sobre as medidas a implementar.

Mais de 250 casos por 100 mil habitantes pode levar a descontrolo

Numa proposta apresentada às comunidades autónomas para conter a pandemia, o Ministério da Saúde alertou que existe alto risco de transmissão descontrolada nos territórios que registam taxas de incidência acima de 250 casos por 100 mil habitantes.

Na minuta do documento, o ministério não especifica se se refere a municípios ou comunidades autónomas. Se se estiver a referir às comunidades, há atualmente nove com esta taxa de incidência do coronavírus, além da cidade autónoma de Melilla.

De acordo com dados disponibilizados, na terça-feira, pelo Centro de Alertas de Saúde e Emergências, a região de Madrid lidera a lista com 784,71 casos por cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Seguem-se Navarra com 685,71 casos por cada 100 mil habitantes, La Rioja (463,70), Castela-Mancha (427,48), Castela-Leão (398,49), Murcia (385,37), Aragão (370,50), a Extremadura (282,29) e o País Basco (269,68).

A média nacional, segundo as estatísticas, também ultrapassa uma incidência cumulativa de 250 casos, chegando aos 294,04 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

O Ministério avisa ainda que se a taxa de incidência for superior a 500 casos por 100 mil habitantes, “a situação pode ser classificada como extrema” e “de enorme gravidade na propagação da doença”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, abandonar Montijo não obriga a indemnizar ANA (e há quem defenda opção Beja)

A alteração do local do novo aeroporto na sequência da avaliação ambiental estratégica não obriga ao pagamento de qualquer indemnização à ANA. De acordo com o esclarecimento do Ministério das Infraestruturas, uma eventual alteração do local …

Descoberta nova relação entre a biodiversidade dos animais e das florestas

Uma análise ao registo de imagens de 15 reservas de vida selvagem em florestas tropicais revelou uma relação até então desconhecida entre a biodiversidade de vários mamíferos e as florestas em que vivem. As florestas tropicais …

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …

Teoria ensinada na escola pode estar errada. Há um "núcleo mais interno" no centro da Terra

Uma equipa de investigadores da Universidade Nacional da Austrália confirmou, rastreando milhares de modelos numéricos, a existência do "núcleo mais interno" nas profundezas da Terra.  Na escola, os estudantes costumam aprender que o planeta Terra é …

Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus. A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da …

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …