Golpe de estado na Turquia: militares dizem ter tomado o poder

Tolga Bozoglu / EPA

Golpe de estado militar em curso na Turquia

Golpe de estado militar em curso na Turquia

O Exército turco afirmou, em nota de imprensa, que tomou o poder em todo o país. O presidente Erdogan garante que se trata de uma pequena facção militar e que os responsáveis pelo golpe serão punidos.

Forças de segurança turcas encerraram as duas pontes sobre o estreito do Bósforo, em Istambul, e foram ouvidos jatos militares voando baixo sobre Ancara, tendo o primeiro-ministro admitido que esteja em curso um golpe militar.

Os militares turcos declararam entretanto lei marcial e o recolher obrigatório, depois de terem anunciado que tinham tomado o poder no país.

O canal público de televisão divulgou um comunicado das “Forças Armadas turcas” a dar conta da proclamação da lei marcial e de o recolher obrigatório em todo o país.

Não vamos permitir que se degrade a ordem pública na Turquia. Um recolher obrigatório é imposto no país até nova ordem”, especifica o comunicado, assinado pelo “Conselho da paz do país”, que diz que tomou o poder.

“O Exército assumiu totalmente o poder para restaurar a democracia. Todos os nossos acordos internacionais estão em vigor. Esperamos manter as boas relações com todos os países”, refere, no comunicado, o Estado-Maior do Exército.

Todos os nossos acordos internacionais estão em vigor. Esperamos manter as boas relações com todos os países”, afirma o comunicado dos militares.

Segundo a agência Anadolu, o chefe de Estado-Maior, general Hulusi Akar, foi feito refém por um grupo de soldados.

Segundo a rede estatal de televisão TRT, “uma nova Constituição será preparada em breve”. A agência AFP noticia por sua vez ter havido “uma grande explosão” junto à sede da televisão turca.

Ainda segundo a TRT, tanques foram enviados para as proximidades do aeroporto internacional de Istambul, bloqueando a entrada para o terminal.

Erdogan já reagiu

O presidente turco, Recep Erdogan, disse esta noite que é “uma minoria dentro do exército” que está a protagonizar a tentativa de golpe de Estado e pediu aos turcos que resistam nas ruas.

O presidente, que falou por telefone para o canal de notícias CNN-Turk, disse estar absolutamente convencido de que o golpe fracassaria.

Segundo o canal televisivo, o presidente estaria de férias na cidade de Bodrum e encontra-se em segurança.

O primeiro-ministro Binali Yildirim disse por sua vez que “apenas um grupo de militares estaria por trás da tentativa de golpe”.

Segundo o governante turco, o governo estava a tomar controlo da situação, e “os responsáveis pela tentativa de golpe de estado serão punidos”.

Yildirim garante que o governo eleito ainda tem o poder do país.

Reacções internacionais

O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, apelou a que se evitem “confrontos mortais” na Turquia, onde está em curso uma tentativa de golpe de Estado.

“Os problemas da Turquia devem ser resolvidos no respeito pela Constituição”, afirmou o responsável numa conferência de imprensa conjunta com o homologo norte-americano, John Kerry.

John Kerry disse esperar que na Turquia prevaleça a paz, a estabilidade e a “continuidade” do poder no Turquia.

O Governo português aconselhou hoje os cidadãos portugueses que se encontram na Turquia a permanecer nas suas residências ou hotéis, disse fonte da Secretaria de Estado das Comunidades.

Segundo a mesma fonte, encontram-se actualmente na Turquia cerca de 350 cidadãos portugueses, 270 dos quais em Istambul.

Os militares turcos anunciaram esta noite que tomaram o poder no país e declararam a lei marcial e o recolher obrigatório.

O português Ricardo Nunes, que chegou quinta-feira a Istambul, Turquia, disse à Lusa que na zona onde se encontra “não há nenhuma agitação militar” e que não foi ouvido um único tiro.

Aqui não há nenhuma agitação militar. Dizem que o aeroporto de Istambul está encerrado”, afirmou Ricardo Nunes, que se encontra em Istambul com a namorada para participar no casamento de um amigo turco.

Ricardo Nunes disse estar em segurança na “casa de uma amiga”, depois de não ter conseguido passar a ponte de Istambul para se dirigir para o local do seu alojamento.

ZAP / Lusa / DW / SN

PARTILHAR

RESPONDER

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …

Maduro prepara reestruturação do Governo venezuelano

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu aos ministros do seu Governo que ponham os seus cargos à disposição, a fim de impulsionar uma "reestruturação profunda" do Executivo. O anúncio foi feito este domingo através do …