Golpe com cartão SIM. Hackers terão roubado 100 milhões em criptomoedas a celebridades

Oito homens suspeitos de roubar mais de 100 milhões de dólares em criptomoedas de influencers da Internet, estrelas do desporto e músicos foram presos esta terça-feira após uma investigação de um ano por várias autoridades policiais.

O grupo cibercriminoso foi desmantelado esta semana depois de os membros terem atacado “milhares” de vítimas nos Estados Unidos no ano passado através de ataques de “troca de SIM”, que são usados para se infiltrar em aplicações ou contas online, abusando o número de telefone de um smartphone.

Segundo a revista Newsweek, a agência europeia de aplicação da lei Europol disse que a investigação, que foi lançada na primavera passada, descobriu uma rede de cerca de uma dúzia de criminosos coordenados.

Num esquema de “troca de SIM”, os criminosos podem intercetar informações confidenciais, assumindo o número de telefone da vítima associado ao cartão SIM do seu dispositivo. Os hackers desativam o cartão SIM e transferem o seu número para um novo controlado por um membro da quadrilha.

Especialistas dizem que o processo de troca é geralmente feito por um hacker que se faz passar pelo proprietário e entra em contacto com a operadora para solicitar a mudança. Também é auxiliado por ataques de phishing para obter informações pessoais.

Depois de ter controlo sobre o número, os hackers podem alterar as senhas das aplciaçõese receber os códigos necessários para redefinir as credenciais da conta. Depois de alterar os códigos, os criminosos têm acesso a bancos, e-mail e redes sociais.

“Isso permitiu que roubassem dinheiro, criptomoedas e informações pessoais, incluindo contactos sincronizados com contas online. Também sequestraram contas de redes sociais para publicar conteúdo e enviar mensagens disfarçadas de vítima”, segundo a Europol.

As identidades das vítimas não foram divulgadas. A Europol disse que mais membros da gangue foram detidos recentemente em Malta e na Bélgica. A agência de polícia pediu a qualquer pessoa preocupada com este tipo de ataque que não vinculasse o seu número de telefone a contas online.

A National Crime Agency (NCA), que liderou a investigação do lado britânico sobre os ataques, disse que os homens presos tinham entre 18 e 26 anos e foram detidos em Inglaterra e na Escócia. Tal como a Europol, não revelou a identidade de suspeitos ou vítimas.

“A troca de Sims requer uma organização significativa por uma rede de criminosos cibernéticos, em que cada um comete vários tipos de criminalidade para alcançar o resultado desejado”, disse Paul Creffield, chefe de operações da Unidade Nacional de Crimes Cibernéticos da NCA. “Esta rede tinha como alvo várias vítimas nos EUA e regularmente atacava aqueles que acreditavam que seriam alvos lucrativos, como estrelas do desporto e músicos famosos”.

“Nesse caso, os presos enfrentam processo por crimes sob a Lei de Uso Indevido de Computadores, bem como fraude e lavagem de dinheiro, bem como extradição para os EUA para processo. Além de causar muita angústia e perturbação, sabemos que roubaram muito somas das suas vítimas, das suas contas bancárias ou carteiras de bitcoin. ”

Ataques de troca de SIM já existem há anos. Um dos incidentes mais notáveis ocorreu em 2019, quando o perfil do CEO do Twitter, Jack Dorsey, escreveu uma série de calúnias raciais e mensagens anti-semitas. Os hackers aparentemente conseguiram fazer com que uma operadora transferisse o número de Dorsey para um dispositivo controlado por eles.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …

SEF com 18 casos de exploração de imigrantes na agricultura na região Oeste

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem em investigação 18 casos associados a auxílio à imigração ilegal, angariação de mão-de-obra ilegal e tráfico de pessoas em explorações agrícolas da região Oeste desde 2017. Questionado pela …

Carlos Costa compara venda do Novo Banco a cabaz de fruta "parcialmente apodrecida"

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, considerou que o processo de venda do Novo Banco, em 2017, foi como alienar "um cabaz de fruta que está parcialmente apodrecida". "A questão é sempre a …

Irmãos presos injustamente durante 31 anos recebem 75 milhões de dólares

Henry McCollum e Leon Brown estiveram presos durante mais de 30 anos por um crime que não cometeram. Foram detidos em 1983 e condenados à pena de morte pela violação e homicídio de uma criança. …

"Há ali algumas coisas em que tem razão". Rui Rio concorda com críticas de Alberto João Jardim

Alberto João Jardim defendeu que o PSD nacional tem de "acordar" e "mudar já". Rui Rio ouviu o antigo governante madeirense "com atenção" e considera que tem razão. No artigo de opinião no jornal da Madeira …