GM e Fiat Chrysler compram “direito de poluir” à Tesla

A fabricante automóvel Tesla produziu uma receita de 2 mil milhões de dólares a vender créditos de gases com efeitos de estufa. GM e Fiat Chrysler compram estes créditos que lhes permitem não ter de vender tantos veículos elétricos.

Nos Estados Unidos, para encorajar a produção de veículos elétricos, o governo criou os créditos de gases com efeitos de estufa, também conhecidos como créditos de veículos de zero emissões. As empresas ganham estes créditos ao vender carros elétricos. Assim sendo, as fabricantes automóveis que não consigam créditos suficientes têm de pagar uma multa.

Como a Tesla apenas produz carros elétricos, o número de créditos que possui é astronómico. A GM e a Fiat Chrysler aperceberam-se disso e estão a aproveitar o facto de a empresa de Elon Musk não precisar dos créditos, para os comprarem.

Por outras palavras, a GM e a Fiat Chrysler estão a comprar à Tesla o seu “direito de poluir”, permitindo-lhes fabricar e vender carros a combustíveis fósseis e evitarem ter que vender veículos de zero emissões. A informação foi avançada pela Bloomberg esta semana, já que esta estratégia se mantinha em segredo até agora.

No caso da GM, apesar de o grupo conseguir uma boa quantidade de créditos com as vendas do híbrido Chevrolet Volts e do elétrico Bolts, a balança desequilibra-se com a elevada venda de camiões e SUVs. A empresa pretende também poupar créditos caso a política de emissões de gases poluentes fique mais apertada caso um democrata vença as eleições presidenciais de 2020.

O porta-voz da GM, Pat Morrissey, disse que a empresa está a comprar os créditos como uma espécie de seguro para “incertezas regulatórias futuras“. Já Eric Mayne, porta-voz da Fiat Chrysler defende que as exigências de créditos “excedem em muito” a demanda dos americanos por veículos elétricos.

Só no ano passado, a Tesla gerou receitas de 418,6 mil milhões de dólares na venda de créditos, que se prolonga, pelo menos, desde 2011.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …