Galp com faturas de luz e gás em atraso há nove meses

José Sena Goulão / Lusa

A Galp promete solucionar o problema até ao final do mês de abril. A DECO avisa as 350 famílias afetadas de que os consumos com mais de seis meses podem não ser pagos.

Segundo um alerta da DECO, no final do primeiro trimestre deste ano, ainda havia clientes da Galp com faturas de eletricidade e gás em atraso desde junho de 2017 devido a problemas informáticos por causa de alterações para um novo software de faturação da empresa.

Ao Diário de Notícias, fonte da Galp explicou que a empresa se “encontra a desenvolver esforços para eliminar até ao fim de abril os atrasos na faturação da magnitude referida, que neste momento se encontram circunscritos a 0,01% dos clientes. Ou seja, a 3530 famílias”.

Ana Sofia Ferreira, coordenadora do Gabinete de Apoio ao Consumidor da DECO, revela que há reclamações por atrasos nas faturas “relativas a todos os comercializadores”, mas no caso da Galp a situação agrava-se. “No ano passado, a empresa teve uma mudança no sistema de faturação, que levou a que ficasse muitos meses sem funcionar. Recebemos inúmeras queixas, reunimos com a empresa e a indicação foi de que em novembro ou dezembro a situação seria regularizada, o que não aconteceu”.

A jurista adianta que no final do ano passado alguns clientes começaram a receber as suas faturas, “já com três, quatro e cinco meses de atraso“, mas ainda restam muitas famílias que não receberam.

A DECO promete “emitir um alerta, se a situação se mantiver”. “Estamos perante um incumprimento da empresa, porque a periodicidade da faturação é uma das condições contratuais.”

E a responsável relembra que esta “não é a primeira vez que a Galp tem um problema no seu sistema de faturação, que acaba por ter repercussões graves“.

As faturas com mais de seis meses os consumos e respetivos valores estão prescritos e não têm de ser pagos. “A Galp pode enviar fatura com oito ou nove meses, o consumidor é que tem de recusar pagar evocando a prescrição. E a Galp tem de retificar”, lembra a associação.

O DN revela que, desde o início do ano passado, no Portal da Queixa deram entrada quase mil reclamações de atrasos no envio de faturas. Dessas, mais de metade eram dirigidas à Galp.

A ausência de faturação por parte de alguns comercializadores de eletricidade e de gás natural durante alguns meses e a posterior apresentação ao cliente de uma única fatura com a totalidade do valor em dívida levou a ERSE a emitir uma série de recomendações de boas práticas para os fornecedores de energia. Estes devem informar os clientes sobre o atraso na faturação de forma direta e antecipada, através de carta, e-mail ou sms.

A informação tem de estar visível de forma pública nos sites das empresas, que devem também permitir o pagamento dos valores em dívida em parcelas adequadas à capacidade económica dos clientes, até um máximo de 12 prestações, sem qualquer custo ou juro associado.

Dita o Regulamento das Relações Comerciais que o consumidor pague no máximo, por mês, 25% do valor médio mensal dos seis meses anteriores à fatura de acerto.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O primeiro trilionário do mundo irá fazer fortuna a minerar asteroides

De acordo com o que prevê o Goldman Sachs, a mineração espacial poderá tornar-se a próxima fronteira da Humanidade no que diz respeito a fazer fortunas. Adeus bitcoins, olá mineração espacial. A empresa de investimentos Goldman …

Leilão de madeira queimada rendeu 2,85 milhões de euros

Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram vendidos por 2,85 milhões de euros. Dos 114 …

Nápoles em Lisboa por Patrício, Conti no Benfica

O guarda-redes do Sporting há muito tempo que está na mira do clube italiano, e segundo o jornal O Jogo, o emblema napolitano já se fez representar por dirigentes na capital portuguesa, numa tentativa de …

Estado vai pagar férias a 15 mil portugueses

O Governo, em parceria com a Fundação INATEL, lança nesta quinta-feira um programa que visa oferecer férias gratuitas ou a baixo custo, a pessoas com deficiências ou com mais de 55 anos de idade e …

Guru indiano condenado a prisão perpétua por violar jovem

Asaram Bapu violou uma jovem de 16 anos em 2013, enquanto os pais, que eram seus seguidores, esperavam e cantavam as orações do guru do lado de fora. Um tribunal indiano na cidade de Jodhpur, no …

Não houve segundo atirador no assassinato de John F. Kennedy

A velha teoria da conspiração que especulava que John F. Kennedy foi morto a tiro por um segundo atirador que estaria no infame "monte relvado" foi finalmente posta de lado. O Presidente dos Estados Unidos, John …

Deputado do PSD mora em Lisboa, mas recebe subsídios como se vivesse em Portalegre

O ex-número 2 do PSD, o deputado José Matos Rosa, reside em Lisboa há três anos, mas recebe do Parlamento o subsídio de transporte e as ajudas de custo porque declara Portalegre como a sua …

Bastonária dos Enfermeiros pede investigação a contratos de contentores no São João

A bastonária dos Enfermeiros pede às autoridades que investiguem os contratos entre o Hospital São João e as empresas que fornecem os contentores onde estão instaladas a pediatria e a neurocirurgia. Em entrevista à agência Lusa, …

ADN ajudou a capturar assassino que aterrorizou Califórnia nos anos 70 e 80

As autoridades da Califórnia anunciaram a prisão de um homem suspeito de ser o "assassino do estado dourado", responsável por assassinatos e violações em massa na Califórnia nas décadas de 1970 e 1980. "Na terça-feira, um …

Jihadista portuguesa capturada quando fugia dos combates na Síria

Uma mulher portuguesa que fez parte do grupo terrorista Estado Islâmico está entre as pessoas que foram capturadas por soldados curdos, nos últimos meses, e que vivem num acampamento do Alto-Comissariado das Nações Unidas para …