França quer estruturar o islão no país

Webstern Socialiste / Flickr

Manuel Valls, primeiro-ministro da França

Manuel Valls, primeiro-ministro da França

O primeiro-ministro francês afirmou que o Estado vai intervir para estruturar o islão no país e libertá-lo do radicalismo, e pediu aos muçulmanos que ajudem a combater os que, em seu nome, questionam as liberdades públicas.

“O nosso país deve demonstrar ao mundo inteiro de forma brilhante que o islão é compatível com a democracia”, sublinhou Manuel Valls num artigo publicado este domingo no jornal Le Jour du Dimanche, em reação ao debate suscitado pelos últimos atentados jiadistas em França, no último dos quais um padre foi morto numa igreja na Normandia.

O governante francês disse que as autoridades são e serão “implacáveis contra os que professam o ódio e fazem a apologia da violência”, que os centros religiosos onde isso é feito “são e serão sistematicamente encerrados” e que quando os prevaricadores sejam estrangeiros serão expulsos do país.

Também vão ser criados centros de reinserção para pessoas radicalizadas – o primeiro abre em setembro – e haverá uma mobilização das administrações públicas e da sociedade civil, segundo Valls, que disse ainda que há uma questão pendente que é “a construção do islão em França”.

“O Estado não tem que se ocupar da teologia, mas pode ajudar na criação de instituições de formação sólidas, com base em diplomas universitários abertos”, disse ainda o primeiro-ministro francês.

O objetivo é que os imãs e os capelães muçulmanos que exerçam em França “tenham de ser apenas formados em França“, que deverá “converter-se num centro de excelência europeu no ensino da teologia muçulmana”.

Manuel Valls faz assim uma mudança na política desenvolvida pelo seu governo, que assinou em setembro do ano passado um acordo com Marrocos para enviar imãs para formação no país norte-africano.

O primeiro-ministro socialistas assinala que o laicismo deve ser “o escudo” para o povo se proteger das intenções dos terroristas de dividir o país apoiando-se no islamismo radical, mas também que “há que ter a lucidez de reconhecer que é urgente ajudar o islão de França a desembaraçar-se dos que o minam a partir de dentro”.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu concordo.
    Se fosse eu que mandasse, mandava-os para centros de inserção… No Iraque, no Iemen, no Estado Islâmico…

RESPONDER

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …