França lança “guerra cultural” contra o sexismo

presidenciaperu / Flickr

O presidente da França, Emmanuel Macron

O Governo do Presidente Emmanuel Macron prepara uma “guerra cultural” contra o sexismo e a violência sexual contra mulheres em França, num pacote de medidas que inclui desde mudar a educação nas escolas a facilitar o caminho para vítimas de abuso irem à polícia.

“A nossa sociedade está cansada de sexismo“, afirmou Emmanuel Macron, num discurso em Paris, este sábado, Dia Internacional para Eliminação da Violência contra as Mulheres. “França não pode ser mais um desses países onde as mulheres têm medo”.

Desde que chegou ao poder, o Presidente prometeu fazer da igualdade de género uma prioridade. O ponto central da campanha: vítimas de abusos, violência e discriminação de género têm de se sentir seguras para denunciar, escreve o Deutsche Welle.

A partir deste fim-de-semana, começaram a ser veiculadas propagandas contra o sexismo e violência sexual por todo o país. O objetivo é estabelecer uma mudança comportamental, numa campanha publicitária semelhante às usadas, por exemplo, para alertar contra a condução sob efeito de álcool ou contra fumar.

Em setembro do próximo ano, as escolas francesas vão começar a ensinar crianças sobre a realidade e os perigos da pornografia e da discriminação de género. Os professores e os pais serão também mais bem preparados para lidar com o tema. A primeira-dama, Brigitte Macron, estará pessoalmente envolvida no projeto.

O governo planeia também permitir que vítimas de abuso e assédio sexual façam uma denúncia inicial pela Internet, antes de se dirigirem à polícia. As vítimas poderão ir ao hospital e ter provas do crime denunciado armazenadas, antes de decidirem levar o caso às autoridades.

Além disso, em 2018,  será levado ao Parlamento um projeto de lei para elevar o período de prescrição de violências sexuais contra menores de idade. Em vez dos 20 anos atuais, uma criança vítima de abuso sexual teria três décadas para denunciar o crime, sem que este prescreva.

Outro pilar do projeto será definir uma idade-limite abaixo da qual não se pode considerar que uma criança consentiu um ato sexual. A idade deve ser fixada em 15 anos – atualmente não há uma lei específica sobre o tema em França.

O caso passou a ser discutido depois da controversa decisão de um tribunal francês de processar um homem de 28 anos que teve relações sexuais com uma menina de onze anos por infração sexual, delito passível de cinco anos de prisão, e não por abuso – que é punido com 20 anos de prisão.

Estima-se que mais de 225 mil mulheres tenham sido vítimas de abuso físico ou sexual pelos seus parceiros no ano passado. Mas apenas uma em cada cinco fez uma denúncia às autoridades.

PARTILHAR

RESPONDER

PCP quer reposição da reforma aos 65 anos

O Partido Comunista Português propôs esta quinta-feira, no debate na especialidade do Orçamento do Estado de 2020 (OE2020), a reposição da idade legal de reforma nos 65 anos e dos 25 dias de férias na …

OE2020. Carga fiscal é ainda maior do que o previsto, alerta UTAO

O conceito de carga fiscal usado pelo Ministério das Finanças na proposta orçamental não corresponde ao utilizado pelo INE e pela Comissão Europeia, afirma a UTAO, dando que o valor é “ainda maior” do que …

A matemática ensina-lhe como tirar a chávena de café perfeita

Através de um modelo matemático, uma equipa de cientistas conseguiu encontrar a forma perfeita de fazer uma chávena de café expresso. Para além de ser mais saboroso, há um menor desperdício. Já alguma vez se perguntou …

Irmã de Isabel dos Santos desafia empresária a devolver 75 milhões a Angola

A ex-deputada do MPLA Welwitschia (Tchizé) dos Santos desafiou esta quinta-feira a irmã Isabel a devolver 75 milhões de euros ou dólares a Angola "para resolver o problema", argumentando que "Angola é de todos". "Como cidadã, …

Dakar novamente de luto. Morreu o piloto holandês Edwin Straver

Morreu o piloto holandês Edwin Straver, que estava internado em estado crítico na sequência de uma queda de mota no rali Dakar, na Arábia Saudita. Edwin Straver, piloto de 48 anos da KTM, estava hospitalizado em …

Armas roubadas ao exército suíço encontradas em Vila Nova de Paiva

Um homem foi identificado pelo núcleo de investigação de Moimenta da Beira da GNR, distrito de Viseu, por posse armas que tinha sido roubadas ao exército suiço, avança a agência Lusa esta sexta-feira.  As armas estavam …

Criada molécula capaz de aproveitar todo o espectro da luz solar

Uma equipa de químicos da Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos, criou pela primeira vez uma molécula capaz de recolher energia de todo o espectro da luz solar, releva um novo estudo. A nova …

O gás escondido no halo da Via Láctea está a escaldar

O XMM-Newton da ESA descobriu que o gás escondido no halo da Via Láctea atinge temperaturas muito mais quentes do que se pensava anteriormente e que tem uma composição química diferente da prevista, desafiando a …

Meio pombo, meio drone. O PigeonBot mostra como é que os pássaros voam

O PigeonBot procura explorar a morfologia das asas de um pombo e mostrar como é que eles voam. Um melhor entendimento disto pode ter aplicações na aeronáutica. Há muitos anos que o dom dos animais de …

Incêndios na Austrália permitiram descobrir canal mais antigo do que as Pirâmides do Egipto

Depois de a vegetação ter sido devastada pelos incêndios em Victoria, na Austrália, investigadores descobriram que este sistema de canais é significativamente maior do que se pensava. Desde setembro do ano passado que a Austrália enfrenta uma …