Cientistas descobrem espécie de formiga que explode para proteger a sua colónia

(dr) Alexey Kopchinskiy

A nova espécie Colobopsis explodens

Uma equipa de cientistas internacionais identificou uma nova espécie de formiga kamikaze que explode, lançando um líquido para defender a sya colónia dos inimigos.

Nas florestas do Bornéu, da Tailândia e da Malásia existem formigas que explodem para defender a sua colónia dos inimigos. Agora, um grupo de cientistas descreve na ZooKeys uma nova espécie desse grupo, a Colobopsis explodens.

As chamadas “formigas explosivas” são conhecidas desde 1916. No entanto, este grupo de insetos só foi descrito cientificamente em 1935, porque se achava que antes não havia provas suficientes sobre esse comportamento. Na altura, estas formigas goram classificadas como sendo da espécie Colobopsis cylindrica.

Há 4 anos, cientistas da Áustria, Tailândia e do Bornéu quiserem esclarecer este comportamento explosivo das formigas. Para isso, observaram-nas nas florestas do Sudeste asiático e identificaram pelo menos 15 espécies diferentes de formigas explosivas. A Colobopsis explodens é uma nova espécie para a ciência, segundo o Público.

A formiga desta nova espécie é castanha avermelhada e tem poucos milímetros. Nesta comunidade, há membros que se sacrificam em prol da colónia. No caso desta espécie, são as operárias pequenas, fêmeas estéreis, que têm este tipo de comportamento.

Estas verdadeiras formigas kamikaze, quando têm de enfrentar um inimigo, explodem, libertando um líquido amarelo, viscoso e tóxico das suas glândulas. É assim que saem da vitoriosas desta batalha, conseguindo matar ou afastar o inimigo.

“Tem um cheiro distinto que não é desagradável que lembra, estranhamente, o caril“, descreve Alice Laciny, entomologista do Museu de História Natural em Viena, na Áustria, e principal autora do estudo ao The Guardian. Este líquido amarelo e pegajoso valeu-lhes o nome de “viscosas amarelas”.

Esta tendência suicida é considerada comum a grupos como o das abelhas ou das formigas, que trabalham em grupo. A comunidade e a sua proteção tornam-se mais importantes do que a integridade do próprio indivíduo. Também as operárias grandes, conhecidas como “porteiras”, têm cabeças grandes que usam para barrar a entrada dos formigueiros.

Numa expedição em 2015, os cientistas observaram um acasalamento entre as formigas macho e as rainhas nessas colónias. “Recolheram amostras dos primeiros machos destas formigas alguma vez vistos”, acrescenta-se no comunicado da editora da ZooKeys. Além disso, a equipa registou também informações sobre as preferências de alimentação destas formigas e as suas atividades.

Ainda assim, os cientistas acreditam que ainda há muito por descobrir acerca destas formigas. “Enquanto as formigas explosivas tiverem um papel determinante nas florestas tropicais, a sua biologia continuará a esconder vários segredos.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os governantes do nosso mundo têm muita humanidade a aprender com estas formiguinhas, pois para proteger os outros sacrificam-se elas próprias, enquanto as nossas “presidências” e altas patentes sacrificam os outros para se protegerem a eles próprios.

    • Pois, chama-lhes burros! Estavas à espera de quê? Sempre que pensares no ser humano pensa na noção homo economicus.
      E por aí compreenderás os seus atos e os seus comportamentos. Até a bondade é feita porque traz um retorno positivo a quem a pratica.

Alverca 2-0 Sporting | Leões desinspirados afastados da Taça pelo Alverca

O Alverca surpreendeu hoje o Sporting com uma vitória por 2-0, na terceira eliminatória da Taça de Portugal, tornando-se no primeiro grande «tomba-gigantes» da competição ao afastar o atual detentor do troféu. Alex Apolinário, aos 10 …

A Barbie também arrenda casa no Airbnb

A boneca mais famosa do mundo celebra 60 anos. Agora, a empresa que produz a Barbie, a Matel, tornou a boneca uma anfitriã no Airbnb e vai arrendar uma mansão à beira-mar em Malibu, na …

Os primeiros bebés podem nascer no Espaço daqui a 12 anos

A empresa SpaceBorn United pretende realizar missões espaciais entre 24 e 36 horas para que algumas mulheres dêem à luz em órbita dentro de 12 anos. A notícia é avançada pelo fundador e CEO da empresa, …

Japão importou cinco vírus mortais, incluindo Ebola, por causa de Tóquio 2020

Com os Jogos Olímpicos à porta, um laboratório japonês decidiu importar cinco vírus mortais, nomeadamente Ebola, para fazer frente a um eventual surto durante a competição que vai levar ao país mais de 600 mil …

Empresa anónima quer os direitos do seu rosto para construir robôs (e paga 115 mil euros)

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô …

Empresa está a vender vinho (com flocos de ouro) para celebrar o Brexit

Quando o Reino Unido abandonar a União Europeia, uma saída programada para 31 de outubro, é provável que as pessoas celebrem com um vinho especial com flocos de ouro. Para aqueles que querem celebrar a saída …

Neandertais ocuparam ilhas do Mediterrâneo dezenas de milhares de anos antes do que se pensava

Cientistas descobriram provas de que a ilha de Naxos, na Grécia, já era habitada por neandertais há 200.000 anos, dezenas de milhares de anos antes do que se pensava até agora. Um estudo publicado esta quinta-feira …

Testes "bárbaros" em macacos levam ativistas a pedir encerramento de laboratório alemão

Durante meses, um ativista pelos direitos dos animais trabalhou no Laboratório de Farmacologia e Toxicologia (LPT, na sigla inglesa), em Hamburgo, na Alemanha, onde testemunhou situações de violência contra os animais utilizados em testes e …

Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete …

Russos e ucranianos estão em guerra por causa de sopa

A sopa de beterraba é russa ou ucraniana? Um tweet do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa veio falar em prato nacional e a reação na Ucrânia não tardou a chegar. O tweet é de …