Cientistas descobrem espécie de formiga que explode para proteger a sua colónia

(dr) Alexey Kopchinskiy

A nova espécie Colobopsis explodens

Uma equipa de cientistas internacionais identificou uma nova espécie de formiga kamikaze que explode, lançando um líquido para defender a sya colónia dos inimigos.

Nas florestas do Bornéu, da Tailândia e da Malásia existem formigas que explodem para defender a sua colónia dos inimigos. Agora, um grupo de cientistas descreve na ZooKeys uma nova espécie desse grupo, a Colobopsis explodens.

As chamadas “formigas explosivas” são conhecidas desde 1916. No entanto, este grupo de insetos só foi descrito cientificamente em 1935, porque se achava que antes não havia provas suficientes sobre esse comportamento. Na altura, estas formigas goram classificadas como sendo da espécie Colobopsis cylindrica.

Há 4 anos, cientistas da Áustria, Tailândia e do Bornéu quiserem esclarecer este comportamento explosivo das formigas. Para isso, observaram-nas nas florestas do Sudeste asiático e identificaram pelo menos 15 espécies diferentes de formigas explosivas. A Colobopsis explodens é uma nova espécie para a ciência, segundo o Público.

A formiga desta nova espécie é castanha avermelhada e tem poucos milímetros. Nesta comunidade, há membros que se sacrificam em prol da colónia. No caso desta espécie, são as operárias pequenas, fêmeas estéreis, que têm este tipo de comportamento.

Estas verdadeiras formigas kamikaze, quando têm de enfrentar um inimigo, explodem, libertando um líquido amarelo, viscoso e tóxico das suas glândulas. É assim que saem da vitoriosas desta batalha, conseguindo matar ou afastar o inimigo.

“Tem um cheiro distinto que não é desagradável que lembra, estranhamente, o caril“, descreve Alice Laciny, entomologista do Museu de História Natural em Viena, na Áustria, e principal autora do estudo ao The Guardian. Este líquido amarelo e pegajoso valeu-lhes o nome de “viscosas amarelas”.

Esta tendência suicida é considerada comum a grupos como o das abelhas ou das formigas, que trabalham em grupo. A comunidade e a sua proteção tornam-se mais importantes do que a integridade do próprio indivíduo. Também as operárias grandes, conhecidas como “porteiras”, têm cabeças grandes que usam para barrar a entrada dos formigueiros.

Numa expedição em 2015, os cientistas observaram um acasalamento entre as formigas macho e as rainhas nessas colónias. “Recolheram amostras dos primeiros machos destas formigas alguma vez vistos”, acrescenta-se no comunicado da editora da ZooKeys. Além disso, a equipa registou também informações sobre as preferências de alimentação destas formigas e as suas atividades.

Ainda assim, os cientistas acreditam que ainda há muito por descobrir acerca destas formigas. “Enquanto as formigas explosivas tiverem um papel determinante nas florestas tropicais, a sua biologia continuará a esconder vários segredos.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os governantes do nosso mundo têm muita humanidade a aprender com estas formiguinhas, pois para proteger os outros sacrificam-se elas próprias, enquanto as nossas “presidências” e altas patentes sacrificam os outros para se protegerem a eles próprios.

    • Pois, chama-lhes burros! Estavas à espera de quê? Sempre que pensares no ser humano pensa na noção homo economicus.
      E por aí compreenderás os seus atos e os seus comportamentos. Até a bondade é feita porque traz um retorno positivo a quem a pratica.

Corvos da Torre de Londres "salvaram" o país. Tiveram crias pela primeira vez em 30 anos

Os icónicos corvos negros da Torre de Londres "salvaram" o Reino Unido das consequências fatídicas de uma antiga profecia ao ter descendentes pela primeira vez desde 1989. O casal formado por Huginn (o pai) e Muninn …

A Estónia só tem um lingote de ouro e nem sequer o pode vender

O Banco Central da Estónia, que completou em maio 100 anos desde a sua função, só tem um lingote de ouro e nem sequer o pode vender, uma vez que o material não é puro …

Explosão atinge autocarro de turistas perto das Pirâmides de Gizé

Uma explosão atingiu um autocarro de turistas perto das célebres pirâmides de Gizé, no Egito, provocando 17 feridos, entre naturais do Egito e da África do Sul, noticia a agência France-Presse. Um engenho explosivo detonou à …

Alerta de erupção vulcânica. Monte Hakone fechado a turistas

As autoridades japonesas activaram este domingo o alerta por possível erupção vulcânica no monte Hakone, e fecharam todos os acessos à popular paisagem natural, que é visitada anualmente por milhões de turistas. A Agência Meteorológica do …

Vírus gigantes nas águas da Índia podem resolver mistério evolutivo

Uma equipa liderada por cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia em Bombaim descobriu mais de 20 novos vírus nas águas da cidade, incluindo versões gigantes destes agentes biológicos que podem ajudar a desvendar questões importantes …

Sondagens dão maioria pró-UE no Parlamento Europeu (mas eurocéticos crescem)

As sondagens para o Parlamento Europeu apontam para uma maioria de partidos pró-União Europeia (UE), apesar de os partidos eurocéticos ganharem terreno em relação à composição que resultou das eleições de 2014. Entre os 751 assentos …

A ciência por detrás de um bom chocolate foi finalmente revelada

O melhor chocolate é uma mistura complexa de ciência e o truque não é novo: esta técnica de mistura tem mais de 140 anos. Uma equipa de cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, Reino Unido, …

Cristiano Ronaldo eleito o melhor da liga italiana

Cristiano Ronaldo foi o melhor jogador da Liga Italiana 2018/19. A distinção foi anunciada neste sábado, com a Série A a explicar que a escolha foi feita com base em cálculos dos sites Opta Sports, …

Europeias: PS quer fazer o mesmo na Europa, PSD lembra cataplana de Costa e BE pede para não ficar em casa

No dia em que ficou decidido quem seria o campeão nacional de futebol deste ano, a campanha eleitoral para as europeias abrandou, com os partidos a terminarem as iniciativas pelo final da tarde. O cabeça de …

Descobertas inscrições neolíticas com símbolos da realeza egípcia

Uma missão arqueológica do Ministério de Antiguidades de Egito descobriu perto da cidade de Assuão, no sul do país, as primeiras inscrições reais que remontam ao período neolítico. Este período começou há 12 mil anos e …