FMI quer impostos mais altos no carbono

Os governos têm de avançar com taxas sobre as emissões de carbono na próxima década que desencorajem efetivamente o modelo de economia poluidora que ainda domina a economia mundial.

O ideal era travar o aquecimento global em dois graus centígrados em 2030 o que obrigaria a subir a taxa média atual de 2 dólares para 75 dólares por tonelada no final da década, segundo o Fiscal Monitor, o relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) com as recomendações sobre política orçamental apresentado esta quarta-feira em Washington. Isso implicaria em dez anos um aumento de 43% em média na eletricidade e 14% na gasolina.

“O objetivo deve ser a modificação do sistema tributário e da política orçamental de modo a desencorajar as emissões [de carbono]”, afirmou Vítor Gaspar na apresentação do Fiscal Monitor, citado pelo semanário Expresso. Este ano, a mudança climática é o tema central do relatório, apresentado na assembleia geral da organização que se iniciou esta semana nos Estados Unidos.

Gaspar, diretor do Departamento de Assuntos Orçamentais do FMI desde 2014, sublinhou que o Fundo não faz uma recomendação específica, mas afirma que as metas do Acordo de Paris de dezembro de 2015 não são suficientes.

Apesar das medidas previstas naquele acordo, a temperatura média subirá 3 graus centígrados até 2010, o que fica acima do nível considerado seguro pelos cientistas, recorda o ex-ministro português das Finanças do governo da troika.

“Cada país terá de tomar medidas que sejam ambiciosas, como, por exemplo, uma taxa sobre as emissões de carbono que suba até 75 dólares por tonelada em 2030. Não é a nossa recomendação. Muitas combinações alternativas de instrumentos [orçamentais] são discutidas no Fiscal Monitor”, refere Gaspar.

A aplicação da taxa de 75 dólares por tonelada permitiria travar o aquecimento médio em dois graus centígradosvem 2010. Uma taxa mais reduzida, entre 25 e 50 dólares, tem um impacto menos ambicioso, permitindo o aumento até 2,5 graus centígrados.

A taxa mais alta implicaria um disparo dos preços da energia para as famílias, que, em média, seria de 43% numa década. No entanto, o impacto seria muito maior na África do Sul (89%), na China (64%) e nos EUA (53%), do que em França (apenas 2%) e na Alemanha e na Itália (18%). A gasolina custaria mais 14% em média.

Atualmente 50 países aplicam um tipo de taxa, mas a média global é de dois dólares por tonelada. A Suécia é apontada pelo FMI como um exemplo, com uma taxa de 127 dólares por tonelada e já conseguiu reduzir as emissões em 25% nos últimos 25 anos.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Portanto, ou morremos contaminados ou morremos de fome…
    Como o calculo para o imposto CO2 deverá ser mais uma questão política e económica do que ecológica (sim porque os maiores poluidores são os grandes grupos económicos que controlam estes senhores do FMI, BM, UE, BCE, etc…), acho que prefiro morrer contaminado até porque a fome poder ser bem medida e o CO2 é uma situação muito complicada.
    Não sou contra evitarmos a destruição do ecossistema da terra, mas sempre que se trata de penalizar quem polui mais, é sempre o povo que, não sendo “santo”, acaba sempre por ter sofrer as consequência dos reais poluidores…
    Este tipo de soluções ou sugestões é só mais uma treta de sacar dinheiro ao povinho e aos que não podem se defender…

    • Tem toda a razão Alves!
      Mas a farsa do “CO2” continua…
      Mas não fique com medo do CO2, isso não é problema ou, se tem mesmo receio, rodeie-se de plantas durante o dia.

RESPONDER

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …

Grimaldo joga consecutivamente há 68 jornadas (só é ultrapassado por um guarda-redes)

Alejandro Grimaldo está há 68 jornadas a jogar consecutivamente a titular na lateral esquerda do Benfica - são dois anos sem descanso. Os números são avançados pelo desportivo A Bola, que dá conta que o lateral-esquerdo …

"Prática comercial enganosa". NOS obrigada a retirar campanha publicitária sobre 5G

A Associação da Auto Regulação Publicitária (ARP) deu razão a uma queixa da Meo e mandou a NOS retirar uma campanha de publicidade sobre um tarifário móvel 5G por considerar que constitui "uma prática comercial …