Fisco perdoou 2,5 mil milhões de euros a grandes contribuintes (EDP quase triplicou bónus)

Mario Cruz / Lusa

O Ministro das Finanças, Mário Centeno

O Fisco distribuiu mais de 2,5 mil milhões de euros de benefícios fiscais por 35.419 contribuintes em 2017. Números que reflectem um crescimento nestes benefícios na ordem dos 85 milhões, face a 2016. A EDP foi a principal beneficiária, quase triplicando o bónus fiscal.

Os benefícios fiscais atribuídos pelas Finanças em 2017, foram superiores a 2,5 mil milhões de euros, visando 35.419 contribuintes, segundo dados oficiais da Autoridade Tributária (AT) citados pelo Correio da Manhã (CM).

Os maiores beneficiários foram as grandes empresas, como a EDP e a Galp, mas também Bancos, Fundações e Câmaras Municipais tiveram direito a bónus fiscal, verificando-se um crescimento de 85 milhões de euros neste âmbito, em relação a 2016.

Mais de 300 contribuintes tiveram direito a benefícios fiscais superiores a 1 milhão de euros, segundo os dados da AT citados pelo CM.

A EDP surge como a empresa mais beneficiada com um bónus fiscal superior a 108 milhões de euros, muito devido ao facto de os combustíveis fósseis utilizados na produção de electricidade estarem isentos do Imposto sobre os produtos petrolíferos (ISP).

Os benefícios fiscais à eléctrica nacional quase triplicaram, “passando de 35 para 108 milhões de euros”, como salienta o Expresso.

No segundo lugar dos contribuintes que foram mais beneficiados com isenções em 2017, surge a Câmara do Porto com 87,9 milhões de euros. Seguem-se o Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana, com isenções de 52,5 milhões, e o Fundo de Garantia de Depósitos, com benefícios de 46,6 milhões de euros.

A Câmara Municipal de Lisboa teve direito a benefícios fiscais de 44,9 milhões de euros e a Universidade do Minho recebeu isenções de 36,6 milhões.

A Galp conseguiu um bónus fiscal de 20 milhões de euros.

No sector da Banca, os benefícios fiscais atribuídos chegaram aos 30 milhões de euros e abrangeram, inclusive, os Bancos alvo de intervenção, como o BES, o BPP e o Banif.

A maioria das isenções respeita ao IRC (o imposto sobre os lucros das empresas), com um valor da ordem dos mil milhões de euros. Os bónus fiscais relativos ao ISP atingiram os 590 milhões de euros, enquanto as isenções no IMT e no imposto sobre veículos chegaram aos 289 milhões. No IVA, contam-se isenções de 92,4 milhões de euros.

ZAP //

PARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

  1. Mai nada! é assim mesmo!! ha que dar a quem mais precisa…
    E todos sabemos q a EDP é uma das empresas que mais precisa e das mais carenciadas.

  2. Lindo!…
    Um governo “dá” a EDP aos chineses (para eles ficarem com o lucro!) e o outro dá-lhe beneficiais fiscais completamente imorais e injustificados!…
    No meio disto tudo, o Catroga e o Mexia é que fazem a festa… e ainda agradecem à troika!…

  3. É um verdadeiro governo á Esquerda.

    Tretas com esquerdas ou Direitas, o meu avô sempre disse que para se andar a direito a perna esquerda e direita tinham que andar alinhadas.

  4. VERGONHA !
    VERGONHA !
    Partidos DITOS de esquerda, roubam nos impostos aos contribuintes (a maior carga de impostos desde o 25/abril) e entregam milhões de bonificações a grandes empresas, sem justificação.
    A EDP recusa-se a pagar o CESE ao estado, mas beneficia da maior destas bonificações.
    Bolo de Esquerda ou Bloco de Esterco?
    PCP dos trabalhadores ou das multinacionais e monopólios ?
    Socialistas bandidos, precisam também de um Bolsonaro !

  5. Fisco perdoou 2,5 mil milhões de euros a grandes contribuintes (EDP quase triplicou bónus)

    Parece uma anedota.
    Mas é real, é verdade. É a política desta geringonça. Penalizar os contribuintes para perdoar esta importância obscena!
    BANDIDOS !!!

  6. Desde quando é novidade que bem cedo o pulha que se preza vai preparando a cadeira da riqueza para quando acabar a cadeira do poder e então chegar a hora de ser recompensado (ou cobrar) pelos serviços públicos aos capitais privados!

  7. A EDP cobra em Portugal, envia o dinheiro para a Holanda e o referido dinheiro que é dos Portugueses e deveria ser tributado em Portugal, entra em Portugal novamente como se fosse investimento e recebe benefícios fiscais por via disso. Os accionistas e a administração enchem os bolsos e os portugueses que paguem duplamente estas engenharias financeiras.

  8. Meus amigos: Estes pulhiticos, para no futuro ter um tacho nessas empresas, tem que se por de cócoras perante esses grupos económicos. Os exemplos são mais que muitos. Portas, Jorge Coelho, Mexias, Fernando Gomes, Catrógas, Mira Amaral etc etc.

  9. Aluga-se apartamento com vista fabulosa para a assembleia da republica, com quatro quartos com janelas panoramicas, onde cabem juntas 3 pessoas de cada janela. Ideais para snipers. Faço desconto de 3% por cada filho da pulítica abatido. €690/mês. Ofereço a casa, após 50 abatimentos.

    • Rui Campos,
      O que ve das janelas panoramicas sao moçonetes de recados, em frente ás lojas destes deve haver janelas mais baratinhas. Pode ser que alguem ofereça as balas de 9mm desaparecidas de Tancos. Mas o melhor era cercar tudo e encher de crocodilos porque os tais cadaveres nao dignos de funeral e assim o ze povinho nao gastava nada.

  10. Não será isso actos de corrupção?!!!!!!!! Fomos dos melhores professores nesta matéria… daí um bom aluno, o Brasil!!!!! Não chega de mais impostos?!!!! E lá dizia o outro.. Oh Costa, oh Costa deixa de mentir ao zé-povinho… que tudo está uma maravilha neste reyno à beira-mar afundado. Isto não está uma maravilha, está a cair de podre Costa!!!!… O rei vai nu… está a acreditar muito nos seus conselheiros ou na geringonça….

  11. Mais uma à Robles, em que as esquerdas, cujos orçamentos têm também a assinatura do pcp e do bloco de esquerda e tudo o que os xuxialistas fazem só o fazem ao darem contrapartidas ao pcp e ao bloco – redução do iva para os amigos artistas e outras tretas.
    “Quem cala consente”

Responder a Maria Cancelar resposta

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …

Amesterdão prepara-se para comprar dívidas dos seus jovens

A partir de fevereiro, a capital dos Países Baixos vai comprar dívidas dos seus jovens para ajudá-los a recomeçar e a construir um futuro. Numa nota publicada esta semana na página oficial do Governo local …

PJ acredita que Rui Pinto é o denunciante dos Luanda Leaks

A Polícia Judiciária acredita que o hacker português Rui Pinto é o denunciante dos Luanda Leaks, que revelou mais 715 mil ficheiros sobre alegados esquemas fraudulentos que envolvem a empresária angolana Isabel dos Santos. A …

Descobertos na Sibéria vestígios de um mítico povo que "vivia debaixo da terra"

Uma equipa de arqueólogos russos encontrou na península de Taimyr, na Sibéria, vestígios do mítico povo Sikhirtia, avança a Russia Today. Os investigadores encontraram na pequena baía de Makárov uma caverna reforçada com uma estrutura de …

Greenpeace na lista de grupos extremistas da polícia britânica

As organizações ambientalistas Greenpeace e Extinction Rebellion foram incluídas num documento da polícia britânica contraterrorismo que elenca grupos extremistas e potencialmente perigosos, escreve o jornal The Guardian. De acordo com o diário britânico, que avança a …

PGR de Angola quer julgar portugueses em Angola (e admite ir atrás de outros "poderosos")

O procurador-geral da República de Angola, Hélder Pitta Grós, considerou, em entrevista ao jornal Expresso, que os os três arguidos portugueses envolvidos na investigação à empresária Isabel dos Santos devem ser julgados em Angola. “Nós achamos …

Há dezenas de medicamentos não oncológicos capazes de matar células cancerígenas

Uma nova investigação concluiu que existem dezenas de medicamentos não oncológicos capazes de matar células cancerígenas em laboratório. O estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista Nature, descobriu que alguns medicamentos para a diabetes, …