Fisco passou a Inspetores os 871 estagiários que tinha há 2 anos

Tiago C Lima / FLickr

Edifício do Ministério das Finanças em Lisboa

Estavam em formação desde 2015, e só agora passam à carreira. Mas, ainda assim, os 870 estagiários que vão agora passar a inspetores do Fisco, ficam abaixo do reforço de mil profissionais prometido à Troika.

O Público conta que o Fisco vai, a partir da última semana de setembro, passar a contar com mais 871 inspetores tributários de carreira. O processo acontece através da colocação efetiva de estagiários que entraram na instituição em janeiro de 2015 e até então permaneceram com o mesmo título, sem direito à carreira.

O processo deveria ter durado apenas um ano, mas acabou por mais que dobrar esse tempo previsto na lei, com o estágio a desenrolar-se ao longo de dois anos e oito meses.

O número de novos profissionais representa, no entanto, um reforço de quadros abaixo do previsto em 2012, quando todo o processo foi lançado pelo anterior Governo em conjunto com a autoridade tributária.

A medida integrava o plano da Troika e o objetivo traçado era reforçar a administração fiscal com mil novos inspetores. Já se sabia que o objetivo não seria alcançado, uma vez que o número de profissionais que iniciou estágio em janeiro de 2015 já era inferior aos mil previstos.

Dos 871 estagiários que agora entram na carreira, mais de metade – 461 – pertenciam já à Autoridade Tributária. O processo do estágio partiu de um concurso de recrutamento interno na administração pública e muitos dos estagiários já eram funcionários dos quadros da autoridade tributária, onde ocupavam outras funções.

Os estagiários ficam em funções tanto nas direções de finanças regionais pelo país, como nos serviços centrais, onde a prioridade foi reforçar as unidades “com elevada complexidade técnica e no âmbito da troca de informações, antifraude e grandes contribuintes”, confirmou a autoridade tributária, através do gabinete de imprensa do Ministério das Finanças.

Estas três últimas áreas de atuação já tinham sido referidas como prioritárias pelo Governo. A Unidade dos Grandes Contribuintes já não vigia apenas as grandes empresas, mas também os singulares de rendimentos mais altos (acima de 750 mil euros) ou com um grande património (superior a cinco milhões de euros).

O mesmo serviço ganhou poderes executivos sobre grandes contribuintes. Houve, ao mesmo tempo, uma atenção à área de antifraude e à troca de informações com as outras autoridades tributárias, algo que tem ganho expressão internacional. Neste caso, a decisão acontece no momento em que centenas de vários países, por orientação europeia e da OCDE, vão partilhar entre si automaticamente mais informação financeira.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Familiares das vítimas do voo MH-17 na Ucrânia vão pedir indemnizações

Uma das advogadas das vítimas do voo MH-17 da Malaysia Airlines anunciou que 290 familiares apresentaram pedido de indemnização contra os quatro suspeitos do acidente. Uma advogada das vítimas do derrube do voo da Malasya Airlines …

1.º de Maio. CGTP duplica lotação, UGT festeja online com ex-ministros socialistas

As centrais sindicais voltam a estar divididas quanto às comemorações do 1.º de Maio. A CGTP vai organizar dois desfiles e duplicar a concentração na Alameda Dom Afonso Henriques; a UGT cancelou qualquer iniciativa presencial …

"Vice" da bancada do PS contestado por pedir autocrítica do partido sobre Sócrates

Pedro Delgado Alves defendeu que o PS deveria refletir sobre a ação de José Sócrates. O deputado foi contestado por outros dirigentes do grupo parlamentar, nomeadamente Ana Catarina Mendes, que reagiu de forma dura à …

Japão responde à China e garante que derrame de Fukushima será seguro

O vice-primeiro-ministro japonês, Taro Aso, reafirmou esta sexta-feira, em resposta às críticas da China, que a descarga da central nuclear de Fukushima aprovada pelas autoridades japonesas estará dentro dos limites de segurança da água potável. "Estou …

Ninguém quer "a batata quente" do caso Sócrates. Ivo Rosa e Carlos Alexandre com nota máxima

Os juízes Ivo Rosa e Carlos Alexandre foram avaliados com a nota máxima de "Muito Bom" pelo Conselho Superior da Magistratura em inspecções realizadas entre 2013 e 2018, ou seja, abarcando o período da investigação …

João Leão afasta criação de imposto de solidariedade para pagar crise pandémica

O ministro das Finanças, João Leão, argumenta que a criação de um imposto de solidariedade para pagar a crise pandémica não ajudaria nem seria benéfica. Em entrevista ao semanário Expresso, o ministro das Finanças, João Leão, …

Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal. Novos documentos põem fim aos mitos

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por se lavar pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a …

De Cristas aos encontros com Salgado. PS já tem 14 perguntas sobre o Novo Banco para Passos

Depois de Carlos Moedas e Cavaco Silva, o PS já tem perguntas que quer fazer ao ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho no âmbito da comissão de inquérito ao Novo Banco.  De acordo com o semanário Expresso, o …

Um quarto da população portuguesa tem imunidade à covid-19

O Painel Serológico Longitudinal Covid-19 estima em 27% a taxa de imunidade à covid-19 para a população em Portugal. Até março, 13% da população teria sido infetada Um estudo hoje divulgado estima que 13% da população …

Desconfinamento recua em alguns concelhos e será suspenso noutros. Mas avança no resto do país

O primeiro-ministro, António Costa, fez uma declaração ao país no final da reunião do Conselho de Ministros que aprovou, esta quinta-feira, as medidas para a terceira fase de desconfinamento da pandemia de covid-19. Apesar do Rt …