Fisco admite que tem de devolver parte do IUC sobre carros importados

Mohammed Al Hashemi / Flickr

O Fisco vai devolver o imposto único de circulação (IUC) cobrado em excesso a um contribuinte da região de Pombal, no distrito de Leiria. Processo abre as portas a outros.

Em causa está um visado que comprou um carro importado e irá receber 1050 euros por ter sido uma fórmula de cálculo errada na aplicação do IUC. Este caso abre o precedente para dezenas de milhares de outras reclamações.

A decisão da Autoridade Tributária de assumir o erro pode levar a que o IUC, cobrado ilegalmente através da mesma fórmula a milhares de outras pessoas durante uma década, tenha de ser devolvido em massa.

De acordo com um despacho da Autoridade Tributária que diz respeito ao IUC de um Mini 1300 importado em 2008, cuja primeira matrícula foi registada na Alemanha em 1996, e ao qual o jornal Público teve acesso, o Fisco procedeu à cobrança deste imposto como se fosse um veículo novo, à data de 2008. O carro tinha então 12 anos.

Este cálculo foi aplicado a dezenas de milhares de outros carros importados para Portugal desde o ano de 2007, o que é considerado uma distorção fiscal ilegal pelo Tribunal de Justiça da União Europeia desde 2018. O Parlamento corrigiu o código relativo ao IUC no ano seguinte.

O dono do veículo questionou a resolução que o Executivo propôs, tentando recuperar a verba referente às liquidações dos anos anteriores, junto do Fisco. Num primeiro momento, a AT rejeitou. O caso foi levado ao tribunal arbitral do Centro de Arbitragem Administrativa de Lisboa. Após receber o aviso relativo ao processo, a AT reavaliou a situação. Um despacho da subdiretora geral dos Impostos, de dezembro de 2019, dá razão ao queixoso.

Apesar de as correções de imposto para trás terem como limite quatro anos, este caso não deixa de abrir as portas a que milhares de outras pessoas possam recuperar o seu dinheiro.

Em 2018, foram mais de 77 mil os carros importados para território nacional.

ZAP //

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O Fisco aplica sempre a um contribuinte a presunção de culpado e não lha a meios para atingir os fins, ou seja quanto mais receita melhor o que também é um sinónimo de pouca qualidade e um livre arbítrio sempre com prejuízo para o contribuinte. O Fisco “nunca tem dúvidas”, aplica os impostos e as taxas sem olhar a meios. Deste modo é muito fácil cobrar receitas. Se um contribuinte reclamar graciosamente arquivam a mesma para obrigar o mesmo a proceder judicialmente que leva anos aos tribunais administrativos e fiscais a resolver, mas o prejuízo é sempre do contribuinte. Venha o diabo e escolha.

RESPONDER

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …

Apple e Google removem das suas lojas de aplicações um dos jogos mais populares do mundo

As gigantes tecnológicas Apple e Google removeram esta semana das suas lojas de aplicações, a App Store e a Google Play Store, respetivamente, o Fortnite, um dos jogos mais populares de todo o mundo. As …

Encontrado tesouro de artefactos nazis no "Covil do Lobo", o quartel-general ultrassecreto de Hitler

Quando os nazis se prepararam para invadir a União Soviética, em 1941, construíram um quartel-general militar secreto na floresta Masúria, na Polónia, ao qual chamaram "Wolfsschanze" ou "Covil do Lobo". Desde a sua descoberta após a …

Itália vai construir um túnel submarino para unir Sicília ao continente

Itália está a planear construir um túnel para ligar a região insular da Sicília ao continente italiano. O projeto de cinco mil milhões de euros vai ser pago com a parte do Fundo de Recuperação …

Point Roberts tinha um pé nos EUA e outro no Canadá (mas agora não "pertence" a nenhum)

Point Roberts, em Washington, está numa posição única. Localizada na ponta da Península de Tsawwassen, a cidade fica totalmente abaixo do paralelo 49, a linha que separa o Canadá dos Estados Unidos. Agora, a cidade …

Milhares de processadores quebraram um trilião de chaves para resgatar um Zip com bitcoins

Um misterioso homem perdeu o acesso a um ficheiro Zip onde estavam encriptadas as suas chaves privadas de bitcoins. Os 300 mil dólares foram resgatados por dois especialistas em criptografia — e por muitos milhares …

Reino Unido com mais de mil novas infeções pelo quarto dia consecutivo

O Reino Unido registou mais 11 mortos e 1.441 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde britânico, que manteve restrições sobre a área metropolitana de Manchester e parte do norte …

Governo não pondera (para já) proibição de fumar ao ar livre

O Governo não está a ponderar, neste momento, proibir fumar ao ar livre como foi decretado em Espanha, mas há “muitos aspetos em aberto” que serão acompanhados, disse esta sexta-feira a ministra da Saúde, Marta …