A Internet (como a conhecemos) está em jogo no Parlamento Europeu

A polémica diretiva europeia dos direitos de autor foi esta quarta feira aprovada na Comissão dos Assuntos Legais do Parlamento Europeu com 15 votos a favor e 10 contra. A Internet, tal como a conhecemos, pode nunca mais ser a mesma. 

O Artigo 13 da nova Diretiva Europeia de Direitos de Autor no Mercado Único Digital foi ontem aprovado na Comissão dos Assuntos Legais do Parlamento Europeu (JURI) com 15 votos a favor e 10 contra. O eurodeputado independente que representava Portugal, António Marinho e Pinto, votou a favor do documento.

Marinho e Pinto considera que está em causa o poder de impedir que “parasitas” beneficiem de lucros de uma obra “à custa do produtor”, de acordo com o VDigital.

O 13º artigo obrigará as rede sociais, sites de vídeo e servidores a instalar filtros que vão motorizar uploads de material audiovisual. Gigantes tecnológicos digitais, como a Google ou o Facebook, podem ser profundamente abalados.

Segundo o semanário Expresso, o documento pretende também uniformizar o estatuto das plataformas digitais. Até aqui e de acordo com a legislação europeia em vigor, estas diferentes plataformas – como o Facebook, o Google Plus ou o YouTube (propriedade da Google) -, nas quais o conteúdo é carregado pelos utilizadores, têm coexistido.

As plataformas tecnológicas têm recorrido às lacunas na lei para reivindicarem o estatuto de ‘intermediários passivos’, de forma a não serem abrangidas pelas regras atualmente aplicáveis aos direitos de autor e conexos.

Segundo os defensores desta diretiva, as plataformas amealharam milhões de euros ao longo dos anos em ‘cliques’ e publicidade sem que os repartam com os detentores de direitos. A nova legislação, que agora se encontra em debate, coloca entraves à partilha de conteúdos e, por isso pode colocar em causa liberdades primordiais, como a liberdades de expressão e de imprensa.

Taxa sobre links

Já o  11º artigo, aprovado por um voto – 13 votos a favor e 12 contra -, propõe a criação de uma taxa sobre os links para páginas de notícias. Desta forma, plataformas como o Google ou o Facebook, terão de negociar licenças com as páginas em questão.

Os links vão pagar taxa

Tal como se esperava, a votação da diretiva foi complicada. Os dois artigos mais polémicos – 11º e 13º – conseguiram, no entanto, uma votação favorável.

Axel Voss, eurodeputado alemão que preside ao comité JURI, acredita que está diretiva “é um passo à frente na adaptação da União Europeia às atuais regras de direitos de autor, para que melhor espelhem as novas realidades e modelos de negócios do século XXI”.

Citado pelo Expresso, Voss acrescenta que tem existido “muitos falsos rumores e interpretações erradas”. “Ninguém vai filtrar a Internet“, assegurou.

Esta é a maior reforma de sempre no que respeita a direitos de autor na Internet desde 2001 e, se for aprovada, a Internet como a conhecemos pode nunca mais será a mesma.

Aprovação em Plenário poderá demorar

Apesar de ambos os artigos terem sido aprovados, é ainda necessário que o Plenário do Parlamento Europeu dê aprovação à diretiva. Previsões mais otimistas apontam para janeiro de 2019. Neste plenário todos os 76 deputados serão chamados a votar, incluindo 21 portugueses.

Caso a diretiva seja rejeitada no plenário que vai decorrer a 4 de julho, os deputados poderão submeter novas alterações ou emendas à proposta apresentada.

Fontes ouvidas pelo Expresso dizem que, tendo em conta a divisão dos países europeus, é provável que a discussão vá sendo adiada ou travada – através de emendas aos artigos, por exemplo – até abril do próximo ano, altura em que termina o mandato dos atuais eurodeputados. A acontecer, o processo poderá voltar à estaca zero.

Uma “peregrina” iniciativa de reforma para proibir partilhar (sem pagar) fotografias de locais públicos, foi discutida (e travada) em 2015 no Parlamento Europeu. O que acontecerá desta vez?

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Uma autêntica palhaçada.
    Links para sites de noticias, devem pagar taxa?

    OMG!! Os sites de noticias têm mais publicidade que sei la o quê!
    É inadmissível tentar ver um video de uma noticia num site como a SIC ou TVI, e cada vez que se carrega em algo temos de ver 30 segundos de publicidade.

    Pagar taxa para quê? Para os privados ainda ganharem mais?
    Enfim.. leis de escritório e de quem lê o jornal em vez de ir à Internet para saber como realmente são as coisas.

  2. Sendo certo que è absolutamente necessario respeitar os direitos de autor e combater a pirataria, a verdade é que ninguém sabe como lidar com a “imaterialidade” dos conteúdos, porque essa condição torna comuns e, sobretudo, dificilmente diferenciáveis, algumas situações lícitas e ilícitas. Para acabar com os ilícitos, alguns “licitos’ irão sofrer injustamente. Ou vice-versa, para não atacar injustamente os “lícitos”, alguns ilícitos irão continuar.
    Não que eu esteja de acordo, limito-me a observar.
    É fácil dizer que devemos proteger “as liberdades”, mas o que dizem os artistas e criadores prejudicados per essa nossa sacra pretensão.

    É complicado…

  3. Preparam-se para estragar algo que funciona bem.
    Se “o artista” não quer ver o seu trabalho copiado ou clonado, não o meta na net !
    É o que as pessoas fazem com as fotos que não querem ver disseminadas.
    Mas deixemos de ser ingénuos… o que está aqui em causa é um potencial e colossal negócio de cobrança de taxas aos utilizadores e licenças às companhias ! É o socialismo a chegar às mentes europeias.
    Já falta pouca para se pagar a taxa do oxigénio que se respira….

RESPONDER

Portugueses criam nanomateriais feitos de algas para despoluir água

De algas abundantes no litoral de Portugal, investigadores da Universidade de Aveiro extraíram biopolímeros capazes de remover alguns poluentes da água, como antibióticos ou herbicidas. Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) demonstrou que …

O novo Oumuamua pode ter sido captado numa fotografia a cores

Os astrónomos do Observatório Gemini no Hawai tiraram a primeira fotografia do GB00234, agora rebatizado para C/2019 Q4 Borisov, um objeto que pode ser o segundo corpo celeste interestelar a entrar no Sistema Solar. A imagem …

Volkswagen revela o novo ID.3, "o carro elétrico do povo"

https://vimeo.com/360579859 No Salão Automóvel da Frankfurt, a Volkswagen revelou o novo ID.3, o seu primeiro carro elétrico. Com um preço "abaixo dos 30 mil euros", é tido como acessível para as massas. A revolução dos automóveis elétricos …

Benfica 1-2 Leipzig | Águias sem asas para o Leipzig

O Benfica arrancou a sua participação na fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/20 da pior forma, com uma derrota caseira por 2-1. A formação “encarnada” recebeu o Leipzig e nunca conseguiu dominar o futebol …

A faca, o casaco, a secretária e outros objetos de Anthony Bourdain vão a leilão

Uma faca feita a partir de um meteorito, um casaco personalizado da marinha norte-americana e uma prensa para ossos de pato são três dos 215 objetos de Anthony Bourdain que vão ser colocados à venda …

Já vai poder dormir no castelo de "Downton Abbey" (mas com algumas condições)

O castelo de Highclere, que os fãs da série Downton Abbey conhecem como a casa da família ficional Crawley, está a receber hóspedes. O conde de Carnarvon resolveu abrir as portas a apenas dois convidados, a …

Tinder produz a sua primeira série de televisão (e é “apocalíptica”)

A aplicação de encontros Tinder já terminou as filmagens da sua primeira série de televisão no âmbito da intenção do seu proprietário, o Match Group, de aprofundar a criação de conteúdos originais. Fazer novos programas faz …

Sondagens à boca das urnas mostram empate técnico entre Netanyahu e Gantz

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e Benny Gantz, antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, estão numa situação de empate técnico nas primeiras sondagens à boca das urnas. Esta terça-feira, …

Dois youtubers detidos a tentar invadir a Área 51

Quatro dias antes do evento mundial, dois youtubers adiantaram-se e foram detidos na última terça-feira por tentarem invadir a Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos. Ties Granzier e Govert Sweep, dois holandeses de …

Onda de bebés nascidos com mãos deformadas abre investigação na Alemanha

As autoridades de saúde lançaram uma investigação depois de três bebés nasceram com deformações raras das mãos nos últimos quatro meses num hospital alemão. "Entre junho de 2019 e o início de setembro de 2019, um …