Filiações maçónicas ficam de fora da nova Entidade da Transparência

Mário Cruz / Lusa

A listagem das filiações associativas vai continuar a não ser exigida aos políticos e titulares de altos cargos públicos para efeitos do seu registo de interesses, mas a pertença a órgãos sociais sim.

Os detentores de altos cargos públicos e políticos vão continuar sem ter de declarar eventuais filiações associativas, incluindo filiações maçónicas, no seu registo de interesses.

Numa altura em que o Parlamento discute o reforço de condições de transparência na política, parece ser certo que os deputados pouco ou nada vão alterar no que já hoje estão obrigados a declarar. A notícia é avançada pelo Diário de Notícias, que analisou algumas das alterações que estão a ganhar forma no Parlamento.

No entanto, há uma diferença: na prática, se um deputado maçon ocupar um cargo na obediência em que estiver inscrito não tem de o declarar, mas se detiver uma qualquer função num qualquer órgão dirigente dessa organização já tem de o fazer. Esta regra, segundo o jornal, é extensível a todo o tipo de atividades, quer seja uma associação recreativa ou uma empresa.

Há, assim, uma discriminação nas obrigações declarativas entre pessoas que podem ter a mesma filiação associativa, tudo depende se são dirigentes ou não. Atualmente já é assim, e os partidos com assento parlamentar não tencionam avançar com alterações legislativas neste sentido.

Há várias propostas sobre um novo formato do Registo de Interesses, mas a lista de funções que será obrigatória declarar não deverá sofrer muitas alterações, segundo o Regime de Incompatibilidades e Impedimentos dos Titulares de Cargos Políticos e Altos Cargos Públicos.

A principal mudança deverá ser a criação de uma Entidade da Transparência, que deverá funcionar sob a alçada do Tribunal Constitucional. Além disso, todos os titulares de cargos abrangidos por obrigações declarativas vão passar a fazer uma única declaração, na qual revelam os seus bens e património e assume os interesses relevantes para o escrutínio da sua atividade pública.

Atualmente, os deputados à Assembleia da República e os membros do Governo são obrigados a fazer duas declarações: uma de património, que vai para o Tribunal Constitucional, e outra de interesses, para o Registo de Interesses, disponível no site do Parlamento.

Outra das alterações em cima da mesa é coloca online todas as declarações de património e interesses, algo que neste momento não acontece – as declarações só podem ser consultadas no TC, mediante requisição.

Os partidos sugerem ainda que se possa vir a penalizar criminalmente quem não cumpra as suas obrigações declarativas.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “Os partidos sugerem ainda que se possa vir a penalizar criminalmente quem não cumpra as suas obrigações declarativas.”

    Para fazerem tal sugestão, é porque não há mesmo o menor risco de algum deles poder vir a ser fiscalizado…

RESPONDER

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …