“Ficar com o bolo e comê-lo”: planos secretos do Brexit apanhados por paparazzo

surreynews / Flickr

Theresa May, primeira-ministra britânica

Theresa May, primeira-ministra britânica

Um fotógrafo apanhou, graças a uma lente de grande alcance, um documento escrito à mão que terá rabiscados os planos do Reino Unido para a saída da União Europeia, o chamado Brexit.

Os supostos planos foram fotografados nas mãos de uma assistente do vice-presidente do Partido Conservador, Mark Field, à saída de uma reunião com elementos do chamado Departamento do Brexit.

“Qual é o modelo? Ficar com o bolo e comê-lo“, é uma das frases que a comunicação social britânica realça deste documento. A expressão é equiparável a algo como “ficar com o burro e o dinheiro do burro”, que seria mais usada em Portugal, neste contexto.

A BBC explica que “ficar com o bolo e comê-lo” é uma referência a uma frase de Boris Johnson, elemento do Partido Conservador e Secretário de Estado do Reino Unido para os Assuntos Externos, e ilustra a intenção de participar plenamente no mercado único europeu, sem ter que cumprir as obrigações quanto à imigração e à liberdade de circulação dos cidadãos europeus.

Mas, das notas escrevinhadas à mão, fica ainda patente a ideia de que “é improvável” que o Reino Unido consiga manter-se no mercado único europeu, depois do Brexit.

Há também referências às dificuldades nas negociações em Bruxelas, relevando-se especialmente que a equipa da União Europeia é “muito francesa” e que é preciso “garantir um processo justo”.

“Serviços mais difíceis porque os franceses esperam por negócios”, nota o documento, sublinhando que “os franceses serão provavelmente os mais difíceis” nas negociações.

Governo de May distancia-se do documento

O governo de Theresa May já veio negar que estas notas sejam, de facto, os planos oficiais para o Brexit.

“Estas notas individuais não pertencem a representantes do governo ou a um conselheiro especial. Não reflectem a posição do governo em relação às negociações do Brexit”, salienta uma nota oficial divulgada pela BBC.

Certo é que a oposição já está a aproveitar o caso para atacar o governo e Keir Starmer, do Partido Trabalhista, destaca que “estas revelações são significativas porque sugerem que o governo não vai sequer lutar pelo mercado único ou pela união de alfândegas nas negociações”.

“Se for esse o caso, haverá implicações enormes para a economia, os negócios e os empregos no Reino Unido”, sustenta Starmer, apelando ao governo para “publicar um plano claro para o Brexit” para “acabar com esta incerteza desnecessária”.

Entretanto, as repercussões também já se sentem no seio da União Europeia, com o primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel, a lamentar a postura britânica.

Eles querem ter o seu bolo, comê-lo e receber um sorriso do pasteleiro, mas não as outras coisas… Há valores europeus que não se podem separar. Não se podem escolher as cerejas”, frisa Bettel, citado pelo jornal The Independent.

Pelas redes sociais, também há muitas referências ao caso e há quem note que tudo isto parece uma “lamentável porcaria” ou que é, antes, um “estratagema ardiloso para fingir que [os britânicos] não têm ideia” como concretizar o Brexit.

https://twitter.com/mkpdavies/status/803554799862038528

SV, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Com tudo isto os ingleses uma vez mais irão comandar as negociações como bem entenderem e os restantes europeus acabarão por assinar como de costume.

Morreu Katherine Johnson, a matemática que ajudou a levar o Homem à Lua

A matemática norte-americana Katherine Johnson, que trabalhou para a agência espacial norte-americana (NASA), morreu esta segunda-feira aos 101 anos. A informação foi avançada no fim da tarde desta segunda-feira pelo administrador da NASA, Jim Bridenstine, …

Asia Bibi quer obter asilo político em França

A cristã paquistanesa Asia Bibi, condenada à morte por blasfémia em 2010 e absolvida oito anos depois, antes de se refugiar no Canadá, referiu esta segunda-feira pretender obter asilo político em França. Asia Bibi disse à …

Covid-19. Itália com 50 novos casos e Portugal com novo suspeito

Em Portugal, a DGS confirmou um novo caso suspeito de infeção. Por sua vez, as autoridades italianas anunciaram a existência de 50 novos casos de infetados com Covid-19. A Direção-Geral de Saúde confirmou, esta terça-feira, …

Benfica também está interessado em Rúben Amorim

O Benfica junta-se ao Sporting na corrida pela contratação do treinador do Sporting de Braga, Rúben Amorim. O jovem técnico tem impressionado ao serviço dos bracarenses. Depois de se falar do interesse do Sporting CP em …

15 anos após gravação sem autorização, Estado condenado a indemnizar Sá Fernandes

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 3 mil euros ao advogado Ricardo Sá Fernandes. Em causa está um acórdão assinado pelo juiz Rui Rangel em …

Contribuintes têm até esta terça-feira para validar faturas (e podem valer até 2.500 euros no IRS)

Os contribuintes que, no ano passado, colocaram o seu NIF em faturas devem verificar se todas estão corretamente associadas à tipologia de despesas a que correspondem para efeitos de IRS, terminando esta terça-feira o prazo …

Plácido Domingo diz "assumir toda a responsabilidade dos seus erros"

O tenor também desistiu de se apresentar na Ópera Metropolitana de Nova Iorque, enquanto outras óperas americanas cancelaram as suas atuações, que no entanto continuam na Europa. O tenor espanhol Plácido Domingo, acusado nos Estados Unidos …

Até as "couves ficam pretas". Aterro em Valongo que recebe lixo do estrangeiro gera indignação

Os moradores de Sobrado, em Valongo, realizaram mais um protesto contra o aterro local que recebe lixo de todo o país e de países estrangeiros também. Queixam-se do cheiro nauseabundo, das pragas de mosquitos e …

Evolução "muito positiva". Atribuição de pensões de velhice está a demorar 134 dias

Em média, a Segurança Social está a demorar 134 dias (cerca de quatro meses e 15 dias) a atribuir pensões de velhice, avança o jornal Eco. Em entrevista ao diário de economia, o secretário de …

Ninguém quer ser professor? Mestrados em Ensino sem candidatos

Os mestrados em Ensino, que preparam futuros docentes para o terceiro ciclo e Ensino Secundário, têm cada vez menos inscritos e alguns até já fecharam por falta de candidatos, revela uma reportagem da Rádio Renascença. …