Bispo diz que as festas no Panteão são como “os bacanais romanos nos cemitérios”

Jose Carlos Babo / Flickr

A Igreja de Santa Engrácia, Panteão Nacional, em Lisboa

O jantar de encerramento da Web Summit no Panteão Nacional continua a motivar críticas. Desta vez é o Bispo emérito de Beja que diz que fazer festas naquele monumento nacional é como realizar “bacanais nos cemitérios”.

As declarações do Bispo emérito de Beja, D. António Vitalino, foram recolhidas pelo jornal Correio da Manhã à entrada para a Assembleia Plenária da Conferência Episcopal, em Fátima. “Os romanos realizavam bacanais nos cemitérios, mas o nosso povo não tem esses hábitos”, disse o Bispo ao jornal.

“É lá que estão sepultados alguns dos mais ilustres da nossa História e encontram-se lá porque conquistaram em vida honras de destaque para além da morte. Não me parece que a melhor forma de homenagearmos essas grandes figuras seja através da realização de jantares”, acrescentou D. António Vitalino.

Jantar no Palácio da Ajuda rendeu 14 mil euros

Entretanto, a polémica do Panteão Nacional estende-se a outros monumentos nacionais que, nos últimos anos, têm acolhido vários eventos privados.

Nesse mesmo dia do jantar da Web Summit no Panteão, o Palácio Nacional da Ajuda acolheu um evento de uma empresa de vinhos italiana, a Di Meo. O Público revela que o aluguer do espaço rendeu à Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) 14 mil euros.

No total, nos últimos dois anos, diz o CM, aquela entidade recebeu 877 mil euros pelo aluguer de 23 edifícios, entre museus, monumentos e palácios nacionais. Em 2015, a receita obtida terá sido de 458 mil euros, enquanto em 2016, o valor situou-se nos 419 mil euros.

O equipamento que mais receitas rendeu foi o Mosteiro dos Jerónimos, monumento que  já esteve envolvido em polémica, devido a festas privadas lá realizadas que estão a ser investigadas pelas autoridades.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Se calhar o Sr. Bispo está a confundir a realidade com os seus desejos, a avaliar pela pouca vergonha que tem sido o descortinar de histórias do Vaticano e do clero um pouco por tudo o mundo

  2. Stª Engrácia é um espaço laico e não existem túmulos no espaço central do edifício, mas em compartimentos anexos que se fecham quando se usa o corpo central. Ao contrário, na Idade Médio as Catedrais eram recintos polivalentes abertos a todos os usos laicos que se realizavam no mesmo espaço das sepulturas. Desde os romanos até ao seculo XVI eram frequentes os banquetes funebres junto das sepulturas e era tido como positivo o convivio dos vivos com os mortos. Nada disso é possível na nave central do Panteão. O Panteão romano dedicado a todos os deuses era palço das mais variadas utilizações cívicas. O caso presente é apenas uma chicana política sem nexo.

Responder a Eu! Cancelar resposta

Republicação das caricaturas de Maomé foi o motivo do ataque junto ao Charlie Hebdo

A republicação das caricaturas de Maomé terá estado na origem do ataque junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, confessou o principal suspeito. Quatro pessoas foram esta sexta-feira feridas, duas das quais …

Segunda vaga pode matar menos (mesmo com novos casos a disparar)

Os especialistas acreditam que a segunda vaga de covid-19 em Portugal vai ser menos letal, embora o número de novos casos diários possa vir a ser "muito elevado". Isto porque temos a lição mais bem …

BCP disponível para fusão com o Montepio

Na eventualidade de ser necessária uma intervenção, o Millennium BCP mostrou-se disponível para uma fusão com o Banco Montepio. Esta hipótese foi apresentada pela instituição bancária numa reunião com o ministro das Finanças, João Leão. O …

Otamendi mais 55 milhões. O negócio que pode levar Rúben Dias para o City

Rúben Dias está muito próximo de reforçar o Manchester City. O clube inglês oferece 55 milhões de euros mais Nicolás Otamendi em troca. A oficialização do acordo deve estar para breve. O Manchester City está muito …

Líbano: Após um mês no cargo, primeiro-ministro demite-se perante impasse político

O primeiro-ministro designado do Líbano, Mustapha Adib, demitiu-se este sábado do cargo numa altura de impasse político sobre a formação de Governo, um mês depois de ter sido nomeado e da violenta explosão no porto …

Governo joga últimos trunfos à esquerda (mas "na 25.ª hora pode ser PSD a salvá-lo" e esse é outro problema)

A duas semanas do fim do prazo para entregar o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), o Governo ainda não tem garantias de aprovação do documento. E enquanto Marcelo pressiona o PSD para "salvar" o …

-

Governo aponta para regresso progressivo de público aos estádios

O regresso de público aos estádios de futebol continua proibido, devido à pandemia de Covid-19, com o secretário de Estado da Juventude e Desporto a admitir esta sexta-feira a possibilidade de um retorno faseado quando …

Há escolas sem intervalos ao ar livre devido à covid-19

Há escolas que estão a proibir os alunos de passarem os intervalos ao ar livre por receio de contágio do novo coronavírus. O pediatra Hugo Rodrigues considera que "é um perfeito disparate". Como tal, os estudantes …

"Aumentar o salário mínimo é criminoso", diz presidente do Fórum para a Competitividade

Pedro Ferraz da Costa, presidente do Fórum para a Competitividade, antecipa uma onda de desemprego até ao final do ano, que muitas empresas não conseguirão manter a atividade e que aumentar o salário mínimo "é …

Segunda vaga impede mais de 12 milhões de consultas e cirurgias

O cenário de uma segunda vaga em Portugal é bastante provável e prevê-se que mais de 12 milhões de consultas e cirurgias fiquem por fazer. No melhor dos cenários, serão 10 milhões. Um estudo da Associação …