Festas ilegais de réveillon no Algarve podem ser foco de infeção. PSP vai estar atenta

As novas restrições para a passagem de ano deverão fazer com que aconteçam festa ilegais de réveillon no Algarve. A PSP vai reforçar o efetivo e estar atenta.

Em 2020, a passagem de ano vai ser obviamente diferente daquilo a que estamos habituados. O Governo impôs restrições à circulação na via pública a partir das 23h do dia 31 de dezembro e o encerramento da restauração a partir das 22h30. No Algarve, receia-se que possam haver festa ilegais de réveillon, mas a PSP está atenta à situação.

“Estaremos a desenvolver operações relativamente às entradas nas cidades e também vamos tentando perceber se há festas organizadas para um elevado número de pessoas para que antecipadamente possamos intervir”, adianta o comandante da divisão da PSP de Faro, Hugo Marado.

Em declarações ao semanário Expresso, o agente policial avança que “claramente vai haver um reforço” de meios na passagem do ano. Para além do serviço de patrulha e trânsito, vai ser mobilizado o corpo de intervenção e as equipas de intervenção rápida. Hugo Marado diz que um dos focos será a deteção de festas ilegais.

“Tenho a certeza que haverá festas particulares à margem das restrições, não é preciso ser bruxo para saber que isso vai acontecer”, diz o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas.

Com as novas restrições do Governo, os poucos hotéis da região que se mantêm abertos estão a registar um grande fluxo de cancelamentos. O presidente da AHETA lamenta as consequências das restrições numa altura em que o setor atravessa grandes dificuldades e em que “o fim do ano era esperado como um balão de oxigénio para os hotéis do Algarve”.

“O que se pode afirmar é que, com estas restrições, o fim de ano está completamente comprometido no Algarve, não vale a pena dourar a pílula”, acrescenta Elidérico Viegas.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Festas ilegais? – Oh diabo, dizem que está a ser preparado um grandioso baile de passagem de ano algures, na latitude entre o mondego e o douro, mas com todas as etiquetas e protocolos sanitários atinentes à covid: uso de máscara reforçada (uma máscara por cima de outra, excepto à refeição, distância rigorosa de dois metros, com desinfeções assíduas de pontos de uso comum, como sanitários, etc. Diz-se muita coisa e o mais provável é que seja mais um boato, mas, a ser verdade, pelo menos o menu é de fazer crescer água na boca: tem entradas das que se usam de norte a sul do país, bacalhau frito com cebola e pimento vermelho, acompanhado de batata frita na hora às rodelas, truta recheada com alcachofras e pedacinhos de toucinho em vinha de-alhos, acompanhada de couve lombarda e brócolos salteados em azeite com especiarias, lagosta recheada com creme que, entre outras coisas, terá pedacinhos de variados frutos tropicais; depois, segue-se um delicioso cabrito estufado com arroz ao forno e, para quem não gostar, peru assado recheado com batata assada e saladas diversas, tudo regado com os melhores vinhos brancos e tintos das principais regiões demarcadas e, ainda cerveja manual, refrigerantes e águas diversas; finalmente, uma variedade enorme de doçarias das que se usam de norte a sul do país, acompanhadas de möet chandon para toda a gente, finas aguardentes e uísques, café, chá, etc. Depois da meia noite, ficam disponíveis, sem restrições, a doçaria, vinhos espumantes e toda a panóplia de bebidas mais comuns, excepto o möet chandon. O Baile é para portugueses e espanhóis vizinhos e será abrilhantado por dois grupos musicais de grande estatuto, um português e outro espanhol. O preço rondará entre os 300 e 400 Euros e só serão admitidas pessoas com mais de 18 anos até aos 70, que devem levar par de sexo oposto, embora na festa possam fazer as trocas que entenderem com outro par de sexo oposto. Os convites e divulgação começaram a ser feitos já no próximo dia 25 por rádios-amadores, que usarão encriptografia para preservar as pessoas e toda a logística. Se as autoridades, nomeadamente as policiais, portuguesas ou espanholas, eventualmente intervirem todos ficam obrigados a acatar as suas intimações, ordeiramente e sem distúrbios. Prevê-se que no baile participem à volta de 350 pessoas.
    Só pode ser uma brincadeira, embora se perceba e necessidade de convívio das pessoas, que tão fartas estão de sofrer, para mais nas zonas raianas.

RESPONDER

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …

Chega apresenta oito candidatos para o distrito do Porto. Ventura acredita que vai ter "grande resultado"

O líder do Chega anunciou este sábado oito candidatos às próximas eleições autárquicas no distrito do Porto, onde André Ventura acredita que o partido vai ter "um grande resultado". "Fizemos esta deslocação ao Porto para anunciar …