Ferrovia 2020 só estará pronta no fim de 2023. Até agora, Governo apenas cumpriu uma das 20 obras

Miguel A. Lopes / Lusa

O programa Ferrovia 2020, que prevê a renovação das linhas de comboio portuguesas, deveria ficar pronto até ao final deste ano. Porém, quatro anos depois, das 20 obras prometidas, o Governo apenas cumpriu uma.

O programa foi apresentado há quatro anos por Pedro Marques, o então ministro do Planeamento e das Infraestruturas. O Ferrovia 2020 iria renovar por completo as condições ferroviárias portuguesas nas linhas de norte a sul do país até ao fim deste ano. Porém, não só isso não aconteceu, como não vai acontecer dentro do prazo previsto.

Dos 20 empreendimentos planeados, apenas um está totalmente concluído – a renovação integral de via do troço Alfarelos-Pampilhosa, na linha do Norte – e outros dois estão quase terminados – os troços Caíde-Marco, na linha do Douro, e Nine-Viana do Castelo, na linha do Minho -, faltando-lhes a sinalização eletrónica. Dos restantes 17, só três estão em obra – a construção da nova linha entre Évora e Elvas e a modernização dos troços de Viana do Castelo-Valença e Covilhã-Guarda.

De acordo com o jornal Público, dos 1193 quilómetros de linha de comboios programados, apenas 11% ficaram prontos. Além disso, dos 2.700 milhões de euros de investimento prometidos pelo Governo para o programa, até ao momento, apenas 330 milhões foram mobilizados.

As obras nas linhas do Oeste, Douro e Algarve são as que estão mais atrasadas. Na linha do Oeste, ainda não foi lançado concurso público para as obras entre Meleças e Caldas da Rainha; na linha do Douro, a eletrificação até à Régua deveria ter sido concluída em 2019, mas só deverá acontecer daqui a três anos, devido a uma mudança de projetista; e, na linha do Algarve, o projeto de eletrificação vai ter de ser sujeito a uma avaliação do impacto ambiental.

Quanto à modernização da Linha do Norte, a Infraestruturas de Portugal (IP) admite que não trará grandes melhorias na ligação entre Lisboa e Porto, uma vez que passará a ser feita em duas horas e 39 minutos, em vez de duas horas e 44 minutos, pois não estão previstas alterações no traçado, apenas otimizações no canal ferroviário existente.

Em entrevista ao Diário de Notícias, o vice-presidente da IP, Carlos Fernandes, avançou que a data para a conclusão das obras do Ferrovia 2020 é 31 de dezembro de 2023.

Entretanto, a IP já se está a preparar para o próximo pacote de obras ferroviárias, o PNI2030. “Já estamos a pensar no próximo programa, que vai permitir construir novos troços, aumentar a capacidade de transporte de mercadorias, aumentar a velocidade de circulação e até chegar aos aeroportos. São objetivos mais ambiciosos e que se somam ao Portugal 2020”, rematou.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Só retórica e manobras de propaganda do xuxalismo de miséria que temos. Deviam ler o texto do Professor Abel Mateus para se perceber o que é o xuxalismo que só traz miséria e fome…Vejam a Venezuela, Cuba, Koreia do Norte, onde o xuxalismo ainda impera…

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …