Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019.

A preocupação com a pandemia de covid-19 e as dificuldades de atendimento nos centros de saúde estão a levar milhares de utentes a reservar de vacina contra a gripe, revela este sábado o Jornal de Notícias. “A procura de vacinas da gripe está cinco vezes superior à média”, afirmou ao JN a coordenadora farmacêutica do grupo Sofarma.

Há também mais empresas a encomendar doses para os colaboradores, e mais pessoas interessadas em vacinar-se, mesmo que não pertençam a grupos de risco, acrescenta o jornal.

A preocupação com infecções das vias respiratórias, fortemente afetadas pela covid-19, está ainda a fazer disparar a procura de Broncho-Vachom. O medicamento, que estimula o sistema imunológico e fortalece a resistência às infecções do sistema respiratório, está permanentemente em falta nas farmácias, realça o JN.

Ouvidos pelo jornal, diversos responsáveis pela indústria farmacêutica expressaram a sua preocupação com os próximos meses, os primeiros de sempre com dois vírus perigosos para a população mais debilitada a circular em simultâneo.

Rita Monteiro, diretora técnica de uma farmácia em Leça da Palmeira, receia que as vacinas não sejam suficientes para tantos interessados. “Os armazenistas estão a informar as farmácias que têm duas vezes e meia mais reservas do que em 2019. As pessoas não conseguem ligar para os centros de saúde, vão lá e não são atendidas e estão com medo de não conseguir a vacina”, diz.

A presidente da Associação de Farmácias de Portugal, Manuela Pacheco, admite que “alguns centros de saúde não estão a trabalhar em pleno e os cidadãos estão com receio do impacto na vacinação. Podem escassear para utentes mais carenciados e de grupos de risco”.

Segundo anunciou no início do mês Jamila Madeira, então secretária de Estado Adjunta e da Saúde, a campanha de vacinação contra a gripe vai começar mais cedo este ano, depois de o Governo ter conseguido antecipar o fornecimento das vacinas.

“Gostaríamos de informar que, esta semana, o Ministério da Saúde conseguiu garantir a antecipação do fornecimento das primeiras mais de 100 mil doses da vacina contra a gripe às unidades de saúde do Serviço Nacional de Saúde”, disse Jamila Madeira, na conferência de imprensa de balanço da pandemia da covid-19 em Portugal.

A governante, recentemente substituída numa polémica mini-remodelação operada pelo primeiro-ministro, António Costa, recordou a opção assumida pelo Governo neste ano “especialmente atípico”, de fazer a “maior compra de sempre do país” da vacina contra a gripe, num total de dois milhões de vacinas.

Desta forma, acrescentou a ex-subsecretária de estado, a distribuição iniciar-se-á “antecipadamente, o que significa mais vacinas contra a gripe para os portugueses e mais cedo garantidas aos que mais precisam”.

A entrega precoce vai permitir antecipar a vacinação uns dias, dias que são muito úteis, “sobretudo nos lares e grupos de risco”, sublinhou por sua vez a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, na mesma conferência.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Penúria de vacinas Anuais convencionais para o Virus Influenza, é no mínimo inconcebível, sobretudo na situação actual !……. mas a Saúde sendo uma enorme “negociata”, não me admira !

RESPONDER

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …