Família não tem dinheiro para trasladar corpos das brasileiras mortas em Cascais

(dr)

Michelle Santana Ferreira, a sua irmã, Lidiana Neves Santana, e uma amiga desta, Thayane Mendes Dias

Michelle Santana Ferreira, a sua irmã, Lidiana Neves Santana, e uma amiga desta, Thayane Mendes Dias

A mãe de duas das jovens brasileiras desaparecidas em fevereiro em Cascais e encontradas esta sexta-feira numa fossa em Tires diz não ter condições para trasladar os corpos das jovens para o Brasil.

Em declarações ao jornal Público, Solange Santana, mãe de Michele Santana Ferreira, de 28 anos, e Lidiana Santana Neves Santana, de 16 anos, disse não ter condições financeiras para pagar a trasladação dos corpos.

O melhor será cremar, fica mais em conta, porque a minha situação financeira não dá para pagar os gastos”, declarou Solange Santana, por telefone, ao jornal.

Os corpos das três jovens brasileiras, dadas como desaparecidas desde o início do ano, foram esta sexta-feira encontrados em adiantado estado de decomposição, numa fossa próximo de um hotel para cães em Cascais.

As três mulheres tinham sido dadas como desaparecidas em fevereiro deste ano, tendo sido encontradas pela Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária.

Michele Santana Ferreira estava em Portugal há cerca de oito anos e trabalhava como empregada doméstica.

Em Novembro do ano passado, a sua irmã de 16 anos, Lidiana, veio também para Portugal e, já em Janeiro deste ano, a namorada de Lidiana, Thayane, juntar-se-lhes-ia no mesmo apartamento que pertencia a Dinai Alves Gomes.

Na origem do homicídio poderá ter estado o facto de as duas vítimas manterem uma relação.

O suspeito do crime, Dinai Alves Gomes, é um ex-funcionário do hotel de animais, de nacionalidade brasileira, que a PJ terá descoberto ser “extremamente conservador”.

O suspeito, de quem Michele Santana Ferreira estava grávida de três meses, vivia em Portugal, mas regressou ao Brasil depois de as vítimas terem desaparecido.

Segundo o Público, as autoridades acreditam que as brasileiras terão sido mortas por esfaqueamento, tendo depois os seus corpos sidos escondidos na fossa.

No entanto, apenas os relatórios das autópsias e de outras perícias posteriores poderão provar essa tese e afastar a possibilidade de terem sido mortas por afogamento.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Jogadores do Porto irritados com fúrias de Sérgio Conceição

Os jogadores do FC Porto estão incomodados com os ataques de fúria do seu treinador, Sérgio Conceição, que em alguns casos já levaram a situações de humilhação pública. O caso mais mediático foi o de …

Prejuízos na TAP agravam-se e podem afastar Neeleman. Governo já procura novo comprador

A TAP apresentou prejuízos de cerca de 119 milhões de euros no primeiro semestre de 2019, um agravamento de 29 milhões relativamente a 2018. São os resultados negativos mais elevados desde a privatização da companhia …

"Deixem as vacas em paz!" Marcado mega churrasco de protesto na Universidade de Coimbra

Continuam a chover críticas à Universidade de Coimbra depois da decisão de banir a carne de vaca das cantinas. Associações do sector da produção bovina apelam a que se "deixem as vacas em paz" e …

Parte do programa do PDR é literalmente igual ao do PSD

O programa eleitoral do PDR para as legislativas de 6 de outubro é "exactamente igual" ao programa do PSD. São parágrafos inteiros e medidas exactamente iguais, diz o Público. Os programas eleitorais do Partido Democrático Republicano, …

Cofina chega a acordo com Prisa. TVI vendida por 255 milhões de euros

A Cofina SGPS anunciou este sábado ter chegado a acordo com a espanhola Prisa para comprar a totalidade das ações que detém na Media Capital, valorizando a empresa em 255 milhões de euros. Em comunicado enviado …

BE é feminista porque "isso é querer igualdade e segurança" (e não queima pontes)

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda assumiu sexta-feira o partido como feminista, explicando que "isso é querer igualdade e segurança" para ambos os sexos, e que é preciso "mudar as regras do jogo em …

O mistério da origem do estanho da Idade do Bronze foi finalmente resolvido

A origem do estanho usado na Idade do Bronze tem sido um dos maiores enigmas da pesquisa arqueológica. Agora, investigadores resolveram parte do quebra-cabeças. Um grupo de arqueólogs da Universidade de Heidelberg e do Centro de …

Votos postais dos portugueses no Reino Unido estão a ser devolvidos aos remetentes

Os correios britânicos estão a investigar "com urgência" a razão pela qual os envelopes com os votos postais dos portugueses residentes no país estão a ser devolvidos aos remetentes, informou hoje uma fonte oficial à …

Fuligem da poluição do ar encontrada na placenta de mulheres grávidas

Manchas de fuligem expelidas de motores de automóveis e centrais de combustíveis fósseis podem ser encontradas no lado fetal da placenta. Uma equipa liderada por cientistas da Universidade Hasselt, na Bélgica, estudou as placentas após o …

Mosquitos geneticamente modificados libertados no Brasil estão a reproduzir-se

O inesperado aconteceu: mosquitos geneticamente modificados estão a reproduzir-se no Brasil. A empresa responsável pela criação destes insetos mutantes realça que não há perigo para a saúde das pessoas. O plano para reduzir a população local …