Encontrados os corpos das três brasileiras desaparecidas em Cascais

(dr)

Michelle Santana Ferreira, a sua irmã, Lidiana Neves Santana, e uma amiga desta, Thayane Mendes Dias

Michelle Santana Ferreira, a sua irmã, Lidiana Neves Santana, e uma amiga desta, Thayane Mendes Dias

Os corpos das três jovens brasileiras dadas como desaparecidas desde o início do ano foram encontrados, esta sexta-feira, em adiantado estado de decomposição, numa fossa próximo de um hotel para cães em Cascais.

Os corpos das três jovens, encontrados em avançado estado de decomposição numa fossa junto a um hotel para cães, em Tires, no concelho de Cascais, foram transportados para o Instituto de Medicina Legal de Lisboa, avança a agência Lusa.

As três mulheres tinham sido dadas como desaparecidas em fevereiro deste ano, tendo sido encontradas pela Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária.

O suspeito do crime, Dinai Alves Gomes, um ex-funcionário do hotel de animais, de nacionalidade brasileira, vivia em Portugal, mas regressou ao Brasil depois de as vítimas terem desaparecido.

Além de Michelle Santana Ferreira, que estava grávida de três meses do alegado assassino, foram assassinadas a sua irmã, Lidiana Neves Santana, de 16 anos, e a amiga desta, Thayane Mendes Dias, de 22 anos.

Até ao momento, o suspeito não admitiu até agora a autoria das mortes, tendo a localização dos corpos resultado da investigação da Polícia Judiciária.

“Pelo menos acabou a agonia e o tormento de não saber onde estavam“, contou ao DN a mãe de Michele e de Lidiana, Solange Santana.

Em abril deste ano, uma equipa de investigação da PJ tinha já realizado buscas nas proximidades, uma vez que o suspeito trabalhava na região, mas os corpos só agora foram descobertos, após denúncia da empresa de tratamento de esgotos que fazia limpeza ao local.

dinai.gomes / Facebook

Dinai Alves Gomes, principal suspeito da morte das três jovens brasileiras

Dinai Alves Gomes, principal suspeito da morte das três jovens brasileiras

Segundo o jornal i, a PJ terá descoberto que o suspeito é “extremamente conservador” e que na origem do homicídio poderá ter estado o facto de duas das vítimas manterem uma relação.

“Só ele pode dizer ao certo qual foi a motivação, mas a investigação chegou a ter a tese de que se tratava de uma questão de costumes. Os inspetores responsáveis aperceberam-se durante as investigações de que o suspeito era uma pessoa extremamente conservadora”, garante ao i um inspector da PJ.

“Esse conservadorismo terá chocado com o facto de a irmã da mulher ter uma namorada”, diz a mesma fonte.

A Polícia Judiciária acredita que não houve cúmplices do crime.

O suspeito, que se terá entregue às autoridades brasileiras, estará presentemente sob custódia da Polícia Federal do Brasil, país com o qual Portugal não tem acordo de extradição.

“A investigação terá de ser feita toda cá, porque os crimes aconteceram cá. A única coisa que eles no Brasil podem fazer é colaborar na investigação com os depoimentos do suspeito”, acrescentou a mesma fonte judicial.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O caso das Brasileiras

    O alegado assassino não se encontra em Portugal e a noticia diz que ele vai ser julgado cá e as autoridades Brasileiras nada podem fazer que colaborar no caso.Em que ficamos ele não está cá ou afinal está e nao é extraditado ?

RESPONDER

As estranhas "riscas de tigre" de Encélado foram finalmente explicadas

A lua gelada de Saturno, Encélado, tem despertado especial interesse na comunidade científica desde que foi observada em detalhe pela sonda espacial da NASA Cassini em 2005. Agora, uma equipa de cientistas encontrou resposta para …

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …