Açambarcamento de medicamentos por Portugal? “É um total absurdo”, diz Infarmed

Massimo Percossi / EPA

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento da covid-19, sendo um dos culpados da falta de medicamentos nos hospitais da União Europeia.

Em comunicado, citado pelo Observador, o Infarmed negou o “açambarcamento” de medicamentos em Portugal, dizendo mesmo que “falar em açambarcamento é um total absurdo”.

Para rejeitar a acusação, o Infarmed avançou alguns detalhes sobre o que foi feito no país para reforço do stock de medicamentos que são ou poderão vir a ser utilizados no tratamentos de doentes nas unidades de cuidados intensivos.

De acordo com o comunicado, “na preparação para a pandemia de covid-19, foi definida pelas entidades do Ministério da Saúde uma lista de medicamentos, Equipamentos de Proteção Individual e Dispositivos Médicos para os quais os hospitais deviam reforçar o stock em 20% do respetivo consumo anual, de modo a estarem preparados para uma utilização elevada dos serviços de saúde, em particular dos cuidados intensivos”.

O reforço do stock “permitia assegurar que face a eventuais constrangimentos na cadeia de distribuição, os serviços de saúde portugueses estariam preparados para prestar os cuidados de saúde necessários” e “as necessidades estimadas e adquiridas estão em linha com as identificadas como necessárias ao funcionamento dos serviços de saúde, face à situação pandémica”.

“Todos os países da Europa têm adotado as mesmas práticas. Este reforço tem sido feito em articulação com a indústria farmacêutica nacional e internacional, para que se possa aumentar a produção de forma a fazer face às necessidades dos doentes, com o inerente aumento dos consumos”, referiu o Infarmed.

O Infarmed admite estar “a monitorizar a disponibilidade de medicamentos no sentido de evitar faltas” ou escassez em alguns territórios, em articulação com “a Agência Europeia de Medicamentos e com a rede de Autoridades do Medicamento dos outros Estados-membro”. A monitorização passa por perceber se e onde há escassez de “medicamentos essenciais”.

“Durante todo este processo, Portugal tem adotado uma postura de total transparência e disponibilidade para articular com todos os parceiros europeus na área do medicamento”, diz.

Segundo o Infarmed, as suas preocupações têm passado por “prestar os melhores cuidados aos doentes”, evitando “escassez e falta de acesso” a medicamentos — e não em “gerir um excedente que não deve existir”.

Esta terça-feira, Portugal, juntamente com a Áustria, foi acusado por uma organização belga sem fins lucrativos de fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento da covid-19, enquanto alguns hospitais da União Europeia estão com escassez – ou previsão de escassez.

Em comunicado enviado ao Observador, a APOGEN (Associação Portuguesa de Medicamentos Genéricos e Biossimilares) e a Medicines for Europe distanciaram-se “das acusações de armazenamento em excesso de medicamentos feita a países como Portugal e Áustria.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Metro de Nova Iorque pede à Apple para melhorar sistema de reconhecimento facial

A autoridade que gere o metro de Nova Iorque, nos Estados Unidos, pediu à gigante tecnológica Apple para melhorar o reconhecimento facial dos seus dispositivos depois de serem observados vários passageiros a retirar a máscara …

Rival da Tesla diz que o seu carro terá uma autonomia de 832 quilómetros

A empresa Lucid Motors, concorrente direta da Tesla no mercado automóvel elétrico, afirma que o seu carro Air terá uma autonomia de 832 quilómetros. A confirmar-se a autonomia deste carro, o automóvel da Lucid Motors ultrapassará …

Moradores das Maurícias estão a cortar o próprio cabelo para ajudar a evitar um desastre ambiental

Moradores das Maurícias estão a cortar o seu próprio cabelo para para tentar minimizar os danos causados pelo derrame de petróleo de um navio janponês encalhado nos recifes de coral ao largo da ilha. Estima-se que …

Atalanta 1-2 PSG | Reviravolta épica vale bilhete para as “meias”

Um final impróprio para cardíacos e o epílogo perfeito num excelente jogo. O PSG esteve a perder desde o minuto 27, mas em apenas três minutos dos descontos deu a volta ao texto diante da …

Um emblemático transplante nos EUA aconteceu graças a um coração "roubado"

Um dos primeiros transplantes de coração realizados no mundo aconteceu no Estados Unidos. O que muitos não sabem é que este caso de sucesso também deu aso ao primeiro processo civil no país por homicídio …

"Pandemia de sem-abrigo" nos EUA. Há 30 milhões de pessoas sob risco de despejo

Nos Estados Unidos da América avizinha-se uma "pandemia de sem-abrigo". Até ao final de setembro, 30 milhões de norte-americanos estão em risco de despejo devido à covid-19. Nos Estados Unidos, a pandemia de covid-19 pode estar …

Tráfego nas autoestradas cai para quase metade. Foi o pior trimestre de sempre

A rede da Associação Portuguesa das Sociedades Concessionárias de Autoestradas ou Pontes com Portagens (APCAP) registou de abril a junho "o pior trimestre de circulação e tráfego médio desde que há registos", recuando 46% devido …

Bielorrússia cortou acesso à internet e tentou fazer com que parecesse um acidente

No seguimento da reeleição de Alexandr Lukashenko na Bielorrússia, multiplicam-se os apagões de internet. O Governo diz que se trata de um ataque cibernético, mas há suspeitas de que seja um plano do presidente. Os protestos …

Resgatados 28 cães sem registo ou vacinas de barracões onde também vivia a proprietária em Lisboa

Vinte e oito cães foram retirados pela PSP terça-feira de barracões em Lisboa onde também vivia a proprietária, avança a agência Lusa, detalhando que os animais serão depois colocados para adoção.  Os animais foram posteriormente recolhidos …

Pela primeira vez em 300 anos, é possível visitar esta ilha em Cabo Cod

Pela primeira vez em 300 anos, uma ilha ao largo da costa de Cabo Cod, península em forma de gancho no estado norte-americano de Massachusetts, está aberta ao público. A Ilha Sipson é propriedade privada desde …