Facebook alemão vai eliminar comentários anti-refugiados

Os alemães que fizerem comentários racistas no Facebook contra os refugiados verão os seus comentários ser automaticamente eliminados.

Há uns dias o ministro da Justiça alemão, Heiko Maas, pediu ao Facebook por escrito para eliminar os comentários racistas contra os refugiados.

“Fotografias de certas partes do corpo são automaticamente eliminadas por valores morais, no entanto, os comentários racistas e xenófobos não são logo removidos”, escreveu na carta publicada pelo jornal Tagesspiegel, citado pela Bloomberg.

O ministro alemão pediu também à empresa que “faça mais para que a rede social não se converta num pátio de escola para a extrema-direita“.

A rede social respondeu ao ministro, dizendo que “não tem lugar para o racismo” e que vai cooperar ao apagar publicações com “discursos de ódio contra determinados grupos e também convites à violência”, lê-se noutro artigo da Bloomberg.

A conhecida rede social disse que não consegue reagir tão rapidamente quanto gostaria e que muitas publicações acabam por passar.

“Temos bons sistemas mas nem sempre são 100% eficazes”, disse Richard Allan, diretor de privacidade do Facebook europeu, depois do encontro em Berlim com o ministro.

Dentro da nova política, a empresa vai juntar-se a uma rede de controlo de conteúdos na Internet, a FSM, que incentiva os utilizadores a denunciar determinados conteúdos e conta com especialistas para filtrar os comentários ofensivos.

Num vídeo publicado na última sexta-feira, figura do Partido Verde, Katrin Göring-Eckardt, tentou chamar a atenção para esta situação ao ler vários comentários ofensivos publicados nas redes sociais.

“A liberdade de expressão é importante, mas tem limites quando se trata de incitar à violência ou espalhar o discurso do ódio”, disse Katrin Göring-Eckardt.

“Façam com que estas mensagens desapareçam”, apela no vídeo.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

"Dirty Dancing" está de volta e conta com Jennifer Grey

John Feltheimer, CEO da Lionsgate, confirmou ao The Guardian que a produtora está a desenvolver uma sequela de Dirty Dancing. O clássico dos anos 80 que agora regressa foi protagonizado originalmente por Patrick Swayze e …

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …