Emails, fotos e histórico. FaceApp recolhe informações dos utilizadores

 

A FaceApp é uma aplicação que nos últimos dias viralizou e permite usar um filtro de fotografia que nos torna mais velhos, entre outras funcionalidades. No entanto, a aplicação admite construir uma base de dados com as informações dos utilizadores.

Na política de privacidade da aplicação, a FaceApp admite recolher os dados sempre que o utilizador usa um filtro ou outra funcionalidade. No tópico “informações que recolhemos”, a empresa que desenvolveu a aplicação admite reunir “conteúdo dos utilizadores (por exemplo fotos e outros materiais) que sejam publicados através do serviço“.

A aplicação de edição de fotografias permite alterar a nossa aparência, mudando a cor de olhos, o estilo do cabelo, etc. No entanto, a funcionalidade mais viral é a de fazer uma simulação da nossa aparência quando formos mais velhos. Fotografias com os filtros do FaceApp têm sido vistas espalhadas pelas redes sociais, com várias celebridades a também usarem a aplicação.

Atualmente, a aplicação desenvolvida pela empresa russa Wireless Lab é a mais descarregada da Google Play e da App Store em Portugal. Apesar de parecer uma violação da nossa privacidade, são os próprios utilizadores que autorizam a recolha dos dados pela aplicação.

O histórico de navegação do browser, de acordo com o jornal Público, é uma das informações que também é recolhida pela app. “Usamos ferramentas de análise de terceiros para nos ajudar a medir o tráfego e as tendências de uso do serviço”, lê-se na política de privacidade.

“Estas ferramentas reúnem informação enviada pelo seu dispositivo ou pelo nosso serviço, incluindo as páginas web que visita, add-ons, e outra informação que nos ajude a melhorar o serviço”, explica.

A FaceApp esclarece que “não recolhe intencionalmente” informação de menores de 13 anos e, caso o faça, é obrigada a eliminar essa informação.

“Também podemos recolher informações semelhantes de emails enviados para os nossos utilizadores, que depois nos ajudam a monitorizar quais emails são abertos e em que links os destinatários clicam”, alegando que recolhe estes e outros dados para “melhorar e testar a eficácia do serviço“.

No entanto, além de ser utilizada em benefício dos criadores, a informação recolhida pode ser partilhada com os parceiros da FaceApp, como por exemplo empresas de publicidade.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. App desenvolvida por empresa russa?
    Hummm… até me podem chamar as coisas que agora estão em voga… Mas que não me fiava… lá isso não.

RESPONDER

Há um mecanismo que bloqueia a produção de gordura após as refeições. Pode tratar a obesidade

Um novo estudo revela um mecanismo até agora desconhecido, no qual uma hormona libertada do intestino desliga os processos de produção de gordura do corpo após as refeições. Depois de uma refeição, o nosso corpo dedica-se …

A mais recente espécie de macaco foi encontrada em laboratório e não numa expedição

A nova espécie de macaco, o Popa langur, foi descoberta em laboratório. Ao contrário do que se possa pensar, muitas das espécies descobertas não são encontradas numa expedição. A descoberta do Popa langur, um macaco encontrado …

Desapareceu tão misteriosamente como apareceu o monólito do deserto do Utah (e apareceu outro na Roménia)

O monólito de metal descoberto, na semana passada, no meio do deserto do Utah, nos EUA, desapareceu sem deixar rasto. O mistério adensa-se em torno do objecto que alguns já apelidaram de "extraterrestre", até porque …

The Crown: O que é verdade e ficção na nova temporada?

Não é novidade que as famílias reais da Europa, em especial a família real britânica, sempre despertaram muita curiosidade e interesse por parte do público. Desta forma, a plataforma de streaming Netflix decidiu investir, em …

Hubble avista possível "jogo de sombras" do disco em torno de um buraco negro

Algumas das vistas mais deslumbrantes do nosso céu ocorrem ao pôr-do-Sol, quando a luz do Sol penetra nas nuvens, criando uma mistura de raios brilhantes e escuros formados pelas sombras das nuvens e pelos feixes …

No Japão, houve mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 no ano todo

No mês de outubro, o número de suicídios no Japão foi superior ao número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia. De acordo com os dados do governo, foram registados 2153 suicídios no …

YouTube cria o primeiro videoclipe "infinito" de sempre. Reúne todas as versões de "Bad Guy" de Billie Eilish

"Bad Guy" de Billie Eilish tornou-se o primeiro vídeo de música infinito de sempre. Celebrando o facto de ter atingido a marca de mil milhões de visualizações, a artista juntou-se ao YouTube e criou uma …

Marítimo 1 - 2 Benfica | Águia faz terapia no “divã” de Pizzi

Após duas derrotas consecutivas para o campeonato (contra o Boavista e o Braga), o Benfica regressou às vitórias, na visita ao Marítimo, por 2-1. Um resultado que não disfarça as dificuldades e a intranquilidade que …

A Coreia do Sul vai ter táxis aéreos. Serão usados em serviços de emergência e turismo

A empresa chinesa de mobilidade aérea EHang concluiu três voos de teste na Coreia do Sul para demonstrar o seu novo transporte de passageiros. Trata-se de um táxi aéreo com capacidade de resposta de emergência …

Tartarugas marinhas transportadas para a Flórida depois de sofrerem reação hipotérmica

Quarenta tartarugas marinhas em vias de extinção foram transportadas para a Florida, nos Estados Unidos, depois de sofrerem uma reação de hipotermia na costa de Massachusetts. Quando as tartarugas marinhas são expostas à água fria por …