Face Oculta: alegações finais em 2014

PhotoXpress

foto: Photoxpress

foto: Photoxpress

As alegações finais do processo “Face Oculta”, que começou a ser julgado há dois anos, no tribunal de Aveiro, deverão arrancar em janeiro de 2014, disse o juiz-presidente no final da 161.ª sessão do julgamento, esta terça-feira.

Segundo Raul Cordeiro, a fase de produção de prova deverá ficar concluída até ao final do corrente ano, iniciando-se as alegações em 2014.

A sessão desta terça-feira ficou marcada pelas declarações do arguido Vítor Batista, ex-administrador da REN – Redes Energéticas Nacionais e antigo braço direito de José Penedos, coarguido no processo.

Perante o tribunal, o arguido afirmou que nunca sentiu pressões ou fez qualquer favor a terceiros para agradar ao antigo presidente da REN José Penedos.

Confrontado com uma escuta entre Paulo Penedos e Namércio Cunha, onde se fala da visita de um administrador à Central da Tapada do Outeiro, Vítor Batista admitiu ter ido ao local para “conhecer o terreno”, mas não soube explicar como é que os arguidos souberam da visita.

“Nunca falei com estas pessoas. É um mundo paralelo com o qual não tenho nada a ver”, declarou.

O ex-administrador da REN está acusado de três crimes de corrupção e dois de participação económica em negócio.

Até agora, apenas sete dos 37 arguidos aceitaram depor perante o coletivo de juízes: Armando Vara, José Penedos, Paulo Penedos, António Paulo Costa, José António Contradanças, Namércio Cunha, Fernando Santos e Vítor Batista. Todos os restantes, incluindo o sucateiro Manuel Godinho, remeteram-se ao silêncio.

A próxima sessão do julgamento está marcada para o dia 29 de novembro, com a audição de quatro testemunhas que já tinham sido inquiridas, para prestar novos esclarecimentos, nomeadamente dois funcionários e um ex-funcionário da Refer e um engenheiro da empresa que fiscalizou a empreitada para a renovação da via na linha da Beira Baixa.

O processo “Face Oculta” está relacionado com uma alegada rede de corrupção que teria como objetivo o favorecimento do grupo empresarial do sucateiro Manuel Godinho, nos negócios com empresas do setor empresarial do Estado e privadas.

Entre os arguidos estão personalidades como Armando Vara, antigo ministro e ex-administrador do BCP, José Penedos, ex-presidente da REN, e o seu filho Paulo Penedos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Itália: Da crise pandémica à crise política. Conte tem agora o voto de confiança dos deputados

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve ontem a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante …

"Risco de readmissão é grande". Quase um terço dos infetados voltou ao hospital (e um em cada oito morreu)

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, quase um terço das pessoas que tiveram alta de um internamento por problemas de saúde relacionados com a covid-19, em Inglaterra, regressaram ao hospital pela …

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada", perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu esta …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …