Facebook planeia criar a sua própria criptomoeda

B!T

O Facebook está a explorar a criação da sua própria criptomoeda, que permitiria aos seus milhares de milhões de utilizadores em todo o mundo fazer pagamentos eletrónicos, segundo fonte próxima da rede social.

De acordo com o Cheddar, que cita fontes ligadas à estrutura interna da rede social, o Facebook estará mesmo empenhado em desenvolver a sua própria criptomoeda, baseada na tecnologia de blockchain.

“Estão a levar o projeto muito a sério”, esclareceu a fonte, que pediu anonimato. A rede social de Zuckerberg começou a estudar a blockchain há cerca de um ano, quando um membro da sua equipa de desenvolvimento, Morgan Beller, começou a olhar para forma como a plataforma social poderia usar a tecnologia emergente.

Na altura, Beller era a única trabalhadora da empresa que se dedicava a estudar a tecnologia de blockchain, que sustenta criptomoedas como a Bitcoin e Ethereum.

Os holofotes recaíram sobre o seu trabalho na semana passada quando o Facebook anunciou que o vice-presidente encarregue da app Messenger, David Marcus, iria liderar uma nova equipa para “explorar como aproveitar melhor o blockchain na rede social”.

Marcus lidera agora uma nova equipa com menos de uma dúzia de funcionários da rede social. Antes de entrar na empresa, David Marcus já foi presidente da PayPal, que facilita as transações entre utilizadores no Messenger.

O vice-presidente encarregue do Messenger é um investidor em Bitcoins, e em dezembro entrou no conselho da Coinbase, que administra uma das mais populares transações de criptomoedas.

O Facebook já tentou utilizar uma moeda digital em 2009. A Facebook Coin teve uma vida curta, de apenas dois anos, muito pela falta de utilização por parte dos utilizadores. Na altura, a moeda do Facebook era utilizada em jogos como o Farmville, para que os utilizadores do Facebook pudessem progredir no jogo mais rapidamente.

Mas, em entrevista, Marcus esclareceu que a rede social não pretende repetir a experiência. “Pagamentos com criptomoedas neste momento são caros e morosos. Só depois das várias comunidades que gerem blockchains solucionarem esses problemas é que nós, talvez, faremos alguma coisa.”

Assim, o trabalho do Facebook na tecnologia de blockchain pode demorar anos a materializar-se.

Num post interno, o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, disse apenas, que, “tal como muitas outras empresas, o Facebook está a explorar esta tecnologia. A nova equipa estará encarregue de explorar as potenciais aplicações da blockchain. Não temos mais informação para partilhar”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. que giro ! para alem de controlarem o que os utilizadores pensam e dizem ,tambem querem saber o que eles compram ! claro que depois vendem essas informaçoes a empressas , quais sao os potenciais clientes e poupam imenso em campanhas publicitarias ineficazes, e ainda menos privacidade para o utilizador

RESPONDER

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …