Facebook planeia criar a sua própria criptomoeda

B!T

O Facebook está a explorar a criação da sua própria criptomoeda, que permitiria aos seus milhares de milhões de utilizadores em todo o mundo fazer pagamentos eletrónicos, segundo fonte próxima da rede social.

De acordo com o Cheddar, que cita fontes ligadas à estrutura interna da rede social, o Facebook estará mesmo empenhado em desenvolver a sua própria criptomoeda, baseada na tecnologia de blockchain.

“Estão a levar o projeto muito a sério”, esclareceu a fonte, que pediu anonimato. A rede social de Zuckerberg começou a estudar a blockchain há cerca de um ano, quando um membro da sua equipa de desenvolvimento, Morgan Beller, começou a olhar para forma como a plataforma social poderia usar a tecnologia emergente.

Na altura, Beller era a única trabalhadora da empresa que se dedicava a estudar a tecnologia de blockchain, que sustenta criptomoedas como a Bitcoin e Ethereum.

Os holofotes recaíram sobre o seu trabalho na semana passada quando o Facebook anunciou que o vice-presidente encarregue da app Messenger, David Marcus, iria liderar uma nova equipa para “explorar como aproveitar melhor o blockchain na rede social”.

Marcus lidera agora uma nova equipa com menos de uma dúzia de funcionários da rede social. Antes de entrar na empresa, David Marcus já foi presidente da PayPal, que facilita as transações entre utilizadores no Messenger.

O vice-presidente encarregue do Messenger é um investidor em Bitcoins, e em dezembro entrou no conselho da Coinbase, que administra uma das mais populares transações de criptomoedas.

O Facebook já tentou utilizar uma moeda digital em 2009. A Facebook Coin teve uma vida curta, de apenas dois anos, muito pela falta de utilização por parte dos utilizadores. Na altura, a moeda do Facebook era utilizada em jogos como o Farmville, para que os utilizadores do Facebook pudessem progredir no jogo mais rapidamente.

Mas, em entrevista, Marcus esclareceu que a rede social não pretende repetir a experiência. “Pagamentos com criptomoedas neste momento são caros e morosos. Só depois das várias comunidades que gerem blockchains solucionarem esses problemas é que nós, talvez, faremos alguma coisa.”

Assim, o trabalho do Facebook na tecnologia de blockchain pode demorar anos a materializar-se.

Num post interno, o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, disse apenas, que, “tal como muitas outras empresas, o Facebook está a explorar esta tecnologia. A nova equipa estará encarregue de explorar as potenciais aplicações da blockchain. Não temos mais informação para partilhar”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. que giro ! para alem de controlarem o que os utilizadores pensam e dizem ,tambem querem saber o que eles compram ! claro que depois vendem essas informaçoes a empressas , quais sao os potenciais clientes e poupam imenso em campanhas publicitarias ineficazes, e ainda menos privacidade para o utilizador

RESPONDER

Afinal comer um ovo por dia é mau outra vez

Afinal, comer um ovo por dia não é assim tão bom para a saúde como estudos recentes sugeriam. O maior consumo de ovos e colesterol pode aumentar o risco de doenças cardíacas e de morte …

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …