Activistas de extrema-direita organizam-se para combater barcos que resgatam refugiados

Um grupo de ativistas de extrema-direita lançou recentemente uma campanha para dificultar a vida aos barcos que se dedicam a resgatar refugiados no Mediterrâneo. Até agora, já conseguiu angariar cerca de 65 mil euros.

Segundo o The Guardian, este grupo de extrema-direita, “Génération Identitaire”, que se auto-denomina como a filial europeia da alt-right norte-americana, quer concretizar esta campanha no verão e, já no mês passado, conseguiu interromper uma missão de salvamento.

Em menos de três semanas, a campanha anónima de crowdfunding, que pretende combater os barcos que se dedicam a resgatar refugiados no Mediterrâneo, já arrecadou cerca de 65 mil euros para pagar navios, custos de viagem e equipamentos de filmagem.

“Barcos completamente cheios de imigrantes estão a invadir as fronteiras da Europa. É uma invasão. Esta imigração em massa está a modificar o rosto do nosso continente. Estamos a perder a nossa segurança, a nossa forma de vida e estamos em perigo de nos tornarmos uma minoria nas nossas próprias terras”, lê-se no site do grupo.

O objetivo inicial da campanha eram apenas 50 mil euros mas, depois de terem alcançado esse valor, os ativistas continuaram a aceitar donativos.

Em declarações ao jornal britânico, um oficial que preferiu manter o anonimato afirmou que os próprios políticos estão a ajudar a criar este ambiente. “Quando o governo britânico e os governos dos outros países europeus falam de ‘epidemias’ de migrantes, ou perpetuam a ideia de que as missões de salvamento são um fator que atrai os migrantes ou que estão a fornecer um ‘serviço de táxi’, é normal que este tipo de extremismo comece a surgir”.

Por sua vez, Simon Murdoch, do centro anti-racismo Hope Not Hate, diz não estar muito chocado com as ações deste grupo. “Estes ativistas de extrema-direita estão a tentar prevenir missões de cariz humanitário, que ajudam algumas das pessoas mais vulneráveis do mundo nos dias que correm, incluindo mulheres e crianças em risco de morrerem afogadas – mostra bem o seu nível de compaixão“.

De acordo com o jornal, o grupo já reuniu cerca de 500 pessoas em alguns dos seus comícios em França e já tem mais de 122 mil gostos na sua página do Facebook.

Entretanto, a ativista e jornalista Caroline Criado-Perez criou uma campanha para fazer frente a este grupo de extrema-direita e, num único dia, já superou os 70 mil euros.

Intitulada “Unidos contra o terror”, a campanha pretende angariar 100 mil libras, cerca de 114 mil euros, que serão entregues aos Médicos Sem Fronteiras e outras equipas de salvamento.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É lamentável, como muita gente (se é que se lhe pode chamar gente), ainda acha que neste Planeta (MÃE Terra) que nos concebeu e acolhe a todos, se acha com mais direitos e regalias que o seu próximo!
    Somos todos filhos desta Mãe Terra, dela nascemos e a Ela regressaremos.
    (E mais rápido do que pensamos)…

RESPONDER

Neeleman continua na TAP, mesmo com a entrada da Lufthansa

David Neeleman vai manter-se como acionista da companhia aérea portuguesa, mesmo que a Lufthansa venha a entrar no capital da TAP. Sabe-se que a Lufthansa está a estudar, juntamente com a United Airlines, a aquisição dos …

Escócia aprova plano para dar tampões e pensos grátis a todas as mulheres

O Parlamento escocês aprovou, esta terça-feira, um projeto de lei para disponibilizar gratuitamente produtos de higiene feminina a todas as mulheres. A Escócia será o primeiro país a avançar com uma medida deste tipo. O plano …

Bruxelas regista lentidão no desenvolvimento da ferrovia e dos portos portugueses

A Comissão Europeia fez hoje várias observações sobre a lentidão do desenvolvimento de projetos na ferrovia e nos portos portugueses, num relatório elaborado no âmbito do pacote de inverno do semestre europeu. Abordando os setores ferroviário …

Há dois anos, o Governo deu luz verde a doutoramentos nos politécnicos (mas ainda não mudou a lei)

O Governo deu luz verde aos doutoramentos nos politécnicos e, por isso, criou em 2018 uma lei para mudar o panorama. Contudo, esta só funciona se a Lei de Bases mudar. Em 2018, o Conselho de …

Neymar recusa treinar depois de não ser convocado

O futebolista brasileiro Neymar, que joga atualmente no PSG, recusou-se a treinar no dia seguinte a não ter sido convocado para o jogo frente ao Dijon, para a Taça de França, revelou esta quarta-feira o …

"Poesia de emergência". Espanhóis criam número de telefone para quem quiser ouvir poemas

O projeto "Poesia de Emergência" nasceu no início de 2018 e tem mais de uma centena de voluntários que recitam poemas próprios autores conhecidos. Basta ligar para um número.   A ideia, que já tem voluntários em …

Vitalino Canas: "Andei 40 anos a preparar-me para ser juiz do Tribunal Constitucional"

O ex-secretário de Estado Vitalino Canas assumiu hoje, no parlamento, que esteve nos últimos “40 anos” a preparar-se para “ser juiz do Tribunal Constitucional”, e salientou que se for eleito não será porta-voz “de nenhum …

Lei que proíbe eutanásia "comercial" considerada inconstitucional por tribunal alemão

O Tribunal Constitucional da Alemanha considerou esta quarta-feira inconstitucional uma lei de 2015 que proíbe o suicídio assistido "organizado" por médicos ou associações. A lei privou doentes em fase terminal do "direito de escolher [a sua] …

Relatório policial acusa adeptos portistas de racismo contra jogador do Moreirense

O FC Porto está a ser alvo de um processo disciplinar por acusações de racismo contra um jogador guineense do Moreirense, numa partida disputada dia 10 de janeiro. Depois de toda a polémica a envolver Marega, …

Montijo: Lei que permite veto dos municípios ao aeroporto é "desajustada e desproporcional

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, defendeu hoje, em Lisboa que a lei que permite aos municípios vetar a construção do aeroporto do Montijo é “desajustada e desproporcional”, pelo que deve ser alterada. “O debate …