Explosão de Beirute foi uma das maiores explosões não nucleares da História

Nabil Mounzer / EPA

A energia libertada durante as explosões no porto de Beirute, capital do Líbano, no início de agosto, teria sido suficiente para abastecer mais de cem casas durante um ano, revela o novo estudo.

A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2750 toneladas de nitrato de amónio destruíram o porto de Beirute, no Líbano, provocando 191 mortes, mais de 6500 feridos e perto de 300 mil desalojados.

Segundo o site Live Science, um novo estudo mostra que a maior explosão ocorrida neste dia foi uma das mais poderosas da História que não foi produzida por uma bomba nuclear.

Engenheiros da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, analisaram 16 vídeos que foram captados de diferentes locais à volta da explosão e que tinham uma visão desobstruída do evento e do seu rescaldo.

Os investigadores recolheram 38 pontos de dados dos vídeos, identificando a chegada da onda de explosão com base em áudios, análise de vídeo frame a frame e o tamanho da bola de fogo da explosão.

A equipa descobriu que o cataclismo foi equivalente à detonação de 550 a 1200 toneladas (500 a 1100 toneladas métricas) do composto químico explosivo trinitrotolueno (TNT) – cerca de 5% da força da bomba nuclear que os Estados lançaram sobre Hiroshima, no Japão, em agosto de 1945.

Numa questão de milissegundos, a explosão de Beirute libertou aproximadamente um gigawatt hora (GWh) de energia, o que seria equivalente à energia que é produzida numa hora por mais de três milhões de painéis solares; 412 turbinas eólicas; ou 110 milhões de LEDs, de acordo com o Departamento de Energia norte-americano.

Além disso, lê-se no comunicado da universidade britânica, seria energia suficiente para fornecer eletricidade a mais de cem casas durante cerca de um ano.

“Depois de ver o desenrolar dos eventos, quisemos usar a nossa experiência para ajudar a entender o que aconteceu em Beirute e fornecer dados que pudessem ser usados para ajudar a preparar e a salvar vidas em tais eventos, caso ocorram novamente”, afirmou Sam Rigby, professor sénior desta universidade e autor principal do estudo publicado, a 22 de setembro, na revista científica Shock Waves.

“Ao compreender melhor o poder das explosões acidentais em grande escala, como a que ocorreu em Beirute, podemos desenvolver previsões mais precisas de como diferentes edifícios serão afetados e os tipos de lesões que provavelmente ocorrerão a diferentes distâncias da explosão”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Chega e IL dizem que cerco na AML é "inconstitucional". Ventura recorre ao Supremo Tribunal Administrativo

André Ventura, líder do Chega, contestou a decisão do Governo de limitar a circulação na AML. Considerando que a medida é inconstitucional, entregou uma "Intimação para proteção de direitos, liberdade e garantias" no Supremo Tribunal …

Há 50 mil anos, humanos e neandertais relacionaram-se no deserto de Negev

Uma recente descoberta no deserto do Negev, no centro de Israel, revelou detalhes importantes sobre o desenvolvimento da cultura humana na região, de acordo com um novo estudo publicado na revista PNAS. Por toda a Ásia, …

Costa reeleito líder do PS com 94% dos votos aponta a vitória nas autárquicas

António Costa foi reeleito no sábado secretário-geral do PS, com 94% dos votos, para um novo mandato de dois anos, de acordo com resultados provisórios divulgados hoje pela Comissão Organizadora do Congresso (COC) do PS. O …

"Pessoas como nós". Presidente da República alerta contra indiferença no Dia Mundial do Refugiado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou contra a indiferença e os "discursos oportunistas" numa mensagem alusiva ao Dia Mundial do Refugiado, que hoje se assinala. “Este ano sob o mote ‘Juntos cuidamos, aprendemos …

Três portugueses entre os cinco mortos em colapso de escola na Bélgica

No dia de ontem, as autoridades belgas confirmaram a morte de cinco pessoas, entre as quais três portugueses, no desabamento de uma escola em obras na cidade de Antuérpia, na Bélgica. Para além dos dois corpos …

Descoberto mecanismo que pode aumentar a expectativa de vida

Ao longo do tempo foram descobertas várias causas para o envelhecimento, mas permanece a questão de saber se existem mecanismos subjacentes comuns que determinam o envelhecimento e a expectativa de vida. Um equipa de investigadores do …

"Trabalhador atravessou faixa de rodagem". MAI diz que carro de Cabrita não se despistou

O Ministério da Administração Interna esclareceu que não existia sinalização para alertar os condutores dos “trabalhos de limpeza em curso" na autoestrada A6, no Alentejo, na sexta-feira, quando a viatura do ministro atropelou mortalmente um …

Caracol carrega o menor computador do mundo (e desvenda mistério sobre extinção em massa)

A decisão de introduzir caracóis não nativos no Taiti levou à extinção de 56 espécies de caramujos arbóreos. Contudo, uma das espécies sobreviveu. Para perceber como este "milagre" aconteceu, uma equipa usou o menor computador …

Cientistas estudam a presença de água líquida em exoluas de planetas "fugitivos"

Astrofísicos calcularam que tais sistemas poderiam abrigar água suficiente para tornar a vida possível - e sustentá-la. A água - no estado líquido - é o elixir da vida. Tornou a vida possível na Terra e …

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …