Nikolai Glushkov. Exilado crítico de Putin morto em 2018 em Londres foi estrangulado

Facundo Arrizabalaga / EPA

O exilado russo e crítico de Putin, Nikolai Glushkov, que foi encontrado morto e, 2018 na sua própria casa em Londres, no Reino Unido, foi estrangulado.

O empresário Nikolai Glushkov, que criticava o presidente russo Vladimir Putin, foi encontrado morto em New Malden, no sudoeste de Londres, em março de 2018.

O Tribunal de Justiça de West London ouviu que havia evidências que sugeriam que a sua morte parecia um suicídio e que havia “envolvimento de terceiros”.

Agora, segundo a BBC, o legista sénior Chinyere Inyama determinou que Glushkov foi assassinado.

Glushkov fugiu da Rússia após ser acusado de fraude durante o seu tempo como vice-diretor da companhia aérea Aeroflot, e recebeu asilo político no Reino Unido em 2010. Em 2017, durante um julgamento à revelia, foi condenado a oito anos por um tribunal russo após ser condenado por roubar 87 milhões da companhia aérea.

Glushkov, de 68 anos, devia comparecer no Tribunal de Comércio de Londres para se defender em 12 de março de 2018, dia em que o seu corpo foi descoberto pela filha, Natalia.

O paramédico Dominic Biel disse ao inquérito que a cena da morte era “suspeita”.

Um relatório de patologia resumido ao tribunal disse que os ferimentos “podem ser consistentes com uma imobilização no pescoço, aplicada por trás, e o agressor estando atrás da vítima”. “Há uma falta de lesões que sugiram uma luta prolongada ou contenção com o terceiro, e uma falta de lesões de natureza defensiva nos membros superiores”.

“Com base em toda a documentação, todas as evidências reunidas, Nikolai Glushkov morreu de um assassinato ilegal“, disse o legista.

Nesta investigação, mais de 1.800 testemunhas foram contactadas e mais de 420 depoimentos feitos. Ninguém foi detido e o motivo do crime ainda não foi estabelecido.

Glushkov era amigo íntimo do oligarca Boris Berezovsky, um crítico vocal de Putin, que foi encontrado enforcado na sua casa em Berkshire em 2013.

A morte de Glushkov ocorreu num momento de tensão entre Londres e Moscovo pelo envenenamento, a 4 de março desse ano, do ex-duplo espião russo Serguei Skripal em território britânico.

O antigo agente dos serviços secretos militares russos, recrutado na década de 1990 pelo MI6 britânico, e a sua filha Yuila, foram expostos a um agente químico de natureza militar e permanecem em estado crítico.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

"Máxima segurança". Porto de Lisboa com protocolo de segurança para receber cruzeiros

A administração do Porto de Lisboa assinalou este domingo o regresso do movimento de passageiros de cruzeiros a partir desta segunda-feira, com o levantamento das restrições ao desembarque de passageiros em viagens não essenciais, sublinhando …

”Terrível engano”. Programa do Governo para incentivar regresso dos emigrantes exclui as ilhas

O Programa Regressar, criado em 2019 pelo Governo da República para incentivar o regresso dos emigrantes ao país, descrimina os Açores e a Madeira. O Governo prolongou os apoios (que podem chegar aos 7679 euros por …

Relatório alerta que parte da produção de painéis solares depende da exploração de uigures

A região de Xinjiang, na China, evoluiu nas últimas duas décadas e tornou-se num importante centro de produção para muitas das empresas que fornecem ao mundo as peças necessárias para a construção de painéis solares. No …

Morreu a atriz brasileira Eva Wilma. Tinha 87 anos

A atriz de brasileira Eva Wilma morreu este sábado aos 87 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde abril devido a um cancro de ovário. A artista tinha sido internada a …

Marcelo quer descentralizar poder para regionalizar bazuca europeia

Marcelo Rebelo de Sousa quer desconcentrar poderes do Estado central para as comissões de coordenação e desenvolvimento regio­nal (CCDR), já a pensar na execução dos milhões que vão chegar de Bruxelas. A perspetiva do Chefe de …

Humanos mudam os ecossistemas com fogo há quase 100 mil anos

Um novo estudo mostra que os humanos têm mudado o ambiente em que vivem recorrendo ao fogo há pelo menos 92 mil anos. Ao chegar a novas terras, os humanos usaram o fogo para as mudar …

Catarina Martins considera “absurda” proposta de reforma das Forças Armadas

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou a proposta de reforma das Forças Armadas feita pelo Governo “absurda” e de “absoluta submissão à NATO”. “A proposta do Governo é absurda, é uma proposta que centraliza decisões, …

Egito abre fronteira com Gaza. EUA deixam aviso a Israel (e UE reúne de emergência)

O Egito abriu este sábado a fronteira terrestre com Gaza e enviou 10 ambulâncias para o enclave palestiniano para transportar para os hospitais egípcios palestinianos que ficaram feridos nos bombardeamentos israelitas, indicaram responsáveis médicos. Segundo o …

Cientistas identificam novo tipo de resposta ao stress desencadeada pela condução

Toda a gente conhece a sensação física de quando estamos num carro a acelerar. Mas poucos sabem o que isso pode estar a fazer ao nosso corpo. De acordo com o site Science Alert, cientistas investigaram …

Portugal regista recorde diário de 125 mil pessoas vacinadas. DGS põe de lado dispensa de máscara

No sábado foram administradas em Portugal 125 mil vacinas contra a covid-19, um novo recorde diário no país, segundo informação divulgada pela task force que coordena o programa de vacinação. "Ao todo foram administradas, durante o …