Executivo da Dominion Voting Systems processa aliados de Trump por difamação

Um dos executivos de uma das empresas responsáveis pelo sistema de votação eletrónica nos Estados Unidos, que tem sido um dos alvos das teorias de conspiração sobre fraude nas eleições Presidenciais, está a processar a campanha do Presidente cessante e vários media conservadores de difamação.

De acordo com a cadeia televisiva CNN, Donald Trump chegou a dizer que a empresa em causa, a Dominion Voting Systems, era “um desastre”, e muitos dos seus apoiantes começaram a defender a teoria de que esta apagou votos a favor do ainda Presidente e que o seu diretor de estratégia de produto e segurança, Eric Coomer, ajudou a subverter as eleições.

Por isso, numa ação judicial interposta no tribunal distrital do Colorado, esta terça-feira, os advogados de Coomer afirmam não só que estas alegações são “falsas e infundadas”, como também lhe causaram “danos imensos à sua reputação, posição profissional, segurança e privacidade”.

Entre os visados encontram-se, entre outros, a campanha de Trump; os seus advogados Rudy Giuliani e Sidney Powell; os media conservadores One America News Network e Newsmax Media; o site de notícias de extrema-direita Gateway Pundit e o empresário e ativista Joseph Oltmann.

O processo judicial alega ainda que os réus “confiaram fortemente nas falsas alegações” feitas por Oltmann, que afirmou em entrevistas e nas redes sociais que Coomer participou numa teleconferência do grupo anti-fascista Antifa.

O empresário, que diz ter conseguido infiltrar-se nessa reunião, afirma que um dos participantes, identificado como “Eric, da Dominion”, disse a certa altura: “Trump não vai ganhar. Eu certifiquei-me disso”. No entanto, em declarações à CNN, Oltmann não apresentou provas físicas dessas alegações.

Os advogados de Coomer, por sua vez, negaram que este tivesse conhecimento dessa suposta teleconferência, tivesse participado nela ou tivesse feito tais comentários.

O processo também lista uma série de ameaças específicas alegadamente feitas contra Coomer, situação que o forçou a fugir de casa “com medo da sua segurança”.

Este processo judicial é “um esforço para desfazer o máximo possível os danos causados a mim, à minha família, à minha vida e ao meu sustento”, declarou, em comunicado, o alto funcionário da Dominion.

O democrata Joe Biden conquistou o voto popular por mais de sete milhões de votos e conseguiu 306 grandes eleitores do Colégio Eleitoral, bem acima do mínimo de 270 exigido para um candidato ser considerado o vencedor.

Depois do encerramento das urnas, a Agência de Segurança de Infraestruturas e de Cibersegurança, entidade oficial do Governo norte-americano, afirmou que as eleições Presidenciais deste ano foram “as mais seguras da história”.

Filipa Mesquita, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …

Stonehenge pode perder estatuto de património mundial da UNESCO

Depois de Liverpool, também Stonehenge pode perder o estatuto de património mundial da UNESCO. O aviso surge após o secretário dos transportes, Grant Shapps, ter dado luz verde aos planos de construção de um túnel …

Mais 20 mortes e 3396 casos de covid-19. Não havia tantos óbitos desde março

Portugal registou, este sábado, mais 20 mortes e 3396 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3396 novos …

"Integral confiança". Chega segura militantes acusados de agredir homossexual

O Chega anunciou, esta sexta-feira, que mantém "integral confiança" nos candidatos e estruturas local e distrital de Viseu, referindo que só se pronunciará sobre alegadas agressões de motivação homofóbica naquela cidade depois de apurados os …

Há dezenas de autarcas envolvidos em processos sem fim à vista

Dezenas de autarcas foram neste mandato acusados por corrupção, negócios imobiliários duvidosos e abuso de poder, entre outros, em processos judiciais que se arrastam, na maioria, sem desfecho à vista a dois meses de novas …

Milhares de pessoas manifestam-se na Austrália contra o confinamento

Milhares de australianos manifestaram-se, este sábado, em várias cidades do país contra as restrições impostas pelo Governo para controlar o aumento de casos de covid-19. Em Sidney, cerca de mil manifestantes protestaram contra o confinamento decretado …