Ex-soldado britânico será julgado por assassinato no “Bloody Sunday”

O ex-soldado é acusado da morte de duas pessoas no “Bloody Sunday”, Domingo Sangrento, quando militares britânicos abriram fogo contra uma marcha pacífica de militantes católicos.

Um antigo soldado britânico vai ser julgado pela morte de dois manifestantes civis em 1972, durante o chamado Bloody Sunday (Domingo Sangrento), no qual 13 pessoas foram mortas por militares em Derry, na Irlanda do Norte.

Quase meio século depois, a Procuradoria da Irlanda do Norte concluiu que existe material suficiente para processar um dos militares britânicos, que foi identificado como “soldado F”. O ex-militar será acusado da morte de duas pessoas e tentativa de assassinato de outros quatro civis.

As provas sobre o envolvimento de outros 16 soldados britânicos e de dois antigos membros do IRA (Exército Republicano Irlandês) foram consideradas insuficientes. Antes do anúncio da procuradoria, familiares das vítimas marcharam em Derry na procura de justiça.

A Deutsche Welle recorda que esta é a primeira vez que se abre um processo judicial sobre o incidente de 30 de janeiro de 1972, durante o conflito conhecido como The Troubles, que afetou ao longo de três décadas a província britânica e opôs republicanos nacionalistas (católicos) — partidários da reunificação da Irlanda —, e unionistas (protestantes) – defensores da manutenção de autoridade da Coroa britânica.

Nesse domingo, soldados britânicos abriram fogo contra uma marcha pacífica de militantes nacionalistas em prol dos direitos civis no bairro católico de Bogside, em Derry, na Irlanda do Norte. Além das 13 pessoas que morreram no local, outras 15 ficaram feridas. Uma delas acabou por não resistir aos ferimentos e morreu meses depois.

Só em 2010 o governo britânico pediu desculpas pelos atos dos soldados britânicos, após uma investigação revelar que os militares dispararam sem justificação contra pessoas desarmadas e depois mentiram em relação ao assunto durante décadas. A decisão desta quinta-feira é anunciada nove anos depois do fim do inquérito.

O conflito na Irlanda do Norte matou mais de 3500 pessoas em três décadas. O acordo de paz de 1998 (Acordo da Sexta-Feira Santa) pôs fim definitivo ao conflito, prevendo, entre outros aspetos, a libertação de cerca de 500 paramilitares republicanos e unionistas e a abertura do inquérito, concluído em 2010.

ZAP // DW

PARTILHAR

RESPONDER

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …