Ex-ministra “chumbada” e ex-presidente multado pelo TdC concorrem ao ISCTE

Andre Kosters / Lusa

A ex-ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues

A ex-ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues prepara-se para concorrer à reitoria do ISCTE, onde foi “chumbada” por se ter recusado a ser avaliada. Terá pela frente Nuno Guimarães, ex-presidente da Faculdade de Ciências, multado pelo Tribunal de Contas por ter violado a lei em atos de gestão.

Está aberta a corrida à reitoria do ISCTE-IUL, cujo prazo de candidatura termina a 4 de janeiro, e os nomes dos candidatos já lançaram a polémica sobre o processo.

Segundo o Sol, uma das candidatas à reitoria do ISCTE será a ex-ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues, que se recusou a ser avaliada pelo seu desempenho, entre 2014 e 2016, enquanto professora daquela instituição de ensino superior. A ex-ministra, diz o semanário, acabou mesmo por ser “chumbada” pela instituição.

Entre os argumentos apresentados pela ex-ministra para se recusar a sujeitar-se à avaliação terão estado, diz o Sol, problemas de saúde e falta de tempo para preencher o formulário online, que é exigido a todos os professores. Maria de Lurdes Rodrigues terá então sido classificada pela instituição como “inadequada”.

A classificação não impede no entanto a ex-ministra de preparar a candidatura à direcção do ISCTE – intenção que, em declarações ao semanário, Maria de Lurdes Rodrigues não confirma, frisando que “não tem nada a dizer” sobre o assunto.

No entanto, segundo apurou o Sol, a ex-ministra já está a organizar mini-reuniões para auscultar apoios e discutir medidas para o seu programa como eventual candidata.

Vice-reitor multado pelo TC na corrida

Contra Maria de Lurdes Rodrigues na corrida à reitoria do ISCTE estará a posicionar-se o actual vice-reitor para a Internacionalização e E-Learning, Nuno Manuel Guimarães, visto como “delfim” do actual reitor, Luís Reto.

O vice-reitor foi presidente da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa entre 2003 e 2009, tendo sido no exercício dessas funções multado pelo Tribunal de Contas em 3.000 euros por infracções financeiras praticadas em 2008.

Contactado pelo Sol, o professor catedrático de 57 anos confirma estar a considerar a candidatura, apesar de “ainda não ser oficial”, estando em processo de “elaboração do programa e das suas ideias”.

O novo reitor do ISCTE será eleito a 9 de fevereiro para um mandato de 4 anos à frente da instituição, em reunião do seu órgão máximo, o Conselho Geral, presidido pelo antigo ministro da Educação Júlio Pedrosa.

E a instituição terá ao que tudo indica que escolher, para a liderar, entre a ex-ministra que “chumbou” e o vice-reitor cujas práticas foram “chumbadas” pelo Tribunal de Contas.

FCUL

O vice-reitor para a Internacionalização e E-Learning do ISCTE/IUL, Nuno Manuel Guimarães

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Esta Lurdes Rodrigues merecia estar na cadeia pelo mal que fez aos professores, desde logo porque tentou impor-lhes avaliações às quais à própria nunca se submeteu. Comportou-se como uma fora-de-lei como o seu patrão, o tal sr. José Sócrates, que, a avaliar pelo que se diz, só não roubou a nossa Senhora de Fátima porque a manha dos cardeais e arcebispos portugueses era maior do que a dele, hoje tido como um mero delinquente. Colocar esta vac** à frente de uma instituição de ensino público é o mesmo que daqui a alguns anos vir a descobrir falcatruas em série que, depois, os mesmos de sempre, hão-de pagar. Provavelmente, ela quererá montar um negócio, em parceria com o seu ex-patrão, de diplomas. Corram com esta gente…

RESPONDER

UE reduz lista de países para reabrir fronteiras e mantém EUA e Brasil de fora

Os Estados-membros da União Europeia (UE) atualizaram, esta quinta-feira, a lista de países aos quais reabrem as fronteiras externas, mantendo de fora os Estados Unidos e o Brasil. "Na sequência da primeira revisão ao abrigo da …

24 horas depois, estátua de manifestante antirracismo em Bristol foi removida

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter, erguida, esta quarta-feira, na cidade de Bristol, no Reino Unido, já foi removida. De acordo com o jornal The Guardian, 24 horas depois de ter sido …

Advogados continuam luta para manter declarações fiscais de Trump em segredo

Depois de o Supremo Tribunal ter determinado que os procuradores nova-iorquinos podem ter acesso às declarações de impostos do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, os seus advogados informaram na quarta-feira que estavam a considerar …

EUA negam vistos a funcionários da Huawei que apoiem "violadores de direitos humanos"

Esta quarta-feira, o Governo norte-americano que vai impor restrições nos vistos a funcionários da Huawei e a outras empresas que os Estados Unidos vejam como apoiantes de Governos violadores de direitos humanos. Além das restrições, o …

Ventilador produzido em Portugal recebe autorização de utilização do Infarmed

O ventilador Atena, produzido em Portugal, recebeu, na terça-feira, a autorização do Infarmed para o seu uso em contexto hospitalar na luta contra a covid-19. Esta quarta-feira, numa publicação na sua página de Facebook, o CEiiA …

American Airlines avisa 25 mil trabalhadores que podem perder emprego

Os dirigentes da American Airlines escreveram a cerca de 25 mil trabalhadores da transportadora aérea para lhes comunicar que o seu emprego pode desaparecer em outubro. Os dirigentes das Companhias de aviação dos Estados Unidos admitiram …

Trump substitui diretor de campanha a menos de quatro meses das eleições

O Presidente dos Estados Unidos substituiu, esta quarta-feira, o seu diretor de campanha, perante os maus resultados nas sondagens, a menos de quatro meses das eleições. "Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido …

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …

PSP pôs fim à festa do título na Avenida dos Aliados. Um polícia ficou ferido

Na parte final dos festejos portistas, já durante a madrugada, nos Aliados, o Corpo de Intervenção da PSP do Porto foi obrigada a intervir contra um grupo de adeptos. Ninguém foi detido, mas um agente …