Jaime Antunes nega burla mas confessa fuga ao Fisco

TVI

Jaime Antunes

Jaime Antunes

O economista e empresário Jaime Antunes negou esta quinta-feira que tenha burlado o proprietário de uma quinta em Alenquer, mas confessou que encaminhou 1,5 milhões de euros que ganhou com o negócio para uma conta na Suíça, para fugir ao Fisco.

No Tribunal de Braga, no início do julgamento do processo em que é acusado de burla e branqueamento de capitais, o antigo candidato à presidência do Sport Lisboa e Benfica afirmou que encaminhou os 1,5 milhões de euros para a Suíça para “esconder o percurso do dinheiro” e, assim, não ter de pagar os respetivos impostos. “Não é o meu perfil [fugir ao fisco], mas aconteceu“, disse Jaime Antunes.

No entanto, adiantou que já pagou os impostos devidos ao Estado português (132 mil euros), ao abrigo do Regime Excecional de Regularização Tributária.

O pagamento é confirmado por uma sentença, de junho de 2016, do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, onde Jaime Antunes foi julgado por um crime de fraude fiscal, acabando por ser absolvido, conforme relata o Jornal de Notícias.

Em causa está, tanto no processo julgado em Lisboa como no que ontem começou a ser julgado em Braga, um negócio relacionado com a Quinta da Puceteira, situada em Alenquer, a curta distância da Ota, para onde chegou a ser equacionada a construção de um novo aeroporto.

O ex-sócio de Jaime Antunes alega ter pago 1,5 milhões pelo seu trabalho e despesas na “valorização” do terreno, valor seria devolvido a Manuel Silva caso o aeroporto não fosse construído na Ota – promessa que o empresário nega.

Acusação de burla

Trata-se de um prédio rústico, na altura sem capacidade construtiva, tendo o seu proprietário, Manuel Silva, contactado Jaime Antunes, presidente do Conselho de Administração da empresa Frontino – Turismo, SA, alegadamente para lho tentar vender.

Segundo contou ontem Jaime Antunes, não houve acordo quanto ao preço, mas Manuel Silva e a Frontino decidiram constituir, a meias, uma sociedade que ficaria com a titularidade do terreno e se encarregaria de o valorizar, nomeadamente pugnando junto da câmara para o dotar de capacidade construtiva, no âmbito da revisão do Plano Diretor Municipal (PDM).

A ideia seria implementar um projeto imobiliário turístico, com moradias, campo de golfe e piscina.

A Frontino pagou 750 mil euros pela sua metade na sociedade, e Jaime Antunes afirma que, a partir daí, desenvolveu diversas diligências e promoveu estudos com vista à valorização do terreno.

Entretanto, Manuel Silva terá começado a sentir dificuldades financeiras e manifestado vontade de desistir do projeto, preferindo vender o terreno, “para fazer dinheiro”.

A Frontino acedeu sair da sociedade e ceder a sua quota a Manuel Silva, recebendo por isso um milhão de euros.

Jaime Antunes, por sua vez, pediu para si – e recebeu – 1,5 milhões de euros, a troco do trabalho e das despesas que teve na “valorização” do terreno.

Estes 1,5 milhões de euros foram pagos em três cheques, que foram depositados primeiro numa conta que o filho de Manuel Silva abriu expressamente para o efeito num banco na Suíça.

Dessa conta, transitou para uma conta que Jaime Antunes detinha também na Suíça, em nome de uma empresa de que era proprietário.

São precisamente estes 1,5 milhões de euros que estão na origem da acusação de burla, já que, segundo o Ministério Público, teria havido na altura a promessa de que aquele valor seria devolvido a Manuel Silva caso o aeroporto não fosse construído na Ota.

No entanto, Jaime Antunes nega que tenha feito essa promessa.

Manuel Silva acabou por vender a quinta a um empreiteiro de Braga, por 3,5 milhões de euros.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E queria este trampas ser presidente do Benfica. Que falta de vergonha.
    Estou farto desta gentalha oportunista. Já cansa, porra.

RESPONDER

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …

"Ganhámos a primeira batalha". Presidente renova estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou oficialmente a renovação do estado de emergência nesta quinta-feira por mais quinze dias, prolongando-se este estado de exceção até 17 de abril. Numa mensagem ao país a …