Ex-bancário da CGD confessa ter desviado dinheiro de clientes

Um antigo funcionário da Caixa Geral de Depósitos fazia levantamentos não autorizados da conta de clientes. A situação foi descoberta depois de uma lesada pedir esclarecimentos de um débito.

Um antigo funcionário da Caixa Geral de Depósitos (CGD) confessou esta quarta-feira no Tribunal de Aveiro que se apoderou de 47.800 euros das contas de vários clientes da agência onde trabalhava, durante cerca de dois anos.

No início do julgamento, o arguido de 46 anos fez uma “confissão integral e sem reservas” dos factos que lhe são imputados na acusação do Ministério Público (MP).

É tudo verdade. Fui eu que informei a própria Caixa de todos os movimentos em que tinha feito ilicitamente levantamentos”, disse o arguido, que solicitou a rescisão do contrato de trabalho após ter sido descoberto.

Perante o coletivo de juízes, o ex-bancário mostrou arrependimento e justificou a sua conduta, alegando que “estava a passar uma fase delicada” da sua vida, depois de dois divórcios. O arguido disse ainda que está insolvente e adiantou que são os seus pais que o estão a ajudar a reembolsar o banco que, entretanto, já restituiu aos clientes as quantias indevidamente retiradas das suas contas. Atualmente, segundo o arguido, o montante do capital em dívida é de 28.900 euros.

O arguido, que está acusado de um crime de furto qualificado, um de falsificação de documento e outro de falsidade informática, exerceu funções de gestor de clientes durante cerca de 10 anos na agência da CGD de Ílhavo.

Segundo a acusação do MP, entre março de 2012 e outubro de 2013, o arguido acedeu às contas de vários clientes através da plataforma informática interna do banco das quais levantou sem o seu conhecimento e autorização 47.800 euros.

De acordo com a investigação, o arguido fez 18 levantamentos de quantias entre os 1.000 e 3.500 euros.

O caso só foi descoberto em novembro de 2013, quando uma das lesadas solicitou ao gerente da agência esclarecimentos sobre um débito de 3.000 euros processado na sua conta.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …

Rui Rio, presidente do PSD

Rio apresenta recandidatura. "Seria muito prejudicial para o país se o PSD mudasse agora de líder"

O presidente do PSD apresentou, esta sexta-feira, na cidade do Porto, a sua recandidatura à liderança, tendo considerado que "seria muito prejudicial", não só para o país como para o partido, mudar agora de líder. Rui …